VÁRZEA GRANDE

NOTA MT

Sorteio com 1.005 prêmios nesta quinta-feira (12)

Serão mil premiações de R$ 500 e cinco de R$ 10 mil

Publicado em

Variedades

Foto: Christiano Antonucci/Secom-MT

O Programa Nota MT vai sortear nesta quinta-feira (12.08), 1.005 prêmios, sendo cinco de R$ 10 mil e mil de R$ 500, no concurso mensal referente ao mês de julho. O sorteio será realizado na sede da Secretaria de Fazenda (Sefaz), a partir das 09h, com transmissão ao vivo pelas redes sociais da secretaria e do Governo de Mato Grosso.

Participam desse sorteio mensal 302.094 consumidores, 3,06% a mais do que no concurso mensal de junho. Eles fizeram compras entre os dias 01 e 31 de julho, pediram a inserção do CPF nos documentos fiscais e vão concorrer a R$ 550 mil em prêmios. O resultado do sorteio será publicado no site e aplicativo do Nota MT, e nas redes sociais da Sefaz @sefazmt no Instagram e @sefazmatogrosso no Facebook.

Cada pessoa pode ganhar mais do que uma premiação, pois cada documento fiscal emitido com o CPF do consumidor gera um bilhete com numeração diferente. Para o sorteio mensal de julho foram gerados 1.980.830 bilhetes eletrônicos, sendo 1.970.962 referentes a emissão de notas fiscais (NF-e e NFC-e) e 9.868 referentes a bilhete de passagem eletrônico (BP-e). O bilhetes podem ser consultados no site do Nota MT, na opção Sorteios e, em seguida, Mensal Julho 2021.

Além dos sorteios mensais, o Nota MT realiza sorteios especiais. O próximo será realizado no dia 16 de setembro e vai contemplar cinco participantes com prêmios de R$ 50 mil. Nesse caso, concorrem os documentos fiscais registrados no período de 01 de junho a 31 de agosto.

Quem ainda não participa do Nota MT e deseja concorrer aos próximos sorteios deve se cadastrar. Basta acessar o site www.nota.mt.gov.br, fazer seu cadastro e pedir para colocar o CPF na nota sempre que fizer compras ou no bilhete de passagem, sempre que for viajar.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Civil impede pai de sair com filho do Estado sem autorização da mãe
Propaganda

Variedades

Jornalista de MT lança 2° livro de contos em Cuiabá no sábado; 50% do valor vai para a causa animal

Obra traz “cronicontos” absurdos que misturam ficção e realidade

Publicados

em

Foto: Assessoria

O jornalista mato-grossense Lucas Rodrigues lança em Cuiabá, no próximo sábado (16.10), o seu segundo livro de contos, intitulado “Mascote do Caos”. 50% do valor arrecadado no lançamento será destinado à Associação Lunaar, que atua no resgate, cuidado e alimentação de cães e gatos.

O lançamento ocorre a partir das 16h e é um dos atrativos da Feira Gaia, no Museu de História Natural Dom Aquino, que vai reunir dezenas de expositores. O ingresso para a feira é 1kg de alimento não-perecível.

Mascote do Caos traz 30 contos divertidos que misturam ficção e realidade, em uma espécie de “cronicontos”, cujos personagens variam entre pessoas comuns, celebridades (e subcelebridades) e até objetos – em tese – sem vida.

A temática da obra “vai do oito ao oitenta” e está repleta de absurdos inclassificáveis.

De acordo com a professora de literatura da Unemat de Cáceres, Olga Maria Castrillon-Mendes, que assina a “orelha” do livro, a obra possui uma linguagem inventiva que oferece ao leitor “o amuleto e o vazio do contemporâneo”.

“No universo de composição as histórias brincam com o imaginário do leitor e com a condição humana para relatar, quase sempre com muito bom humor, atitudes do cotidiano. É inútil buscar fronteiras nítidas entre o real e o imaginário”, destacou a pesquisadora, que é doutora em Teoria e História Literária pela Unicamp.

O livro também possui, em sua contracapa, um QR Code que direciona para um “videoconto” de uma das histórias narradas.

“Os temas são muito diversos e pouco convencionais. Vai de sessão de terapia em grupo protagonizada por uma fatia de pão; processo de cassação de mandato do sinal ‘cedilha’ (ç); escândalos criminais envolvendo mau cheiro; alianças entre roedores para esquemas na indústria de cosméticos, e muitos outros. Os contos estão mais detalhados e com maior densidade do que no meu primeiro livro, o ‘Pirotecnia’, que foi um processo quase que de catarse”, afirmou o autor, que na verdade não afirmou nada, pois ele mesmo escreveu a matéria, já que atua como assessor de comunicação de si mesmo.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Competições da 1ª Copa Industrial de futebol amador seguem neste final de semana
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA