VÁRZEA GRANDE

Poconé

Cardume de arraias é visto no rio Bento Gomes

Ferroada desse animal pode deixar uma pessoa debilitada por até 3 meses.

Publicado em

Variedades

Foto: Internauta

Um cardume de arraias foi visto por populares no Rio Bento Gomes, em Poconé (cerca de 104 km de Cuiabá), esses animais são da espécie “arraia-fogo”, mas também conhecida como “arraia-pintada” e “raia”.

Normalmente esse tipo de animal são encontradas em ambientes de água doce, chegando a medir 100 centímetros de comprimento e meio metro de diâmetro. Os adultos podem facilmente pesar até 15 quilos.

A arraia-fogo passa a maior parte do tempo semienterrada na areia ou na lama do fundo dos rios. Só os olhos e os espiráculos (abertura por onde circula o ar) é que ficam de fora. E é aqui que mora o perigo. Uma ferroada deste animal pode deixar uma pessoa debilitada de 1 a 3 meses. Não é só isso: o ferrão ainda causa necrose da pele na região afetada e muita dor. As arraias-pintadas são animais normalmente solitários, que vivem entre 15 e 20 anos.

Quanto ao seu aspecto visual, além do formato típico em forma de disco, o corpo tem as bordas bastante flexíveis para facilitar a locomoção. Os olhos estão localizados na região dorsal e a coloração varia muito, com manchas de diversas tonalidades para facilitar a camuflagem. Destaque para os tons de ocre e amarelo na região dorsal

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Memórias da Casa de Bem-Bem poderão ser revisitadas em site
Propaganda

Variedades

Orquestra Sinfônica apresenta no Teatro do Zulmira Canavarro

Publicados

em

Foto: KAREN MALAGOLI / ALMT

 

Neste sábado (27) a Orquestra Sinfônica CirandaMundo, ira apresentar pela segunda vez, um concerto no Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, as 20 h,  com ingresso solidário: dois quilos de alimentos não perecíveis, que serão destinados às instituições filantrópicas atendidas pela Assembleia Social. Não é preciso a troca antecipada das entradas, basta vir diretamente à portaria do teatro no dia do evento, a partir das 19h.

Neste concerto o “Temas Clássicos do Cinema”, terá regência de Emanuelle Guedes e Murilo Alves, com participação especial do ex-aluno do Instituto Ciranda – Música e Cidadania e violonista da Orquestra Sinfônica de Goiânia, Rennan Vicente. 

A obra do repertório é composto pelas músicas-temas dos filmes clássicos “E o vento levou (1939)”, “Forrest Gump (1994)”, “A lista de Schindler (1993)” e “Star Wars (1977-2005)”. “Vamos fazer essas trilhas clássicas de um repertório já estabelecido no imaginário popular. Um dos lugares importantes para a realização da música com orquestra é o cinema. São trilhas sonoras com grandes orquestrações, verdadeiros monumentos orquestrais que podem ser comparados a grandes obras exclusivamente musicais”, relatou o maestro Murilo Alves, diretor artístico e presidente do Instituto Ciranda.

O objetivo da apresentação de sábado é contemplar diversas épocas e faixas etárias. O concerto iniciará com “Gone With The Wind”, do compositor americano Max Steiner, música homônima ao título original do filme “E o vento levou”, vencedor do Oscar de 1940. 

A apresentação segue com “Forrest Gump Suite”, composta por Alan Silvestri e arranjada por Calvin Custer. Na sequencia Rennan sobe ao palco para fazer o solo de “Schindler’s List”, de John Williams. E a apresentação fecha com “Star Wars Suite”, também escrita pelo americano John Williams. Em sequência, serão executados temas de alguns dos principais personagens da saga, como Darth Vader, Princesa Leia e Yoda.

O Teatro Zulmira é o palco oficial da Orquestra CirandaMundo e, depois de quase dois anos de pausa, em razão da pandemia, volta a receber o projeto social musical. Esta é a segunda de três apresentações programadas para a temporada de 2021, aberta no fim de outubro.

“É uma grande alegria receber sempre a orquestra do Instituto Ciranda, este projeto que resgata vidas pela arte, seja no ensino da música, seja tocando nossa alma nas apresentações. Esperamos todos aqui”, convida a diretora da Assembleia Social e do Teatro do Cerrado, Daniella Paula Oliveira.

Um dos subprojetos da Orquestra CirandaMundo está na formação de plateia, na apresentação da linguagem da música instrumental a outros públicos.

Por isso, o ensaio final da sinfônica, no sábado (27), às 10h, no palco do Zulmira, será aberto a 40 alunos com idades entre 14 e 17 anos, da Escola Estadual Nagib Saad, da Agrovila das Palmeiras, em Santo Antônio do Leverger.

A Assembleia Social concederá um ônibus para buscar os adolescentes no munícipio. “Percorrer 90 quilômetros para pegar os jovens dessa comunidade e trazer para o Teatro Zulmira para assistirem a um concerto é uma conjunção de coisas lindas e mágicas, dessas que transformam o coração, a alma e a sociedade. A Assembleia Social e o Teatro Zulmira têm uma imensa alegria de apoiar esse projeto tão bonito, que é o Instituto Ciranda”.

O Instituto Ciranda – Música e Cidadania foi criado em 2003 para desenvolver ações nas áreas da educação e cultura, utilizando a música como ferramenta de cidadania. Atende cerca de 800 crianças, adolescentes e jovens de diferentes classes sociais e cidades mato-grossenses. Dessa forma Sinfônica CirandaMundo, o Instituto também conta com as orquestras Cirandinha e Primeira Ciranda.

São ofertadas aulas de violino, viola, violoncelo, contrabaixo, flauta transversal, clarineta, oboé, fagote, trompa, trompete, trombone, bombardino, tuba, percussão, coral e musicalização infantil. Os participantes dispõem gratuitamente de condições para que possam se desenvolver plenamente.

Concerto “Temas Clássicos do Cinema” com a Orquestra CirandaMundo
Data: Sábado (27), às 20h
Local: Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros, anexo à ALMT
Ingressos: 2kg de alimentos não perecíveis
Retirada a partir das 19h do dia do evento

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Sede do Detran em Cuiabá serão transferidos para Arena Pantanal
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA