VÁRZEA GRANDE

"Solidariedade"

Bazar do Bem atrai centenas de pessoas e agrada pela causa, organização, beleza e qualidade

Segunda edição do projeto realizado pelo GAAT começou ontem (30) e termina nesta quinta-feira (01) com roupas, calçados e acessórios para todos os estilos.

Publicado em

Variedades

Foto: Secom-VG

O Bazar do Bem teve início na quarta-feira (30) atraindo centenas de homens e mulheres em busca de roupas de qualidade a preços acessíveis. Gislane Silva, moradora do bairro Alameda, chegou por volta de 8h no Centro Cultural ‘Jornalista Paulo Maria Ferreira Leite’, na Orla da Alameda Júlio Müller, onde ocorre o evento, para aproveitar a oportunidade. “Vou comprar para mim e para mais gente da família, conforme o que o recurso der”.

A aposentada Catarina Lenir de Arruda foi em busca de roupas para ela e se encantou com o que viu. “Está muito bom o ambiente, mercadorias maravilhosas, os preços estão melhor ainda! Estou amando!”. Mais do que satisfeita enquanto cliente, Catarina ficou interessada em ser voluntária da Lírios – Liga de Reestruturação das Irmãs Ofendidas no Seu Sentimento, entidade que oferece atendimento psicossocial às mulheres vítimas de violência e que será beneficiada com toda a arrecadação do Bazar do Bem. “Estou pensando em participar como voluntária porque eu já trabalhei nos Vicentinos há mais de ano, fui dispensada no período da pandemia e agora estou pesquisando algum lugar para continuar meu trabalho”, disse.

Quem também aprovou o objetivo do Bazar do Bem, que é apoiar a entidade filantrópica foi a professora universitária Bruna Mendes. “Muito importante! Eu acho que esse é o valor-sentido do fazer social: colocar as mulheres para se identificarem com algo que é nosso, feminino. Toda mulher quer ficar bonita, toda mulher – de todas as classes sociais – quer ficar bem e aqui é o encontro de tudo isso. Além disso, como é um instituto vinculado às mulheres, traz uma identificação”, comenta.

Bruna conta que foi para comprar tudo o que achar barato e vai aproveitar para garantir os presentes de Natal. “Agora é final de ano, então, é superlegal”, disse a professora, que já tem o hábito de comprar em brechós. “Adoro! Eu acho que é a melhor coisa nesse mundo. É até cafona ficar só comprando e acumulando. O legal é repassar. Sou a favor disso”.

Leia Também:  Primavera do Leste e Poxoréu recebem projeto "Movimenta" do Sistema Fecomércio-MT

Apesar de a maioria do público ser composto por mulheres, muitos homens também foram conferir o evento. Jorge Carvalho, morador do bairro São Gonçalo, em Cuiabá, levou a esposa e aproveitou para escolher roupas para ele mesmo. “As peças são boas e de qualidade. O bazar está bem bacana! Uma boa iniciativa essa, com preços bem acessíveis”, avaliou.

Oportunidade para noivas

Com mais de 6 mil peças de vestuário, calçados e acessórios à venda, esta segunda edição do Bazar do Bem traz como novidade uma seção de vestidos de noivas e daminhas de casamento. Os vestidos custam, no máximo, R$ 500. Devido à importância da ocasião para o qual se destina o vestido, essas clientes contam com um provador exclusivo.

A autônoma Anne Icleison, que vai casar em abril, foi para comprar roupas casuais, se surpreendeu com a seção e já aproveitou para conferir. “Vim ver outros vestidos e achei vestidos de noiva aqui. Vou experimentar um que está custando R$ 300. Numa loja normal passaria de R$ 3 mil, ainda mais por ser de uma loja conceituada, que tem belos modelos”, conta.

Anne foi cliente do Bazar do Bem em 2021 e voltou porque gostou da experiência. “Estou achando tudo organizado. Ano passado foi bacana também. Comprei bastante coisa, por isso que eu voltei”, relata.

O prefeito Kalil Baracat, que participou da abertura do Bazar do Bem, parabenizou todos os servidores e voluntários envolvidos na organização e convidou a todos para ir às compras. “A gente fica muito satisfeito com todos os colaboradores que ajudam na realização deste grande projeto, idealizado pela minha esposa, no qual o que é arrecadado é revertido a instituições que prestam serviço à nossa cidade. Eu só tenho que prestigiar e apoiar porque causas como esta são muito importantes. Hoje é um grande evento e aproveito para convidar quem não veio hoje para que venha amanhã nos prestigiar e fazer boas compras”.

Leia Também:  Campanha que sorteou ovo de páscoa gigante arrecadou mais de 3 mil quilos de alimentos

A primeira-dama e coordenadora do Gabinete de Apoio às Ações Transformadoras (GAAT), promotora de Justiça Kika Dorilêo Baracat, que organiza o Bazar do Bem, reforçou o intuito do evento, que é apoiar a Lírios. “É uma organização da sociedade civil aqui de Várzea Grande muito importante, que presta um serviço relevante de apoio psicossocial às mulheres e crianças vítimas de violência doméstica e familiar. Essa OSC já existe há mais de 9 anos, já atendeu a mais de 13 mil mulheres e agora eles ganharam um terreno e vão construir a tão sonhada sede própria. E foi esse um dos motivos que levou o GAAT a abraçar a Lírios como a entidade que vai ser beneficiada pelo Bazar do Bem”, explicou.

Dedicação em cada detalhe

A coordenadora do GAAT destacou ainda que cada detalhe da ação social foi pensado com muito carinho, até mesmo a escolha da cor da decoração do espaço. “O evento foi pensado com muito carinho. Até o cor-de-rosa foi proposital porque a cor do ano é o Pink PP, que foi usado pela grife Valentino na coleção outono-inverno. Então, a gente foi buscar referência de Moda pra trazer para cá porque um dos pilares do Bazar do Bem é promover a moda sustentável. Às vezes você tem uma peça no seu guarda-roupa que não combina mais com seu estilo de vida, mas ela interessa para outra pessoa. Então colocar isso no mercado novamente para ser reutilizado é importante para o nosso planeta”, pontuou Kika.

A primeira-dama também fez questão de agradecer a cada pessoa que contribuiu doando e comprando peças, aos voluntários que ajudam na organização e também às empresas parceiras. São elas: Maison Sposare, Cleuzete Bernardes, Maquiador Luís Cláudio, Hope, Almare Beachwear, LS Multibrand, Fast Escova, Speed Mais Personalizados, Haskell Cosméticos, Odorata Cosméticos, Dia de Festa, Leo Madeiras, Kasarão Restaurante, Marcos Paes e Rede Flex.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

DESTAQUE

Em parceria com Estado, Prefeitura vai instalar mais 5 mil lâmpadas de LED

Benefício abrange quase 20 bairros das zonas urbana e rural
Serviço já está sendo realizado e, ao final desta etapa, metade da cidade estará com iluminação nova, afirma secretário Breno Gomes

Publicados

em

Foto: SECOM VG

Após instalar 6 mil lâmpadas de LED em 12 bairros e sete grandes avenidas, ao longo de 2022, a Prefeitura de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, e em parceria com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT), deu início à terceira etapa do programa MT Iluminado.

De acordo com o secretário Breno Gomes, neste ano, o Executivo municipal juntamente com o governo do Estado vai instalar mais 5 mil lâmpadas de LED de 250 watts no lugar das lâmpadas de 200 watts vapor metálico. “É uma das determinações do prefeito Kalil Baracat que a Secretaria trabalhe de forma intensa nesse projeto, pois vai proporcionar aos bairros mais valorização, segurança e dignidade”, afirma.

Ao longo do ano, serão contemplados os seguintes bairros: Jardim Glória 1 e 2, Figueirinha, Panorama, Vila Arthur, Santa Terezinha, São Gonçalo, Jardim Ikaray, Novo Horizonte, Jardim Paula 1 e 2, Água Vermelha, São Matheus, Parque Sabiá, Itororó. Além disso, as comunidades rurais Limpo Grande, Praia Grande, Novo Mato Grosso, Bonsucesso, Capão de Pequi, Souza Lima e Capão Grande também serão beneficiadas.

Leia Também:  Centro de Convivência Vovô Zeid oferece atividades físicas e culturais para idosos

Na manhã de quinta-feira (26), durante vistoria pelas ruas de Várzea Grande, o secretário Breno Gomes e o subsecretário Virdinei Bens, acompanharam a troca de lâmpadas na Rua da Felicidade, no Figueirinha.

Foto: SECOM VG

No local, o pedreiro Dorival Lourival da Silva, morador do bairro há 40 anos, elogiou o trabalho da Prefeitura. Ele contou que as lâmpadas antigas estavam com algum problema que as faziam apagar quando ventava forte ou chovia. “Ficava apagando e demorava a voltar, a rua ficava escura. Agora vai ficar bom com essas lâmpadas novas. A gente fica feliz demais! Não só eu, os vizinhos, todo mundo fica feliz”, disse.

Foto: Secom-VG

De acordo com o secretário de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, Breno Gomes, ao ouvir relatos dos munícipes, percebe-se que a gestão municipal está no caminho certo. “Essa troca de lâmpadas por modelo mais moderno e eficiente é benéfica para todos, tanto para os moradores, que ganham mais qualidade de vida e valorização dos bairros, quanto para o Município, que ganha com a economicidade das lâmpadas de LED, pois elas reduzem em média 50% o consumo de energia elétrica em comparação com a lâmpada de 200 watts vapor metálico, além de terem maior durabilidade”, avalia.

Leia Também:  Várzea Grande fomenta comercialização de produtos de pequenos produtores rurais

Fonte: Secom-VG

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA