VÁRZEA GRANDE

MATO GROSSO

Governo do Estado investiu R$ 151,4 milhões para dinamizar turismo

Mais de seis mil novos empregos foram gerados; no setor voltou a crescer após enfrentar o processo de retração na pandemia

Publicado em

Turismo

Secom-MT
O setor do turismo em Mato Grosso gerou 6.197 mil novos empregos em 2021 e 2022. Os investimentos de R$ 151,4 milhões do Governo do Estado em obras e melhorias dos principais acessos aos destinos turísticos fomentou os serviços de alimentação, hotelaria e transporte, gerando mais emprego e renda.

Os dados são Observatório do Desenvolvimento, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (Sedec), e divulgados pela Secretaria de Estado Adjunta de Turismo (Seadtur-MT).

Cuiabá foi a cidade com mais oportunidades de emprego no setor turístico no Estado, em 2022, contabilizando 2.348 novas contratações, seguida de Sinop, com 528 postos de trabalho, Várzea Grande, com 365, e Sorriso, com 147 vagas de emprego criadas e preenchidas nos últimos dois anos.

O secretário da Seadtur, Jefferson Moreno, afirma que o turismo mato-grossense está superando os dois anos de retração causados pela pandemia da Covid-19, e que os números de novos empregos apontados no levantamento confirmam essa retomada.

“Agora podemos ver um novo fôlego para o turismo mato-grossense. As novas contratações representam uma retomada em vários setores, com os empreendedores montando os seus negócios e um novo fluxo de contratações. Isso foi possível graças ao apoio do Governo do Estado, por meio das linhas de crédito específicas para o turismo, por meio da Agência de Fomento Desenvolve MT, as quais o governador Mauro Mendes acredita serem essenciais”, ressaltou o secretário.

Leia Também:  Plano de Ação do Turismo tem propostas validadas por Emanuel Pinheiro

O levantamento aponta que a alimentação foi a atividade que criou a maioria dos novos postos de trabalho: 3.897 empregos gerados no período. Além do setor de alimentação, o de alojamento (1.162) e o de transporte terrestre (410) se destacam na geração de empregos.

A análise de dados sobre o setor turístico estadual tem como base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged). As informações estão disponíveis no Observatório de Desenvolvimento da Sedec-MT na página do Observatório.

Impacto dos investimentos 

Neste primeiro semestre de 2023, o setor hoteleiro, de alimentação e outros serviços já registram movimentação positiva, com a alta temporada de pesca no Estado. A expectativa é que a rede hoteleira nos municípios da região do Pantanal, como Cáceres, Poconé e Barão de Melgaço, atinja a taxa de 100% de ocupação.

Os investimentos feitos pelo Governo de Mato Grosso no turismo vão desde asfaltamento de rodovias, revitalização de orlas, sinalização turística e outros produtos voltados ao setor. Apenas em festivais de pesca, em 2022, foram R$ 6,1 milhões. Outros R$ 100 mil ainda foram investidos por meio de emenda parlamentar.

Leia Também:  MTur apresenta projeto para implantação de destinos inteligentes no país

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Alberto Miranda, conta que as obras de infraestrutura lançadas pelo Governo do Estado sinalizam positivamente aos empresários e operadores do setor turísticos de que este ano será ainda mais promissor para quem investe e trabalha com o turismo.

“Este ano, o turismo virou um canteiro de obras, o Governo de Mato Grosso está construindo novos pontos turísticos, como o mirante em Jangada, orlas para fomentar e valorizar os destinos das cidades de Cáceres, São Félix do Araguaia, Santo de Antônio de Leverger, Barão de Melgaço e Luciara. Esses locais vão gerar mais pontos postos de trabalho e desenvolver ainda mais as atividades econômicas dos municípios beneficiados. Temos Chapada dos Guimarães com a praça, obras de pavimentação, que favorecem a chegada do turista, o trabalho do turista e valoriza os empreendimentos”, afirma César. (FONTE: SECOM/MT)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Turismo

Mato Grosso expõe potencial turístico na maior feira de pesca do país

Cinco municípios e 11 operadores de turismo do Estado divulgaram destinos e empreendimentos no evento

Publicados

em

Assessoria

Mato Grosso marcou presença na “Pesca e Companhia Trade Show”, a maior feira de pesca do país, que reúne operadores do turismo e profissionais do mercado de pesca com o público e com o mercado interessado. O Estado é um dos principais destinos brasileiros para os amantes da pesca.

O Pantanal, a Amazônia e o Vale do Araguaia são os principais pontos para o turismo de pesca esportiva. A riqueza de espécies nas bacias hidrográficas da Amazônia, do Prata e Araguaia-Tocantins permitem que os pescadores consigam exemplares de pintado, piraputanga, pacu, tucunaré, além de dourado, piraras, pirarucu, matrinxãs e piraíbas, que são as mais procuradas pelos pescadores.

O secretário adjunto de Turismo da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Jefferson Moreno, considerou como muito positiva a participação de Mato Grosso no evento, que é uma grande vitrine de divulgação do potencial estadual na pesca esportiva.

“A secretaria contou com a parceria de 11 operadores de turismo e representantes de 5 municípios para exporem os seus destinos e empreendimentos no evento. Pudemos mostrar todo o potencial da pesca esportiva em nosso Estado, além de possibilitar novas oportunidades de negócios”, disse sobre o evento, que foi realizado de 23 a 25 de março, em São Paulo.

Leia Também:  Florianópolis: 344 anos de magia na ilha de Santa Catarina

Proprietário de uma pousada na região do Pantanal, o empresário Gustavo Degani destacou que a participação na feira permitiu a construção networking e a possibilidade de fechar novos negócios.

“A feira foi um sucesso e eu agradeço muito ao Governo do Estado por nos possibilitar essa participação no evento. Fizemos um networking que deve gerar negócios para nós no futuro e já estamos na expectativa para participarmos novamente em 2024”.

O prefeito de Querência, Fernando Gorgen, participou do evento com objetivo de divulgar o etnoturismo com as tribos indígenas na região, proporcionando conhecimento e imersão na cultura dos povos originários.

“É muito bom poder mostrar na maior feira de pesca esportiva da América Latina todo o potencial turístico do nosso Estado, tudo isso é graças ao trabalho do governador Mauro Mendes, e nós agradecemos muito”.

A participação em feiras de turismo é uma das frentes de trabalho mais importantes da Sedec, pois é por meio delas e de eventos similares que novos negócios e empreendimentos podem ser promovidos e desenvolvidos, fazendo com que o mercado turístico mato-grossense seja notado pelos mais diversos públicos ao redor do globo.

Leia Também:  PRF promove ação de doação de cabelos como parte dos eventos do Outubro Rosa

Somente neste primeiro trimestre, o Estado participou, além da Pesca e Companhia Trade Show, de mais duas feiras internacionais, sendo uma em Lisboa, em Portugal, e outra em Berlim, na Alemanha.

Fonte: SECOM MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA