VÁRZEA GRANDE

Saúde

Ibaneis amplia funcionamento do comércio e reduz toque de recolher

Publicado em

Saúde


O Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou que publicará um decreto que permitirá a ampliação do horário de funcionamento de comércios, shoppings e para a circulação de pessoas nas ruas. A expectativa é de que a edição extra seja publicada ainda hoje(3), em edição extra do Diário Oficial do DF (DODF).

De acordo como governo local, as lojas poderão funcionar até as 23h, e shoppings centers funcionarão das 10h às 22h. Bares e restaurantes terão autorização para funcionar de 11h as 23h.

Já o toque de recolher será de 0h as 5h. “Será admitido o deslocamento individual após as 24h desde que configurada a intenção de retorno à residência e seja realizado logo após o término da jornada de trabalho regular”, informou a agência oficial de notícias do GDF.

O horário para comercialização de bebidas alcoólicas também será alterado. As vendas passarão a ser proibidas após as 23h, em todos os estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar, inclusive em operações de delivery, drive-thru e take-out.

“Há ainda a determinação para que todos os estabelecimentos privados encerrem suas atividades às 24h. As entregas, por serviço delivery, podem ser realizadas em todo o DF até a meia-noite, caso a ordem de serviço tenha sido feita até as 23h”, acrescenta.

Leia Também:  Covid-19: Brasil registra 7,67 milhões de casos e quase 195 mil mortes

Segundo o GDF, serão retomadas as atividades coletivas de cinema, circo e teatro “desde que seguindo protocolos de segurança”.

Em nota, o governador Ibaneis Rocha disse que o DF ainda vive “um período difícil da pandemia”. “Mas já podemos flexibilizar as atividades comerciais um pouco até como forma de apoiar os empreendedores e funcionários”, acrescentou ao ressaltar a importância de a população manter cuidados como distanciamento social, uso de máscaras e higienização das mãos.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Saúde

Mortes por covid-19 no Brasil chegam a 622,2 mil

Publicados

em


O número de mortes por covid-19 no Brasil chegou a 622.205. Em 24 horas, o país registrou mais 350 óbitos. Ontem (19), o painel de informações da pandemia marcava 621.855 óbitos. Ainda há 3.089 mortes em investigação. Os óbitos em investigação ocorrem pelo fato de haver casos em que a causa da morte do paciente ainda demanda exames para ser definida.

A quantidade de pessoas que pegaram covid-19 ao longo da pandemia foi para 23.585.243. De ontem para hoje, foram confirmados 168.495 novos diagnósticos da doença. Ontem, o total de casos em um dia foi recorde: 204.854. Até então, o sistema de informações do Ministério da Saúde sobre a pandemia contabilizava 23.416.748 casos acumulados.

Ainda há 1.111.116 casos em acompanhamento, de pessoas que tiveram o quadro de covid-19 confirmado. Na quarta-feira, o número estava em 946.592.

O total de infectados com a variante Ômicron chegou a 1.407 – ontem eram 811. Do total registrado nesta quinta-feira (20), foram identificados 569 casos no Amazonas, 156 no Rio de Janeiro e 145 em Pernambuco. Foram registrados dois óbitos até agora. Ainda há 1.080 potenciais casos em investigação, a maioria no Rio de Janeiro (561), no Rio Grande do Sul (243) e em Minas Gerais (182).

Leia Também:  Petrobras reduz em 31% perda de combustível por furto em dutos

Até esta quinta-feira, 21.851.922 pessoas tinham se recuperado da doença.

Os dados estão no balanço divulgado nesta noite pelo Ministério da Saúde. A atualização reúne informações sobre casos e mortes enviadas pelas secretarias estaduais de saúde.

Dados da pandemia de covid-19 atualizados pelo Ministério da Saúde no dia 20/01/2022Dados da pandemia de covid-19 atualizados pelo Ministério da Saúde no dia 20/01/2022

Dados da pandemia de covid-19 atualizados pelo Ministério da Saúde no dia 20/01/2022 – 20/01/2022/Divulgação/ Ministério da Saúde

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, o estados com maior número de mortes por covid-19 é São Paulo (156.165), seguido por Rio de Janeiro (69.637), Minas Gerais (56.895), Paraná (40.955) e Rio Grande do Sul (36.578).

Já os estados com menos óbitos resultantes da doença são Acre (1.854), Amapá (2.033), Roraima (2.084), Tocantins (3.980) e Sergipe (6.069).

Vacinação

Até esta quinta-feira, foram aplicados 343,3 milhões de doses de vacina contra a covid-19, das quais 162,5 milhões foram da primeira dose, 148,8 milhões da segunda ou dose ou dose única. A dose de reforço já foi dada a 29,3 milhões de pessoas.

Leia Também:  Centro de Triagem atendeu mais de 16 mil pessoas em um mês de funcionamento

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA