VÁRZEA GRANDE

UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE

Capital registra baixa procura da população para segunda dose

A vacinação contra a covid-19 nesses postos funciona de segunda a sexta-feira, das 13h às 17 horas

Publicado em

Saúde

Foto: Gustavo Duarte - Secom Cuiabá

Uma semana após a descentralização da segunda dose da vacina contra a covid-19 para 14 unidades básicas de saúde (UBSs), apenas 2.810 pessoas compareceram nesses locais para concluir o esquema de imunização, o que representa dá uma média de 562 doses por dia, apenas 16% da meta, que é de 3,5 mil doses diárias, somados todos os postos. 

No primeiro dia de vacinação nas unidades, quarta-feira (08), foram 509 doses aplicadas; na quinta-feira (09), 715 doses; na sexta-feira (10), 525 doses; na segunda-feira (13), foram aplicadas 691 doses e na terça-feira (14), apenas 370 pessoas compareceram às unidades para se vacinar contra a covid-19. 

A coordenadora da campanha municipal de vacinação contra a covid-19, Valéria de Oliveira, lamentou que as pessoas não estejam aderindo à descentralização, que já era prevista desde o início, assim que chegasse grande quantidade de doses por parte do Ministério da Saúde. “Desde o início, fomos muito cobrados para que a vacinação fosse para as unidades de saúde nos bairros, no intuito de proporcionar mais acessibilidade e facilidade aos usuários, no entanto, o que estamos percebendo na prática, agora que o anseio foi atendido, é que as pessoas não estão fazendo sua parte, que é comparecer aos postos para onde foram agendados. O que temos visto são centenas de agendados para as UBSs se direcionarem aos polos centrais, prejudicando o funcionamento desses locais, que já têm o seu público agendado”, afirma. 

De acordo com o coordenador de Atenção Primária da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Marcel Gandra Lemos, os relatos ouvidos das pessoas que se recusam a ir nas unidades básicas de saúde é de que esses locais também atendem a pacientes com suspeita de covid-19 e, por isso, ofereceriam risco de contágio. Mas ele explica que todas as 14 unidades foram organizadas de forma a evitar o cruzamento desses públicos, pois consultas e exames de pacientes suspeitos de covid-19 são feitos no período da manhã e o período vespertino foi destinado para atendimento exclusivo da vacinação. “Todas as nossas unidades estão preparadas para oferecer segurança à população. As unidades básicas de saúde ainda têm a vantagem em relação aos polos de oferecerem um atendimento mais ágil, já que atendem menos pessoas, evitando também as aglomerações”, diz.

As unidades básicas de saúde que passaram a ser oferecida a aplicação de segunda dose da vacina contra a covid-19 são: UBS Ilza Terezinha Picolli Pagot, UBS Jardim União/Jardim Florianópolis, UBS Três Barras e Clínica da Família (CPA 1), na região Norte; UBS Tijucal, UBS Pedra 90 V, UBS Parque Ohara e UBS Jockey Clube, na região Sul; UBS Terra Nova, UBS Pedregal e UBS Dr. Fábio, na região Leste e UBS Novo Colorado, UBS Santa Amália e UBS Novo Terceiro, na região Oeste. 

A vacinação contra a covid-19 nesses postos funciona de segunda a sexta-feira, das 13h às 17 horas. Para tomar a segunda dose, continua sendo necessário consultar o cadastro no site cadastro.vacinacuiaba.com.br e imprimir o comprovante de agendamento (QR code), que indica o horário e a unidade em que a pessoa foi agendada. No ato da vacinação, é preciso levar o QR code impresso, documento oficial com foto e a caderneta de vacinação recebida na primeira dose. Caso a pessoa tenha perdido a caderneta, que tem valor de documento, é preciso apresentar um boletim de ocorrência. O horário de encerramento da vacinação é 17h, com isso, o último horário de agendamento será às 16h.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Centro de triagem da Covid-19 já atendeu mais de 19 mil pessoas
Propaganda

Saúde

Mais de 3,6 milhões de vacinas da Pfizer chegam ao Brasil

Publicados

em


O Ministério da Saúde recebeu hoje (27) mais dois lotes com 3,615 milhões de doses da vacina da Pfizer contra a covid-19. Os imunizantes chegaram no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). O primeiro lote, com 982.800 doses, chegou às 4h45, e o segundo lote, com 2.632.500 doses, chegou às 6h51, ambos vindos de Amsterdam.

Os lotes são o nono e o décimo do segundo contrato da Pfizer com o governo brasileiro, que prevê a entrega de 100 milhões de vacinas até dezembro.

A farmacêutica Pfizer já cumpriu primeiro contrato de 100 milhões de doses da empresa com o governo federal na primeira semana de outubro.

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governo lança licitação para restaurar e pavimentar ruas
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA