VÁRZEA GRANDE

Política

Temer diz que ‘alarde’ da Carne Fraca causa ‘embaraço econômico’ ao país

Publicado em

Política

Presidente comentou operação que investiga irregularidades na fiscalização de frigoríficos.

O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira (21) que um “alarde” em torno da operação Carne Fraca causou “embaraço econômico” para o país.

 A operação, deflagrada na sexta-feira (17), investiga irregularidades na fiscalização de frigoríficos no país que, de acordo com a polícia, prejudicaram a qualidade do produto.

Resultado de imagem para temer

 Nesta segunda, alguns países anunciaram suspensão temporária da importação da carne brasileira, entre eles a União Europeia, Coreia do Sul e China. Na manhã desta terça, foi a vez de Hong Kong anunciar a suspensão.

 Temer falou sobre a operação durante discurso, em Brasília, em um evento organizado pelo Council of the Americas e pela Apex (Agência Brasileira de Promoção às Exportações).

 “Houve um grande alarde nos últimos dias em relação à carne brasileira. Evidentemente que isso causa, não posso deixar de registrar, um embaraço econômico para o país, porque as alguns países já pensam ou pensaram em suspender [a importação]”, afirmou o presidente.

Leia Também:  Pandemia causa quase 400 mil mortes em todo o mundo

De acordo com Temer, a decisão da Coreia do Sul em retomar as importações da carne de frango brasileira se deu, provavelmente, em função da “pronta resposta das autoridades brasileiras, e dos esclarecimentos mais do que cabais”.

Ele ressaltou, a exemplo do que tem feito desde que foi deflagrada a operação, que das mais de 4,3 mil plantas de processamento de carne instaladas no país, três tiveram suas atividades suspensas enquanto outras 19 estão sendo investigadas. Temer também disse que, de mais de 11,3 mil servidores do ministério da Agricultura, cerca de 30 estão sendo investigados.

De acordo com o presidente, os números mostram a “insignificância dos fatos”. “Mas os desvios, se há, devem e estão sendo apurados”, acrescentou.

Em fala no mesmo evento em Brasília, o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, ressaltou que o governo está vendo com “preocupação” o caso e dando respostas a todos os questionamentos que surgem quanto ao sistema de fiscalização e controle sanitário.

 O ministro do Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, afirmou que os frigoríficos atingidos representam menos de 1% das exportações brasileiras de carne em 2016. No ano passado, o setor exportou R$ 14 bilhões, sendo que somente R$120 milhões foram dos locais sob investigação.

Leia Também:   Sustentabilidade com produtividade é meta da Operação Amazônia
COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Política

Vice-prefeito Stopa reforça compromissos da gestão Emanuel Pinheiro

Ainda conforme Stopa, a entrega da primeira etapa da maior avenida estruturante dos últimos 50 anos do município, o Contorno Leste, também é uma das primazias da administração atual para este ano, com mais de 6,5 quilômetros asfalto, composto por ciclovia, canteiro central, sistema de iluminação LED, meio-fio, entre outros. 

Publicados

em

Foto: Luiz Alves - SECOM-CUIABÁ

O vice-prefeito e secretário municipal de Obras Públicas, José Roberto Stopa, reforçou as ações para pavimentação asfáltica contemplando distintas regiões de Cuiabá. A meta da gestão Emanuel Pinheiro é a de beneficiar aproximadamente 30 bairros em 2023.

O compromisso foi confirmado na manhã desta segunda-feira (6), em parceria com a Caixa Econômica Federal, foi assinada a autorização de abertura do processo licitatório para pavimentação dos bairros Três Poderes, Chico Mendes e região.

“Além do investimento, por meio de recursos próprios, buscamos parcerias para dar continuidade ao trabalho que vem sendo executado pela Prefeitura de Cuiabá há seis anos. A cidade, além das regiões não pavimentadas, conta com uma malha viária antiga e deteriorada. A gestão trabalha intensamente, mas temos a ciência de que é possível aprimorar e ampliar. A Caixa Econômica já nos garantiu recursos para os bairros Chico Mendes, Três Poderes e região e a nossa meta é de cerca de 30 para este ano”, declarou o gestor.

Ainda conforme Stopa, a entrega da primeira etapa da maior avenida estruturante dos últimos 50 anos do município, o Contorno Leste, também é uma das primazias da administração atual para este ano, com mais de 6,5 quilômetros asfalto, composto por ciclovia, canteiro central, sistema de iluminação LED, meio-fio, entre outros.

Leia Também:  ‘Se quiserem, me derrubem’, diz Temer ao negar renúncia

“Uma obra muito importante e que já está mudando milhares de vidas, preenchendo um antigo vazio que existia em Cuiabá, oportunizando com que as políticas públicas cheguem, de fato, até aqueles que mais precisam e às regiões mais afastadas. Ano que vem, vamos inaugurar 100% do Contorno Leste. Esse é o legado que eu e o prefeito Emanuel Pinheiro vamos deixar para a nossa gente”, completou.

A construção da via foi dividida em dois percursos, sendo um de 11 quilômetros, entre o Rio Coxipó e a Rodovia Emanuel Pinheiro, e outro de cerca de seis quilômetros, até a Avenida Fernando Corrêa. Cada um desses processos é executado por uma empresa diferente, ambas vencedoras do certame. O aporte financeiro aplicado ultrapassa R$ 125 milhões.

Por NATHANY GOMES – Secom-Cuiabá

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA