VÁRZEA GRANDE

Política

“Rainha e o Imperador”: a continuidade do feudalismo

Denúncias podem acabar com as festividades do final de ano dos senhores feudais.

Publicado em

Política

Foto: Imperador Nero e a Rainha Carlota Joaquina

Em um período que se prega pela ética, moral e transparência, as velhas condutas foram mantidas, e potencializadas com o mundo digital, favorecendo apenas herdeiros e apadrinhados, em um sistema de ramificações, que está proporcionando milhões em prejuízos ao povo, para beneficiar os integrantes da realeza.

Da Rainha, não podia se esperar outra coisa, já que “o fruto não cai longe do pé”, de uma forma ou de outro, mais cedo ou mais tarde, uma hora ela iria utilizar da máquina pública em benefício próprio, neste caso, o velho ditado de “gata escaldada tem medo de água” não valeu, crescendo vendo atos de corrupção, o pai sendo condenado, preso, perdendo os direitos políticos, mesmo assim, a “Rainha do mundo digital” segue o mesmo caminho? O pai demorou mais de 20 anos para cair, mas agora, o sistema é outro, as informações via sites de notícias e redes sociais, estão chegando cada vez mais rápido aos conhecimentos dos órgãos fiscalizadores.

Será mesmo que o crime compensa? Tal pai tal filha? O que vale mesmo é ficar rica a base do dinheiro público? Pelo que tudo indica a história já está se repetindo, o suposto segredo da ramificação digital já foi descoberto, até porque, R$ 1.200 milhão ao mês, verba considerada a “taxa do eu sei e para ficar apenas em silêncio”, “deixa no chinelo” os recursos patrocinados para as grandes empresas, com dezenas e centenas de profissionais, que trabalham sete dias por semana, praticamente 24hs por dia, para levar informação à população.

Seguindo assim na velha estrada, mesmo utilizando da tecnologia para maquiar o sistema, pelo que tudo indica a farra acabou, o Ministério Público já esta de olho, assim como o ex-marido deixou a vida pública por corrupção, o pai deixou os holofotes da vida pública por corrupção, quando tempo ainda vai demorar, para a “Rainha” deixar a vida pública por corrupção?

Será que os dias da Rainha  estão contados, dados apontam que as manobras já foram identificadas. “Acabou-se o Natal e Réveillon 2021”.

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  ALMT realiza audiência para discutir plano estratégico de amparo à mulher
Propaganda

Política

Ministro afirma que recuperou parte do orçamento da Ciência e Tecnologia

Pontes comentou sobre a importância do Auxílio Brasil incluir uma Bolsa de Iniciação Científica Júnior para alunos que se destacam em olimpíadas científicas.

Publicados

em

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasi

Durante uma entrevista para o programa A Voz do Brasil, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, disse que espera conseguir recuperar parte do orçamento da pasta que havia sido contingenciada na proposta de Orçamento de 2022. “Conversei com o ministro da Economia Paulo Guedes, com a ministra da Secretaria de Governo Flávia Arruda também, e dessa reposição do Orçamento da pasta e tinha ficado estabelecido algo em torno de R$ 300 milhões”, disse Pontes.

Segundo o ministro, parte destes R$ 300 milhões deve entrar na semana que vem. “R$ 151 milhões, que já é um recurso que nós vamos utilizar para operacionalizar uma parte, já foi feito o edital, das bolsas do chamado Universal, que irriga a pesquisa brasileira e é extremamente importante”.

Pontes comentou sobre a importância do Auxílio Brasil incluir uma Bolsa de Iniciação Científica Júnior para alunos que se destacam em olimpíadas científicas. O ministério tem atualmente 62 olimpíadas científicas e alunos brasileiros têm conquistado prêmios não apenas nas competições nacionais, mas também nas internacionais.

“Certamente isso vai trazer para os pais a certeza que investir na educação, colocar os filhos para estudar, é uma coisa que vale a pena para o futuro deles e vale a pena para o presente em termos de renda”, disse. Pontes explicou que a bolsa de iniciação científica traz a “metodologia científica” para a vida destes estudantes e disse que está comprovado, por meio de estudos, que “alunos que participam da iniciação científica têm muitos melhores resultados na educação e na vida profissional depois.”

O ministro também falou sobre a plataforma Adapta Brasil, lançada no mês passado e que consolida, integra e dissemina informações sobre os impactos das mudanças climáticas no território nacional.  “Nós fizemos um teste primeiro com algumas cidades do Brasil e, agora, [a plataforma] já está disponível para todos os municípios brasileiros. É um auxílio aos gestores. Você consegue através dessa ferramenta fazer análises de curto prazo, de médio prazo e até de longo prazo, em muitos casos, socioeconômicas e as influências da meteorologia e das mudanças climáticas para aquela região, tanto numa perspectiva otimista, quanto da mais pessimista”, disse.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governador Mauro Mendes recebe homenagem do Honorável Conselho Acadêmico de Udabol
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA