VÁRZEA GRANDE

Dia das Crianças

Primeira-dama Virginia Mendes entrega brinquedos para crianças carentes de Cuiabá

A iniciativa, que faz parte do programa Ser Família Criança, vai beneficiar 8 mil crianças carentes de Cuiabá nesta semana.

Publicado em

Política

Foto: João Reis/Setasc

Cerca de 2,4 mil crianças dos bairros Pedra 90, Osmar Cabral e adjacentes receberam presentes pelo Dia das Crianças em mais uma ação liderada pela primeira-dama Virginia Mendes. A iniciativa, que faz parte do programa Ser Família Criança, vai beneficiar 8 mil crianças carentes de Cuiabá nesta semana. Além de barbies, bonecas, super-heróis, bolas e jogos, as crianças receberam um kit com doces, balas e chocolates. 

“A primeira-dama não deixaria passar em branco o Dia das Crianças, por isso estamos realizando mais essa ação com as pessoas carentes. É uma forma de homenagear e garantir um pouco de alegria para essas famílias”, destacou a secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho.  

No total, foram 1.200 brinquedos para crianças dos bairros Pedra 90, Sampaio, Sonho Meu e Voluntários da Pátria. A mesma quantidade foi distribuída para crianças dos bairros Osmar Cabral, Sebastião, São João Del Rei, Fortaleza, Santa Laura I e II, Manduri, Brasil 21, Novo Milenio, Vila Nova Coxipó, Vila Nova Cuiabá e Liberdade.

“É uma felicidade enorme trazer a alegria para essas crianças. Saber que talvez elas não teriam condições de ter um brinquedo novo no dia delas, mas que agora elas têm, me deixa muito contente. Agradeço a Deus por poder estar aqui fazendo essa entrega e faço de coração”, disse a primeira-dama Virginia Mendes.

Rogério Santos de Castro, morador do bairro Pedra 90, tem dois filhos e sentiu privilegiado com a ação. “O Governo do Estado está de parabéns. Este trabalho aqui no bairro é maravilhoso. Está fazendo a alegria das crianças porque nós, os pais, não temos condições”, disse.

No bairro Brasil 21,Queila Nascimento não tinha condições para presentear os sete filhos. A ação garantiu que as crianças fossem presenteadas neste ano. “Nós estamos muito felizes com esta benção.  Meus filhos não teriam um presente este ano”, revela.

A realidade financeira dos pais era de conhecimento de Natalie Nascimento, 9 anos, filha de Queila. “Eu achei muito legal ganhar os presentes porque o meu pai não tinha condições de comprar. E vou abrir o meu presente só amanhã, no Dia das Crianças, para não estragar a surpresa”, comemora.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Conta de luz seguirá na bandeira vermelha 2 em setembro
Propaganda

Política

Governo cria grupo para analisar adição de biodiesel ao óleo diesel

Representantes do Ministério de Minas e Energia, que o coordenará, dos ministérios da Economia, Infraestrutura, Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Casa Civil da Presidência da República

Publicados

em

Foto: Arquivo/Agência Brasil

 

O presidente Jair Bolsonaro aprovou resolução do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) que cria grupo de trabalho para analisar a adição de biodiesel ao óleo diesel B, vendido ao consumidor final. O despacho foi publicado hoje (27) no Diário Oficial da União.

O grupo deverá propor critérios para a previsibilidade do teor mínimo obrigatório de biodiesel no óleo diesel. O relatório final deverá ser entregue ao CNPE em 30 dias, podendo ser prorrogado. A medida visa a proteger os interesses dos consumidores quanto a preço, qualidade e oferta e garantir o suprimento de combustíveis em todo o território nacional.

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência da República explicou que a criação do grupo tem três motivações principais. A primeira é subsidiar o CNPE, em caso de necessidade, na definição do teor de biodiesel adicionado ao diesel, por meio do estabelecimento de uma metodologia robusta e com critérios objetivos. Além disso, o tema poderá ser tratado por meio de grupo multidisciplinar, incluindo todas as áreas do governo afetas ao Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel. Por fim, dar previsibilidade do teor de biodiesel ao setor produtivo e à sociedade.

O grupo será composto por representantes do Ministério de Minas e Energia, que o coordenará, dos ministérios da Economia, Infraestrutura, Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Casa Civil da Presidência da República, além da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) e da Empresa de Pesquisa Energética.

Para subsidiar a elaboração da política pública, a resolução também determina que a ANP avalie e informe ao CNPE, no prazo máximo de 30 dias, se há alguma limitação, com a devida comprovação técnica, para a utilização do óleo diesel B até o teor de 15% de biodiesel em todos os seus usos, com relação aos aspectos de qualidade e logística,

Criado em 2004, o Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel tem por objetivo implementar, de forma sustentável, a produção e o uso do combustível, visando ao desenvolvimento regional, à inclusão da agricultura familiar na cadeia produtiva e à redução de emissão de gases causadores do efeito estufa. O programa se estrutura, entre outros aspectos, na mistura compulsória de biodiesel ao óleo diesel destinado ao consumidor final.

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Política Nacional

 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Ministro diz que governo tem adotado medidas para garantir energia
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA