VÁRZEA GRANDE

Política

Prefeito de Jangada é eleito novo presidente Consórcio Intermunicipal de saúde do Vale do Rio Cuiabá – CISVARC

Ninguém faz nada sozinho, precisamos do Governo Federal, Estadual e prefeitos reunidos. Estou animado e quero contribuir com mais desenvolvimento nessa área”, disse Rogério Meira

Publicado em

Política

Foto: Secom/MT

O jovem prefeito Rogério Meira (Jangada) foi eleito por unanimidade o novo presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Rio Cuiabá (CISVARC), demonstrando uma ascensão política diante da dinâmica gestão Jangadense e grande trânsito perante os prefeitos da Baixada Cuiabana, com 13 municípios associados. Além disto, possui apoio incondicional dos valorosos deputados Max Russi e Neri Gueller, que estiveram presentes na reunião e colocaram-se à disposição para alavancar cada vez mais esse importante instrumento de saúde para os milhares de cidadãos das cidades reunidas.

Na mesma assembleia foi eleito o valoroso prefeito Natal Alves, como vice-presidente.

Rogério Meira fez questão de enaltecer a gestão da prefeita Marilza Augusta de Oliveira (Nova Brasilândia), que transformou o CISVARC em uma grande ferramenta de consolidação da saúde nos municípios, sempre alcançando bons resultados e economia aos cofres públicos, havendo muita eficiência, esmero e empenho da prefeita, bem como também comprometimento de toda a equipe coordenada pelo brilhante Secretário Executivo Edimar Rodrigues Silva.

“Vamos continuar esse trabalho, pois os nossos munícipes merecem o melhor de nós e vamos percorrer todos os caminhos necessários para outorgar saúde de qualidade em nossas cidades, transformando tristes realidades em redenções para salvar vidas. Ninguém faz nada sozinho, precisamos do Governo Federal, Estadual e prefeitos reunidos. Estou animado e quero contribuir com mais desenvolvimento nessa área”, disse Rogério Meira

Fizeram uso da palavra e estiveram presentes os prefeitos Alex (Rosário Oeste), Tatá Amaral (Poconé), Margareth (Barão de Melgaço), Marilza (Nova Brasilândia), Osmar Froner (Chapada dos Guimarães) e Natal Alves (Planalto da Serra).

Também estiveram presentes também vários secretários municipais e autoridades na assembleia.

Ontem (24/11), Rogério fez uma visita de cortesia ao prefeito Kalil (Várzea Grande), mantendo um forte diálogo para levantar uma bandeira única pela saúde na baixada, havendo uma boa receptividade na reunião.

Rogério assumirá o consórcio dia 01/01/22, com grandes desafios, especialmente na estruturação, entrosamento e fortalecimento da saúde nos municípios.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  STF discutirá em junho ação de Raquel Dodge contra voto impresso
Propaganda

Política

Ministro afirma que recuperou parte do orçamento da Ciência e Tecnologia

Pontes comentou sobre a importância do Auxílio Brasil incluir uma Bolsa de Iniciação Científica Júnior para alunos que se destacam em olimpíadas científicas.

Publicados

em

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasi

Durante uma entrevista para o programa A Voz do Brasil, o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, disse que espera conseguir recuperar parte do orçamento da pasta que havia sido contingenciada na proposta de Orçamento de 2022. “Conversei com o ministro da Economia Paulo Guedes, com a ministra da Secretaria de Governo Flávia Arruda também, e dessa reposição do Orçamento da pasta e tinha ficado estabelecido algo em torno de R$ 300 milhões”, disse Pontes.

Segundo o ministro, parte destes R$ 300 milhões deve entrar na semana que vem. “R$ 151 milhões, que já é um recurso que nós vamos utilizar para operacionalizar uma parte, já foi feito o edital, das bolsas do chamado Universal, que irriga a pesquisa brasileira e é extremamente importante”.

Pontes comentou sobre a importância do Auxílio Brasil incluir uma Bolsa de Iniciação Científica Júnior para alunos que se destacam em olimpíadas científicas. O ministério tem atualmente 62 olimpíadas científicas e alunos brasileiros têm conquistado prêmios não apenas nas competições nacionais, mas também nas internacionais.

“Certamente isso vai trazer para os pais a certeza que investir na educação, colocar os filhos para estudar, é uma coisa que vale a pena para o futuro deles e vale a pena para o presente em termos de renda”, disse. Pontes explicou que a bolsa de iniciação científica traz a “metodologia científica” para a vida destes estudantes e disse que está comprovado, por meio de estudos, que “alunos que participam da iniciação científica têm muitos melhores resultados na educação e na vida profissional depois.”

O ministro também falou sobre a plataforma Adapta Brasil, lançada no mês passado e que consolida, integra e dissemina informações sobre os impactos das mudanças climáticas no território nacional.  “Nós fizemos um teste primeiro com algumas cidades do Brasil e, agora, [a plataforma] já está disponível para todos os municípios brasileiros. É um auxílio aos gestores. Você consegue através dessa ferramenta fazer análises de curto prazo, de médio prazo e até de longo prazo, em muitos casos, socioeconômicas e as influências da meteorologia e das mudanças climáticas para aquela região, tanto numa perspectiva otimista, quanto da mais pessimista”, disse.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Max Russi participa de live em comemoração ao Dia Estadual dos Agentes de Saúde
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA