VÁRZEA GRANDE

“Respeito pelo povo”

Prefeita demite médico flagrado dormindo no plantão em Leverger

Após muitas críticas sobre a demissão do médico em plena pandemia, o flagrante foi revelado.

Publicado em

Política

Não é de hoje que várias denúncias sobre a falta de atendimento em estabelecimentos públicos, chamam atenção, seja no sistema de saúde, como em outros, porém em Santo Antônio de Leverger a conduta foi diferenciada, a prefeita, Francieli Magalhães assim que constatou a veracidade dos fatos, em respeito aos cidadãos que dependem deste serviço, exonerou imediatamente o profissional infrator.

Relatos de populares apontam que várias pessoas estavam esperando por atendimento no Hospital Municipal, por um longo período, quando constataram que o médico estava no local, porém dormindo, deixando muitas pessoas esperando por atendimento.

“A prefeita Francieli Magalhães teria recebido uma ligação, relatando o ocorrido, minutos depois ela chegou no local, onde flagrou o médico dormindo, quando foi exonerado de imediato”.

Para atender de melhor forma a população, outro profissional já assumiu a vaga, proporcionando atendimentos eficiente, que vão de encontro com a necessidade da população.

Desde quando a prefeita assumiu seu mandato, que vem fazendo uma gestão participativa e humanizada, colocando como prioridade o atendimento das demandas dos moradores.

“Respeito e seriedade é o nosso compromisso, com quem confiou na gente, não podemos fazer menos do que trabalhar para atender as reivindicações, e vamos continuar, com apoio de todos, fazer mais e melhor pelo nosso município”, ressaltou a prefeita, Francieli Magalhães.

 

Leia Também:  Governo de Mato Grosso quer reforçar aplicação de lei sobre contratação de reeducandos

 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Mesas interativas serão usadas para inovar educação infantil em Sinop

Publicados

em

Foto: Prefeitura de Sinop-MT

Mais de 17 mil estudantes da rede pública municipal de Sinop (a cerca de 498 km de Cuiabá), começarão o ano letivo de 2022 equipados com 100 mesas digitais interativas e multidisciplinares. A tecnologia, direcionada aos alunos da educação infantil e ensino fundamental, funcionará como um complemento às atividades realizadas em sala de aula, agregando ao “Programa de Apoio Pedagógico Intensivo”, realizado nas 39 unidades, no reforço escolar contraturno. 

As mesas digitais contam com ecossistema de atividades digitais, em conformidade com a Base Nacional Comum Curricular – BNCC e as diretrizes municipais curriculares da educação básica. São 16 aplicativos digitais com mais de 400 atividades educacionais instaladas. Além de português e matemática, a mesa oferece atividades de contação de histórias, com módulo de leitura simultânea de libras, quebra-cabeça, tabuada divertida, brinquemática, aprendizagem de linguagem de sinais e raciocínio lógico, dentre outras atividades.

Através de interativa amesa promove um aprendizado mais lúdico, divertido, e também soma para alfabetização, desenvolvimento do raciocínio lógico, coordenação motora, memorização, atenção, paciência e criatividade, dos alunos.

A mesa digital interativa é uma tecnologia que oferece possibilidades para uma prática pedagógica inovadora e inclusiva, destaca a secretária de Educação, Esporte e Cultura, Sandra Donato. “As atividades dessa ferramenta tecnológica incentivam o desenvolvimento físico, intelectual, psicológico e social das crianças. Elas manipulam materiais concretos e recursos digitais, exercitando a coordenação motora, o relacionamento e possibilitando a descoberta do mundo pelos temas abordados nessa faixa etária. Inserir as mesas digitais interativas como instrumento de apoio à aprendizagem no cotidiano escolar das crianças, que são cada vez mais seduzidas pelo potencial de interação e socialização dessas tecnologias, sem dúvida é o principal desafio de uma gestão pública”.

A gestora destaca ainda que os professores farão várias capacitações ao longo do ano letivo. “A capacitação será contínua com os professores e a equipe técnica. Também temos estagiários nos laboratórios, que poderão auxiliar os professores”, finaliza.

As mesas digitais interativas estão em consonância com a proposta curricular da rede, uma vez que a maioria das atividades propostas contemplam os eixos contidos na proposta curricular da política de ensino. Nelas as crianças são protagonistas no processo de aprendizagem, participam ativamente das atividades, de maneira colaborativa. Os professores, que buscavam uma inserção digital nas unidades educacionais, podem configurar atividades e contam com sugestões de encaminhamentos que auxiliam no processo ensino e aprendizagem.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Chapa vencedora do CRECI-MT se manifesta sobre Ação Cautelar
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA