VÁRZEA GRANDE

investimento de R$ 77 milhões.

Governo federal lança 2ª fase da Operação Guardiões dos Biomas

A atuação será no combate a queimadas e incêndios florestais em todo o país

Publicado em

Política

Foto: © Fabio Rodrigues-Pozzebom

Na última terça-feira (21) 0 Ministério da Justiça e Segurança Pública lançou a segunda edição da Operação Guardiões do Bioma, que vai atuar no combate a queimadas e incêndios florestais em todo o país. O investimento é de R$ 77 milhões.

O trabalho de contenção do fogo será feito até janeiro de 2023, com 1.800 agentes da Força Nacional e mais 3 mil brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e do Ibama. 

Os agentes terão à disposição camionetes 4×4 equipadas com kits de combate ao fogo, barcos, drones e monitoramento por GPS. 

A área de atuação será em 15 estados (Acre, Amazonas, Amapá, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul e Tocantins). 

O ministério espera superar o índice de 24% de redução de áreas queimadas, alcançado no ano passado, na primeira fase da operação. 

A operação também terá apoio do Ministério do Meio Ambiente e das secretarias estaduais de Segurança Pública. 

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Cestas básicas apreendidas serão doadas a famílias de Vera
Propaganda

Política

“Me coloque fora desta, lá é só rolos”, disse Wellington Fagundes

Questionado sobre as questões das emendas envolvendo a Assembleia Legislativa, o senador refugou os parlamentares de MT

Publicados

em

Foto: Agência Senado

Nos últimos dias, as questões envolvendo os recursos destinados por determinados parlamentares, tomaram conta do cenário municipal, estadual e nacional, mesmo assim, quando questionado sobre as suspeitas envolvendo integrantes da Casa de Leis estadual, o senador e pré-candidato a reeleição, Wellington Fagundes (PL) refugou.

Para não se envolver em nenhuma questão que possa de alguma forma respingar a sua imagem, o senador que participou de um evento do governo do estado, na tarde de ontem, foi questionado referente aos últimos acontecimentos na Assembleia, e respondeu:

“Me coloque fora desta, só rolos”, repudiou o senador.

 O pré-candidato mostrou que mais tem interesse, em manter sua imagem da forma como está, do que se envolver em relações de outros poderes, ainda mais com detalhes considerados pejorativos.

Wellington Fagundes mostrou que pode usufruir dos benefícios propostos por determinados parlamentares, mas que na hora da “Onça beber água”, é melhor cada um cuidar do seu cada um.

Pelo que tudo indica, o que até semana passada era visto como vantajoso, ter apoios de deputados, hoje, parece que as condutas dos pré-candidatos vão mudar, até porque, quem vai querer ter a sua imagem ligada à de algumas pessoas investigadas pela justiça, por suposto uso irregular do dinheiro público.

Leia Também:  Mendes não deverá ficar neutro, mas irá aguardar definições para ter um posicionamento

De glamour para refugo, como foi parar a imagem de boa parte dos integrantes de uma instituição tão importante como a Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA