VÁRZEA GRANDE

INVESTIMENTOS NA SAÚDE

Emanuel Pinheiro entrega quatro vans zero Km para programas de Assistência Médica e Odontológica

Emanuel Pinheiro afirmou que os futuros atendimentos irão assistir pessoas da área rural e em situação de rua. “São demandas que queremos suprir também na Saúde Pública do município”, diz.

Publicado em

Política

Foto: Luiz Alves - SECOM CUIABÁ

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, entregou na manhã de hoje (17), no estacionamento do Hospital Municipal de Cuiabá e o Pronto-Socorro “Dr. Leony Palma de Carvalho (HMC), quatro vans para atender o programa “Amor” (Assistência Médica e Odontológica Rural), e o programa “Consultório de Rua”, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Os atendimentos abrangem pessoas da área rural e em situação de rua. Antes da entrega, o prefeito participou ainda de um culto ecumênico na capela da unidade hospitalar.

“Os veículos novos irão reforçar os atendimentos a nossa gente. Tenho a certeza que as equipes do programa Amor e Consultório de Rua, que são compostas por médico, enfermeiro, cirurgião dentista e técnico em saúde bucal vão ter mais condições de trabalho. Isso sim é humanizar os serviços. Estamos trabalhando firmes para proporcionar qualidade e excelência nos serviços prestados”, destacou o prefeito Emanuel Pinheiro.

Segundo o secretário de Saúde, Guilherme Salomão, as vans irão substituir a frota antiga. “O prefeito tem essa sensibilidade, de levar assistência a quem precisa, mesmo que sejam em comunidades mais distantes. Hoje são em média 9 mil pessoas atendidas pelo programa Amor, são oito comunidades atendidas. Sobre o Consultório de Rua, o veículo novo vai beneficiar esse público marginalizado pela sociedade. Só ano passado o programa atendeu 3.688 pessoas”, informou o secretário.

Leia Também:  Bolsonaro: novo auxílio pode começar em março e durar até quatro meses

Para a secretária Adjunta de Atenção Primária, Roseli Barranco, o prefeito está de parabéns. “A gestão Emanuel Pinheiro leva prevenção e promoção à saúde com uma equipe completa de profissionais, que reforça os atendimentos. Essas pessoas mais distantes, da área rural, recebem acolhimento e atendimento. As pessoas em situação de rua, são cadastradas e recebem vacinas, orientações e atendimentos. É um público que oscila muito a quantidade, mas recebe o respaldo da gestão, que faz o controle e acompanhamento”, concluiu.

Participaram do ato de entrega das vans o secretário de Saúde Guilherme Salomão, secretária adjunta de Atenção Primária, Roseli Barranco, Secretário de Planejamento, Éder Galiciani, que responde interinamente como secretário adjunto de Gestão da SMS, secretário de Governo Luis Cláudio, diretor-geral da ECSP Paulo Rós e o diretor-administrativo da ECSP Eduardo Vasconcellos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Política

Trabalho do Governo de MT inspira novo ministro dos Transportes

Mato Grosso se tornou referência nacional ao propor o modelo inovador de transferência do controle da BR-163 da Rota do Oeste para o Governo do Estado, por meio da MT Participações e Projetos (MT Par), sociedade de economia mista.

Publicados

em

Divulgação: SECOM MT

A solução inovadora do Governo de Mato Grosso para resolver o entrave da concessão da BR-163, entre Cuiabá e Sinop, está servindo de inspiração para o Governo Federal. O ministro dos Transportes, Renan Filho, estuda utilizar a mesma fórmula adotada pelo Estado, por meio da MT Par, no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

O assunto é destaque no jornal Valor Econômico desta sexta-feira (27.01). A publicação aponta que “o governo federal começou a analisar algumas alternativas para destravar a relicitação de rodovias e aeroportos cujas concessões estão em processo de devolução ao poder público”.

“O repasse das concessões rodoviárias para o Dnit é inspirado no modelo adotado recentemente para a Rota do Oeste, trecho da BR-163 que estava sob administração da Odebrecht e que passou ao controle do governo de Mato Grosso, por meio da MT Participações e Projetos. A estatal assumiu todos os compromissos previstos no contrato original”, escreveu o repórter Murillo Camarotto.

Case de sucesso

Mato Grosso se tornou referência nacional ao propor o modelo inovador de transferência do controle da BR-163 da Rota do Oeste para o Governo do Estado, por meio da MT Participações e Projetos (MT Par), sociedade de economia mista.

Leia Também:  Coronel Assis e deputado Botelho discutem melhorias na segurança pública de MT

Dos mais de 800 km de rodovia que ligam Mato Grosso de Norte a Sul, a Concessionária Rota do Oeste, que detinha o controle da BR-163 desde 2013, se comprometeu em duplicar 450 km de estrada. No entanto, só entregou 120 km. A via passou, então, a ser conhecida como a “rodovia da morte”, em função do grande número de acidentes que acontecem diariamente no trecho.

A proposta recebeu aval do Tribunal de Contas da União (TCU) e aguarda acordo de renegociação das dívidas da concessionária junto às instituições financeiras para ser selado definitivamente pelo governo.

Confira a íntegra da reportagem do Valor Econômico.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA