VÁRZEA GRANDE

FUNDO ELEITORAL

Bolsonaro reafirma que vetará fundo eleitoral de 2022

“Defendemos, acima de tudo, a harmonia entre os Poderes, bem como a sua autonomia”, disse o presidente

Publicado em

Política

Isac Nóbrega - PR

O presidente Jair Bolsonaro reafirmou na noite desta terça-feira (20) que vetará o fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões aprovado pelo Congresso Nacional na semana passada, no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) de 2022.

“Defendemos, acima de tudo, a harmonia entre os Poderes, bem como a sua autonomia. É partindo deste princípio que jogamos, desde o início, dentro das quatro linhas da Constituição Federal. Dito isso, em respeito ao povo brasileiro, vetarei o aumento do fundão eleitoral”, escreveu o presidente em postagem na sua conta de Twitter.

Ontem (19), em entrevista exclusiva para a Rádio Nacional, veículo da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), o presidente já havia sinalizado a intenção de vetar o valor aprovado pelos parlamentares. “A tendência nossa é não sancionar isso daí em respeito aos trabalhadores, ao contribuinte brasileiro”, disse o presidente. Ele defendeu que o recurso poderia ser melhor aplicado na construção de pontes e construção de malha rodoviária, por exemplo.

O fundo de financiamento de campanha foi criado após a proibição do financiamento privado, em 2015, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), sob o argumento de que as grandes doações empresariais desequilibram a disputa eleitoral. Nas eleições de 2018, o valor reservado para as candidaturas foi R$ 2 bilhões. O veto presidencial, se confirmado, precisará ser analisado pelos congressistas, que podem derrubá-lo. 

Edição: Claudia Felczak

Por Pedro Rafael Vilela – Repórter da Agência Brasil – Brasília

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Várzea Grande participa de pesquisa do Ministério da Saúde que avalia estado nutricional de crianças de até 5 anos
Propaganda

Política

Mauro Mendes e Jayme Campos unidos pelos trilhos do progresso e desenvolvimento

“O governador Mauro Mendes é um homem inteligente, viu a importância da ferrovia, modernizando a logística, potencializando a economia, gerando emprego e mais renda para Mato Grosso”, declarou Jayme.

Publicados

em

Da Redação

Sincronia além das divergências, trilhos dão “rumo” à consolidação da união do DEM em MT, assim ficou totalmente expostos com as trocas de elogios, entre o senador da República, Jayme Campos e o governador do estado de Mato Grosso, Mauro Mendes, na manhã desta segunda-feira, 20.09.21, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá, durante o ato de assinatura da construção da 1º Rodovia Estadual do Brasil.

O que para muitos ainda tinha qualquer dúvida vigente, referente a uma possível incompatibilidade, política e administrativa nas condutas “rumo” a formação do grupo, que irá disputar as eleições em 2022, as declarações reconhecendo as importâncias dos trabalhos realizados, tanto do senador Jayme Campos, quanto do governador Mauro Mendes, para conquista desta obra muda a história econômica de Mato Grosso, jogou por “terra”, qualquer ponta de “aresta”.

A sincronia entre as duas lideranças do DEM, que se um dia foi abalada por qualquer tipo de atrito, hoje, mais do nunca, mostrou que já foi superada, com um objetivo em comum, o melhor por Mato Grosso.

O senador Jayme Campos além de tecer inúmeros elogios ao governador, ainda demonstrou entusiasmo com os trabalhos desenvolvidos pela gestão.

“O governador Mauro Mendes é um homem inteligente, viu a importância da ferrovia, modernizando a logística, potencializando a economia, gerando emprego e mais renda para Mato Grosso”, declarou Jayme.

Por outro lado, o governador falou do empenho da maioria da “Bancada Federal”, composta por seis deputados e três senadores, que trabalharam muito, para a concretização da tão sonhada chegada dos trilhos em Cuiabá.

“Agradeço a todos que contribuíram para que este sonho se torne fato, mas tenho de reconhecer o empenho e trabalho realizado pelo senador Jayme Campos, que foi muito importante para conseguir as condições para iniciar as obras”, ressaltou Mauro Mendes.

Com o alinhamento das duas principais lideranças do DEM em MT, a consolidação do partido, se mostra pronta, “problemas internos resolvidos”, pelo que tudo indica, o objetivo agora é agregar com outras siglas, que siga o “rumo” do desenvolvimento eleitoral para 2022.  

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Governo Estadual autoriza retorno de cirurgias eletivas em Mato Grosso
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA