VÁRZEA GRANDE

Polícia

Primeiro Comando Regional da PM divulga produtividade da Operação Black Friday

Cerca de 50 policiais foram empregados na ação, que durou das 07h às 22h, e trouxe segurança à população, em especial aos comerciantes

Publicado em

Polícia

Foto: PMMT

Neste sábado (27.11), a Polícia Militar, através do 1º Comando Regional, fez um balanço de produtividade da Operação Black Friday, deflagrada na Capital com o objetivo de reforçar o policiamento ostensivo e preventivo na região do Centro Histórico de Cuiabá.

A operação contou com o apoio das unidades especializadas da PM (Rotam, Cavalaria, Força Tática e Raio) dentre outras unidades, e contabilizou 95 veículos e 133 pessoas abordadas, 16 infrações confeccionadas, sete veículos removidos, três boletins de ocorrência confeccionados, três pessoas conduzidas e um foragido da Justiça recapturado.

Cerca de 50 policiais foram empregados na ação, que durou das 07h às 22h, e trouxe segurança à população, em especial aos comerciantes, conforme destacou o tenente-coronel Jean Lima, comandante do 21º BPM.

“Neste ano contamos com apoio da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Ordem Pública, e também da Secretaria de Mobilidade Urbana, conseguindo levar segurança aos cidadãos que realizaram suas compras no centro da cidade com maior tranquilidade”, destacou o comandante.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Motorista de aplicativo reage a assalto e PM prende suspeito
Propaganda

Polícia

PC fecha empresa clandestina de fundição de chumbo em Várzea Grande

Publicados

em

Foto: PJC-MT

Através de ama ação conjunta da Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) e Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Várzea Grande, fechou uma fábrica de fundição clandestina de chumbo que estava funcionando ilegalmente, no município.

A gerente que trabalha no estabelecimento foi conduzida para prestar esclarecimentos.

De acordo com a Policia Civil, foi feito uma denúncia sobre um estabelecimento no bairro Vitória Régia, em Várzea Grande, onde funcionava uma fábrica clandestina de derretimento de chumbo para peças de automóveis. Segundo as informações, a vizinhança estava sofrendo com o mau cheio e a fumaça produzida pela queima de chumbo de forma artesanal.

Foto: PJC-MT

Então, a equipe de investigadores da Dema foi até a empresa, e constatou a atuação irregular do estabelecimento, que não possui alvará de funcionamento ou qualquer documento para realização do serviço.

A polícia solicitou a presença da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) para realização de perícia e dos fiscais da Secretaria de Meio Ambiente do município que solicitaram os documentos e notas fiscais da empresa, onde também funciona um comércio de venda e distribuição de rodas de liga leve.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Terceira fase da Operação Smash cumpre 70 mandados de prisões de procurados pela Justiça
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA