VÁRZEA GRANDE

Polícia

Polícia Civil instaura inquérito sobre conduta de motorista que destruiu manifestação em homenagem às vítimas da Covid-19

O motorista que conduzia um veículo Volkswagen Fox, de cor vermelha, já foi identificado e responderá por direção perigosa

Publicado em

Polícia

Foto: PJC/MT

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), instaurou inquérito policial para apurar a conduta do motorista que de forma intencional transitou em alta velocidade em um canteiro central da Avenida Historiador Rubens de Mendonça (Avenida do CPA), destruindo uma manifestação pacífica em homenagem aos mais de 600 mil mortos pela Covid-19.

O motorista que conduzia um veículo Volkswagen Fox, de cor vermelha, já foi identificado e responderá por direção perigosa, direção sob a influência de álcool, além do crime de dano.

O fato ocorreu durante a madrugada de segunda-feira (25.10), quando voluntários do Observatório Social de Mato Grosso fizeram um protesto pacífico de combate à corrupção, fincando cruzes pintadas de preto com balões vermelhos em homenagem às vítimas da Covid-19, no canteiro central da Avenida do CPA.

Após o término da montagem, o motorista que estava com veículo estacionado do lado direito da avenida, em um trailler de lanches, subiu com o carro no canteiro central da via, passando por cima de várias cruzes, vandalizando a manifestação e em seguida saindo em alta velocidade.

O boletim de ocorrência foi registrado na manhã de terça-feira (26), e imediatamente após a comunicação, a equipe da Deletran iniciou as diligências para apurar a autoria das fatos. Através de imagens de câmeras de segurança foi possível verificar que o suspeito parou no trailler de lanches, próximo a um posto de combustível, por volta das 03h30 e ficou ingerindo bebida alcoólica no local até o início da manhã.

Segundo o delegado da Deletran, Christian Alessandro Cabral, nas duas horas em que ficou ingerindo bebida alcoólica no local, o suspeito ficou observando os voluntários montarem o protesto pacífico e possivelmente arquitetando a conduta criminosa.

O inquérito policial foi instaurado para apurar os crimes de direção perigosa, direção sob influência de álcool e também o dano. O veículo já foi identificado e os policiais da Deletran trabalham para localizar o suspeito que será intimado para prestar esclarecimentos na unidade especializada.

Leia Também:  Civil prende homem que convivia maritalmente com menor

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Homem é preso por ameaçar e trancar esposa dentro de casa

A vítima relatou ainda que o suspeito guardava uma espingarda dentro de um dos quartos da casa

Publicados

em

A Polícia Militar libertou uma mulher mantida em cárcere privado pelo marido, no bairro 23 de setembro, em Várzea Grande. O homem de 33 anos foi preso por ameaça, posse irregular de arma de fogo, sequestro e cárcere privado.

Os policiais foram acionados, via 190, para verificar uma ocorrência em que uma mulher estaria sendo mantida em cárcere privado e ameaçada pelo marido. De imediato, a PM foi até a residência e libertou a mulher. A vítima contou que o marido a proibiu de sair para ir ao banco resolver assuntos financeiros. Ela disse que ao se arrumar para sair, o suspeito fez ameaças a ela dizendo que “se ela montasse na motocicleta iria derrubá-la e colocar fogo no veículo dela, e que ela não sairia para lugar nenhum”.

A vítima relatou ainda que o suspeito guardava uma espingarda dentro de um dos quartos da casa. Os policiais fizeram buscas no imóvel e localizaram a arma de fogo de pressão adaptada para calibre 22 e uma caixa contendo 50 munições. O homem recebeu voz de prisão e foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  PM frustra assalto e prende três com a ajuda de vítima que se escondeu em quarto
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA