VÁRZEA GRANDE

em Rondonópolis

Polícia Civil esclarece diversos furtos a residências e estabelecimentos comerciais

Seis envolvidos com furtos a residências e comércio em Rondonópolis são presos pela Polícia Civil

Publicado em

Polícia

Foto: PJC-MT

A Polícia Civil prendeu seis pessoas envolvidas nos crimes depois de esclarecer diversos furtos a residências e estabelecimentos comerciais. De acordo com a investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, os suspeitos estão envolvidos em sete furtos a residências e comércios, em diferentes bairros da cidade.

Toda a ação foi registrada por câmeras de segurança. Em uma das investigações, a equipe da DERF apurou que um grupo foi responsável por três furtos praticados contra residências no bairro Sagrada Família. 

Em uma das ocorrências, as vítimas estavam viajando e a dupla criminosa chegou à residência durante a madrugada, em uma caminhonete vermelha, destravou o portão e encostou a camionete no imóvel. Depois de fazer um ‘limpa’ na casa, os criminosos saíram levando eletroeletrônicos, bicicletas e demais objetos avaliados em mais de 50 mil reais.

Depois de ser comunicada sobre o crime, a equipe de investigação DERF localizou o veículo utilizado no crime e prendeu os autores do crime.

Os objetos furtados foram localizados em duas residências nos bairros Alfredo de Castro e Jardim Rivera. Na oficina mecânica de um dos suspeitos, os investigadores encontraram uma televisão enrolada em um cobertor e camuflada no meio de motocicletas e na casa dele foram encontrados um retroprojetor HD, um fogão de 5 bocas e uma tornozeleira eletrônica rompida.

Os investigadores identificaram que a caminhonete pertence a um servidor do Centro de Zoonoses de Rondonópolis, que foi autuado pelo crime de receptação. Na residência dele foi encontrada parte do material de construção furtado (telhas e um andaime).Os policiais civis apuraram ainda que a mesma dupla havia cometido outro furto em um obra no bairro Granvile, quando levaram material de construção utilizando a mesma caminhonete vermelha para transportar os materiais.

Em outra residência, os policiais localizaram televisores, bicicleta, motocicleta elétrica, latas de tintas, macaco hidráulico, caixas de som, calçados, materiais para construção, botijão de gás e bomba de pressão.

Furtos no Jardim Europa

Em outra investigação sobre três furtos ocorridos a estabelecimentos comerciais da região central e no Jardim Europa, em Rondonópolis, a equipe da Derf prendeu mais três suspeitos de envolvimentos nos crimes, dois homens e uma mulher.

Para cometer os furtos, o trio usava um veículo Fiat Palio preto, que foi aprendido durante as diligências na casa da mulher. Dentro do veículos, os investigadores encontraram várias peças de roupas e no quatro da quitinete, cabides espalhados que foram reconhecidos por uma das vítimas. Um dos suspeitos detidos assumiu a participação no crime e disse que em sua casa havia uma das peças furtadas.

O furto cometido no bairro Jardim Europa foi registrado por câmeras de segurança e os materiais estão avaliados em mais de R$ 20 mil.Parte dos materiais furtados também foi recuperada em quitinetes na área central de Rondonópolis. Pelas imagens reunidas na investigação é possível ver quando uma dupla passa por uma das ruas e logo depois surge o Palio preto. Um dos suspeitos tem deficiência física e usa muletas.

A residência onde parte dos objetos foram localizados funciona como um ponto de tráfico. Com a dona da casa foram apreendidas porções de cocaína e ela confessou a venda dos entorpecentes.

Leia Também:  Ação policial prende menores infratores por morte de mulher em Água Boa
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Equipamentos de pesca predatória são apreendidos em Sorriso

As apreensões ocorreram após o NIF receber várias denúncias de crimes ambientais na região.

Publicados

em

Equipes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e do Núcleo Integrado de Fiscalização de Sorriso (NIF) com apoio da Polícia Militar e da Defesa Civil, apreenderam, várias redes e tarrafas durante operação de fiscalização de pesca predatória no Salto Magessi, no distrito de Boa Esperança, em Sorriso.

Em pleno período de piracema, as equipes flagraram diversos apetrechos de pesca no rio Teles Pires e às margens dele. Até acampamentos bem estruturados foram montados para pescadores e caçadores passarem as noites no local.

As apreensões ocorreram após o NIF receber várias denúncias de crimes ambientais na região. Gabriel Conter, diretor regional da Sema em Sinop, destaca a importância do apoio dos municípios no trabalho de fiscalização da pesca predatória e demais crimes ambientais, tendo em vista que o estado não consegue chegar a todos os locais.

Apesar de todo material apreendido, ninguém foi preso. Porém, segundo o NIF, a partir de agora, as fiscalizações serão intensificadas no local.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Duas mães são detidas por abandono de incapaz em Campo Novo do Parecis
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA