VÁRZEA GRANDE

"Operação Cupiditas"

Polícia Civil deflagra operação contra ex-funcionária que desviou quase R$ 400 mil de loja

Conforme investigação da Derf, a autora do furto trabalhava como responsável pelo setor financeiro e, entre os meses de setembro do ano passado e agosto deste ano

Publicado em

Polícia

Foto: Polícia Civil

Nesta quarta-feira (28) a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis deflagrou a ‘Operação Cupiditas’, para cumprimento de mandados de busca e apreensão e sequestro de bens contra uma mulher que furtou quase R$ 400 mil da loja em que trabalhava.

Em agosto deste ano, a Derf de Rondonópolis instaurou um inquérito para apurar o crime de furto qualificado, por abuso de confiança e fraude, praticado pela investigada contra a boutique de roupas onde trabalhava.

Conforme investigação da Derf, a autora do furto trabalhava como responsável pelo setor financeiro e, entre os meses de setembro do ano passado e agosto deste ano, desviou o montante de R$ 368.228,35 da conta da boutique.

Informações apuradas pela delegacia especializada, dados do boletim de ocorrência, depoimentos das vítimas, testemunhas e demais documentos reunidos no inquérito apontam que a investigada simulava o pagamento de duplicatas da empresa e fazia transferências, via PIX, para sua conta pessoal. Os valores desviados também eram transferidos para contas de uma irmã e de sua mãe, além de outras pessoas. Ela ainda usava o dinheiro desviado para pagamentos de duplicatas e compras pessoais, como roupas, em outras em lojas da cidade.

Leia Também:  Acadepol realiza palestra 'A Obtenção de Provas Subjetivas à Luz da Lei'

De acordo com a auditoria financeira realizada pela vítima, foram efetuados pagamentos no valor de R$ 273.487,88 em nome da própria investigada e transferidos R$ 4 mil para a conta particular dela por meio do Pix.

Outro pagamento, de R$ 40 mil, foi direcionado à irmã da investigada, enquanto a mãe dela recebeu R$ R$ 2.407,43. A autora do furto também fez 66 transações bancárias que totalizaram R$ 46.162,00, fracionadas para diversas pessoas.

COMPRAS EM LOJAS

As investigações apontam ainda que a investigada utilizou parte dos valores furtados da boutique, onde trabalhava, para comprar bens variados. Entre os meses de julho e agosto deste ano, ela adquiriu, aproximadamente, R$ 25 mil em roupas em uma loja de luxo da cidade, mesmo apresentando um rendimento salarial de R$ 3 mil.

Após representação da Derf, a Justiça autorizou o bloqueio de R$ 368 mil nas contas da investigada e de uma irmã dela, além dos mandados de busca e apreensão.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Polícia Civil cumpre prisão contra autor de roubo a casal de idosos em Tangará da Serra

Conforme apurado, além de roubar o casal de idosos, subtraindo jóias, dinheiro e outros objetos, causando prejuízo de aproximadamente R$ 50 mil, o jovem ainda agrediu fisicamente as vítimas

Publicados

em

Foto: PJC-MT

O autor de um roubo cometido contra um casal de idosos no município de Tangará da Serra (239 km a médio norte de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil, na tarde de segunda-feira (05.12), durante ação para cumprimento de mandado judicial.

O suspeito de 21 anos teve a prisão preventiva decretada pela 2ª Vara Criminal da Comarca local, após ser identificado nas investigações da Delegacia de Tangará da Serra para esclarecer o crime.

Conforme apurado, além de roubar o casal de idosos, subtraindo jóias, dinheiro e outros objetos, causando prejuízo de aproximadamente R$ 50 mil, o jovem ainda agrediu fisicamente as vítimas. 

Com base nos indícios e evidências de autoria a Polícia Civil representou pelo mandado de prisão preventiva e de busca e apreensão domiciliar, deferido pela Justiça.

Diante da ordem judicial os policiais civis realizaram diligências para localizar o suspeito, que ao ser abordado tentou fugir, porém acabou detido. Ato contínuo a equipe foi até a residência do investigado no bairro Jardim Morada do Sol, onde cumpriram as buscas.

Leia Também:  GAP frustra tentativa de entrega de drogas na Penitenciária Central

Em seguida o suspeito foi conduzido até a delegacia para as providências cabíveis, sendo posteriormente encaminhado ao Centro de Detenção Provisória, ficando à disposição do Poder Judiciário.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA