VÁRZEA GRANDE

Parceria formalizada

Polícia Civil de Paranatinga recebe aporte tecnológico

De acordo com o Ministério Público Estadual, os aparelhos informáticos são proveniente de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) oriundo de crime ambiental.

Publicado em

Polícia

Foto: PMMT

A Polícia Civil do município de Paranatinga (cerca de 373 km ao sul de Cuiabá), recebeu um aporte tecnológico no valor total de R$ 60 mil, proveniente de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) oriundo de crime ambiental.

O delegado Hugo Abdon de Araujo Lima explicou que trata-se de um acordo firmado entre a Promotoria Cível de Paranatinga e um fazendeiro da região, o qual praticou infração ambiental.

“O Ministério Público ofereceu acordo através de um TAC para que esse fazendeiro, em vez de pagar a multa em dinheiro, fornecesse o aporte de aparelhos eletrônicos no montante de R$ 60 mil à Delegacia de Paranatinga”, destacou o delegado.

Após parceria formalizada com o Ministério Público Estadual, foram recebidos pela Delegacia de Polícia: 10 computadores de alta tecnologia, 20 monitores de 24 polegadas e 11 aparelhos de no breaks.

Conforme Hugo Abdon a fundamentação para receber esse investimento é em razão dos inquéritos e Termo Circunstanciados de Ocorrência (TCO) ambientais, instaurados e concluídos pela Polícia Civil, que demonstram o papel fundamental da instituição na repressão aos crimes ambientais.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Alarme de agência bancária é acionado
Propaganda

Polícia

Homem é preso por ameaçar e trancar esposa dentro de casa

A vítima relatou ainda que o suspeito guardava uma espingarda dentro de um dos quartos da casa

Publicados

em

A Polícia Militar libertou uma mulher mantida em cárcere privado pelo marido, no bairro 23 de setembro, em Várzea Grande. O homem de 33 anos foi preso por ameaça, posse irregular de arma de fogo, sequestro e cárcere privado.

Os policiais foram acionados, via 190, para verificar uma ocorrência em que uma mulher estaria sendo mantida em cárcere privado e ameaçada pelo marido. De imediato, a PM foi até a residência e libertou a mulher. A vítima contou que o marido a proibiu de sair para ir ao banco resolver assuntos financeiros. Ela disse que ao se arrumar para sair, o suspeito fez ameaças a ela dizendo que “se ela montasse na motocicleta iria derrubá-la e colocar fogo no veículo dela, e que ela não sairia para lugar nenhum”.

A vítima relatou ainda que o suspeito guardava uma espingarda dentro de um dos quartos da casa. Os policiais fizeram buscas no imóvel e localizaram a arma de fogo de pressão adaptada para calibre 22 e uma caixa contendo 50 munições. O homem recebeu voz de prisão e foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Judiciária Civil.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Autor de tentativa de feminicídio tem prisão cumprida pela Polícia Civil em Vila Bela
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA