VÁRZEA GRANDE

"Investigação"

Polícia Civil cumpre mandado de busca em escritório de advocacia em Barra do Garças

Durante cumprimento da ordem judicial foram apreendidos celulares e diversos documentos. As buscas foram acompanhadas pela Comissão de Garantias e Prerrogativas da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil.

Publicado em

Polícia

Foto: PJC-MT

Um mandado de busca e apreensão domiciliar expedido pela Justiça do Estado de Alagoas foi cumprido pela Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá), na segunda-feira (21.11).

A ação foi realizada em apoio à Polícia Civil de Alagoas, que investiga o escritório de advocacia em Barra do Garças, onde um advogado estaria, supostamente, envolvido em um saque de alvará judicial de uma pessoa falecida, no valor de R$ 2,4 milhões.

Durante cumprimento da ordem judicial foram apreendidos celulares e diversos documentos. As buscas foram acompanhadas pela Comissão de Garantias e Prerrogativas da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil.

Conforme o delegado adjunto da Derf de Barra do Garças, Joaquim Leitão Junior, as investigações apontam que o advogado junto com outros indivíduos, emitiram notas promissórias frias em nome de uma pessoa falecida que possui grandes valores, para ingressarem com uma ação de execução.

Leia Também:  Avenida Miguel Sutil será presenteada em 2022

“Tempos depois, em hipotética simulação com outro advogado do espólio transacionaram aproximadamente R$ 2,4 milhões da pessoa falecida, sendo que somente depois os herdeiros deram falta dos valores”, completou o delegado.

Após o trabalho operacional, os objetos apreendidos no endereço alvo em Barra do Garças serão encaminhados à Polícia Civil de Alagoas, para análises e continuidade das investigações.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Polícia Civil cumpre prisão contra autor de roubo a casal de idosos em Tangará da Serra

Conforme apurado, além de roubar o casal de idosos, subtraindo jóias, dinheiro e outros objetos, causando prejuízo de aproximadamente R$ 50 mil, o jovem ainda agrediu fisicamente as vítimas

Publicados

em

Foto: PJC-MT

O autor de um roubo cometido contra um casal de idosos no município de Tangará da Serra (239 km a médio norte de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil, na tarde de segunda-feira (05.12), durante ação para cumprimento de mandado judicial.

O suspeito de 21 anos teve a prisão preventiva decretada pela 2ª Vara Criminal da Comarca local, após ser identificado nas investigações da Delegacia de Tangará da Serra para esclarecer o crime.

Conforme apurado, além de roubar o casal de idosos, subtraindo jóias, dinheiro e outros objetos, causando prejuízo de aproximadamente R$ 50 mil, o jovem ainda agrediu fisicamente as vítimas. 

Com base nos indícios e evidências de autoria a Polícia Civil representou pelo mandado de prisão preventiva e de busca e apreensão domiciliar, deferido pela Justiça.

Diante da ordem judicial os policiais civis realizaram diligências para localizar o suspeito, que ao ser abordado tentou fugir, porém acabou detido. Ato contínuo a equipe foi até a residência do investigado no bairro Jardim Morada do Sol, onde cumpriram as buscas.

Leia Também:  Inmet emite alerta sobre risco de temporais para 127 cidades de MT

Em seguida o suspeito foi conduzido até a delegacia para as providências cabíveis, sendo posteriormente encaminhado ao Centro de Detenção Provisória, ficando à disposição do Poder Judiciário.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA