VÁRZEA GRANDE

FEMINICÍDIO

Polícia aponta filho de Carlos Bezerra como autor do duplo assassinato

Conhecidos do casal informaram que, mesmo após o término do casamento, Carlos Bezerra perseguia a ex-mulher, formulando ameaças verbais e a agredindo. Ela chegou a oficializar boletim de ocorrência pedindo proteção.

Publicado em

Polícia

Fotos: divulgação redes sociais e câmera de segurança do prédio

O duplo homicídio aconteceu nesta quarta-feira à tarde, na porta do prédio da mãe da vítima, Edifício Monet (Miguel Sutil, em Cuiabá), e praticamente parou todo o trânsito nas imediações. O principal suspeito do crime, Carlos Alberto Gomes Bezerra, é filho do deputado federal por Mato Grosso, Carlos Bezerra (MDB). Ele se evadiu do local em alta velocidade após efetuar a série de disparos letais contra o casal.

A característica desse crime é de feminicídio continuado, visto que a vítima (ex-mulher) foi morta juntamente com outra pessoa.

Foto: câmera de segurança do prédio
Thays e Willian deixam o edifício. O assassino os aguardava lá fora…

Segundo levantamentos iniciais feitos pela Polícia, enciumado pelo fim do relacionamento com a esposa, que durou 10 anos, o suspeito premeditou o assassinato de Thays Machado, 44, e do seu atual companheiro, Willian César Moreno, 40 anos. Para tanto, montou campana regular para acompanhar os passos dos dois.

Conhecidos do casal informaram que, mesmo após o término do casamento, Carlos Bezerra perseguia a ex-mulher, formulando ameaças verbais e a agredindo. Ela chegou a oficializar boletim de ocorrência pedindo proteção.

Foto: câmera de segurança
Thays e Willian segundos antes de serem atingidos pelos tiros

Ao todo, o criminoso efetuou 13 disparos em direção ao casal, acertando ambos mortalmente. Para melhor se posicionar e ter convicção de que acertaria os alvos, Carlos Bezerra engatou marcha a ré no carro e se aproximou ao máximo, desferindo a saraivada de tiros.

Leia Também:  15 kg de pasta base de cocaína são apreendidos pela PRF em Alto Garças-MT

Residente no bairro Quilombo, Thays, que era servidora comissionada no município várzea-grandense, dirigiu-se ao apartamento da mãe para entregar um objeto. Não desconfiou de que pudesse estar sendo monitorada pelo assassino.

Até o fechamento desta edição, Carlos Bezerra ainda continuava foragido. As buscas pela sua localização prosseguem pelos agentes da Delegacia de Homicídios da Capital.

Da Redação

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

Politec suspende emissão de RG para implantar novo modelo

A suspensão ocorre a partir de 13 de fevereiro e tem caráter temporário; após a implantação do novo modelo, em março, atendimentos serão retomados

Publicados

em

Divulgação / Politec - MT

Os atendimentos para emissão dos documentos de identidade no modelo atual serão temporariamente suspensos pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), a partir de 13 de fevereiro, devido à implantação da nova Carteira de Identidade Nacional (CIN), prevista para o mês de março deste ano. Após este período, os atendimentos serão retomados normalmente.

Durante o período de interrupção nos atendimentos, a Diretoria Metropolitana de Identificação Técnica passará por adequações sistêmicas para a emissão do documento de identidade no novo formato, e os servidores passarão por capacitação para operar o sistema.

Para que a demanda de processamento das solicitações já feitas para o modelo atual do documento de identidade seja contemplada no novo formato, a capacidade de análise das solicitações do modelo atual do documento, bem como os atendimentos nos postos de identificação estão reduzidos em 50% pelos próximos dias.

Conforme o Decreto nº 10.977/2022, a Carteira de Identidade Nacional será emitida em modelo único e reconhecida em todo território nacional. Além disso, possuirá um QR Code, que contribuirá com o trabalho dos órgãos de segurança, facilitando a verificação e autenticidade do documento.

Leia Também:  Policiais do 10º BPM identificam suspeito e recuperam televisores e notebooks

A Politec ressalta que, apesar da implantação do novo modelo de identidade, o documento atual tem validade até 2032, portanto não será preciso trocá-lo imediatamente, de modo que a transição pode ser feita de forma gradual.

A nova identidade segue padrões internacionais e possui o código MRZ – o mesmo do passaporte, que permite a entrada em países do Mercosul com maior facilidade. Para os demais países ainda é necessário a apresentação do passaporte.

(Sob supervisão de Tita Mara Teixeira)

Fonte: SECOM MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA