VÁRZEA GRANDE

Violência no Trânsito

PM prende dez homens que agrediam uma vítima em Várzea Grande

Publicado em

Polícia

Foto: PM-MT

Na madrugada desta sexta-feira (14) a Polícia Militar resgatou um homem que estava sendo agredido e prendeu dez suspeitos (com idades entre 20 e 47 anos), por lesão corporal, desobediência e formação de quadrilha, no bairro Jardim Paula I, em Várzea Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta de 4h, a equipe policial recebeu denúncias via 190, que uma caminhonete havia pulado o canteiro central e invadido a contramão da Avenida Júlio Campos. E ainda, que do veículo saíram vários homens, esses estavam agredindo uma vítima na calçada.

Os policiais foram ao local e confirmaram os fatos. Foi ordenado que todos os suspeitos colocassem a mão na cabeça e eles foram revistados. A vítima afirmou aos policiais, que estava passando pela avenida quando foi surpreendida pelo grupo e que todos os suspeitos participaram da ação. O homem foi levado para uma unidade de saúde com diversas lesões pelo corpo.

Ao serem questionados sobre os motivos das agressões, os homens disseram, que a vítima seria responsável por cortar o fio de uma máquina de assar frango de uma distribuidora, próxima ao local do incidente. Então, o grupo foi encaminhado para à Central de Flagrantes, onde serão tomadas as providências necessárias.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Homem é preso por violência doméstica e subtração de filha de três anos em Guarantã do Norte
Propaganda

Polícia

PC fecha empresa clandestina de fundição de chumbo em Várzea Grande

Publicados

em

Foto: PJC-MT

Através de ama ação conjunta da Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) e Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Várzea Grande, fechou uma fábrica de fundição clandestina de chumbo que estava funcionando ilegalmente, no município.

A gerente que trabalha no estabelecimento foi conduzida para prestar esclarecimentos.

De acordo com a Policia Civil, foi feito uma denúncia sobre um estabelecimento no bairro Vitória Régia, em Várzea Grande, onde funcionava uma fábrica clandestina de derretimento de chumbo para peças de automóveis. Segundo as informações, a vizinhança estava sofrendo com o mau cheio e a fumaça produzida pela queima de chumbo de forma artesanal.

Foto: PJC-MT

Então, a equipe de investigadores da Dema foi até a empresa, e constatou a atuação irregular do estabelecimento, que não possui alvará de funcionamento ou qualquer documento para realização do serviço.

A polícia solicitou a presença da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) para realização de perícia e dos fiscais da Secretaria de Meio Ambiente do município que solicitaram os documentos e notas fiscais da empresa, onde também funciona um comércio de venda e distribuição de rodas de liga leve.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Quatro mulheres e um homem são presos com 31 quilos de maconha na cidade de Sorriso
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA