VÁRZEA GRANDE

"Campo seguro"

Jornada de Segurança Pública debate enfrentamento a crimes na área rural

Publicado em

Polícia

 

A terceira etapa da Jornada Nacional de Segurança Pública e Defesa Social, promovida pelo Ministério da Justiça, reúne nesta semana, em Sinop, autoridades da área de vários estados, para debater práticas e experiências investigativas, sobre o policiamento rural no País.

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval Resende, participou da abertura do evento na terça-feira, junto com o secretário estadual de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, e o secretário Nacional de Segurança Pública, Carlos Renato Paim.

O encontro segue até esta quinta-feira, e reúne profissionais da segurança de vários estados, para debater e compartilhar experiências em relação ao policiamento nas regiões rurais e a investigação criminal qualificada no enfrentamento aos crimes rurais, entre eles, os relacionados a roubos de cargas, contrabando de defensivos e organização criminosa.

O intuito da Jornada Nacional de Segurança Pública é produzir, a partir das discussões, diagnósticos e captar informações para construção de uma ação de política pública, voltada para a segurança rural.

Crime organizado e defensivos contrabandeados

A mesa redonda desta quarta-feira (24) tratou sobre “Investigação Criminal Qualificada no Enfrentamento aos Crimes Rurais”, com a participação de delegados das Polícias Civis de Mato Grosso e do Rio Grande do Sul.

O delegado Vitor Hugo Bruzulato, da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), explanou sobre a atuação da instituição em relação a roubos e furtos de carga, crime organizado, roubo a bancos e contrabando de defensivos, entre outros delitos que são apurados pela unidade que tem atribuição estadual.

“Todo o trabalho de enfrentamento a esses crimes é desenvolvido de forma integrada com outras unidades da Polícia Civil, em virtude da dimensão territorial de Mato Grosso, e também de outras instituições, como por exemplo, a Polícia Rodoviária Federal que tem sido parceira nas ações de repressão ao contrabando e roubo de defensivos, tráfico de drogas, por exemplo”, citou o delegado.

Seis operações da Polícia Civil realizadas pela GCCO neste ano, com foco nos crimes de roubos de cargas, tráfico, defensivos agrícolas e roubo a bancos, resultaram em 158 prisões e 62 cumprimento de buscas e apreensões, bloqueio de R$ 12 milhões em contas de investigados e 75 veículos apreendidos (entre 12 carretas).

O trabalho de repressão realizado nas regiões rurais é constante e tem a integração com a PRF de Mato Grosso, como destacou o delegado Vitor Hugo. “Temos uma parceria muito exitosa com a Polícia Rodoviária Federal, e em um estado de dimensões continentais, com a economia agrícola bem forte, as apreensões de defensivos contrabandeados é constante. Neste ano, já foram 19 toneladas apreendidas”, explicou.

O delegado finalizou reforçando que a tecnologia e a inteligência, junto ao trabalho integrado, são fundamentais para que as polícias possam avançar na repressão qualificadas a essas organizações criminosas.

A Jornada de Segurança Pública começou em setembro e será realizada em sete etapas, até março de 2022, com a discussão de temas como estatísticas de segurança pública; município, segurança pública e criminalidade; segurança nas fronteiras – integração e apoio mútuo; e violência doméstica e contra a mulher.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Rotam prende dupla com carga de defensivos e sementes agrícolas avaliada em mais de R$ 1 milhão

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Polícia

PM prende homens e apreende menor por roubo em farmácia

Na ocorrência, a PM também apreendeu um revólver, um simulacro de arma de fogo e uma quantidade de maconha

Publicados

em

Foto: PMMT

A Polícia Militar prendeu, dois homens e apreendeu um menor de idade (16 anos), por roubo a uma farmácia no bairro Novo Horizonte, em Primavera do Leste. Na ocorrência, a PM também apreendeu um revólver, um simulacro de arma de fogo e uma quantidade de maconha. Durante a abordagem aos suspeitos, os policiais militares encontraram um tablet e um simulacro de arma de fogo com o menor de idade e visualizaram um terceiro indivíduo pulando o muro do imóvel.

Os suspeitos foram detidos por uma equipe de Ronda e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio), na região central do município. Segundo as informações do boletim de ocorrência, após ser acionada via rádio, a guarnição de imediato iniciou patrulhamento pelo local, onde avistou a dupla, um homem de 20 anos e um adolescente, em uma moto Yamaha YBR próximos de uma residência.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, ao adentrarem à casa, os policiais ordenaram que o suspeito colocasse as mãos para cima, no momento em que ele sacou um revólver em direção à guarnição. Um dos policias, com o intuito de neutralizar o suspeito, efetuou um disparo defensivo, atingindo o homem na região do abdomem, que dispensou o revólver calibre 38, posteriormente apreendido pela PM.

Foi acionada uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que prestou o atendimento ao suspeito e o encaminhou ao Pronto Socorro Municipal. Em buscas pelo interior do imóvel, a guarnição localizou, ainda, sete porções de maconha embaladas em plástico filme e, dentro de um guarda-roupas, a quantia de R$ 380 reais.

A motocicleta e o material localizado foram apreendidos e o proprietário da farmácia foi acionado, identificando a motocicleta, o tablet e o dinheiro encontrado na residência como produtos subtraídos do seu estabelecimento.

Os suspeitos foram encaminhados para as providencias cabíveis a Delegacia de Polícia.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Presos homens que cultivavam maconha em residência de Guarantã
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA