VÁRZEA GRANDE

Mundo

Manifestação em apoio a Trump termina com distúrbios e detidos na Califórnia

Publicado em

Mundo

Confusão ocorreu em Huntington Beach. Outras cidades também tiveram passeatas em apoio ao presidente americano.

o menos duas pessoas foram detidas neste sábado (25) durante um confronto entre simpatizantes e críticos do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ocorrido durante uma passeata em Huntington Beach, na Califórnia.

Segundo pôde constatar a Agência Efe, a manifestação organizada nesta cidade por simpatizantes de Trump terminou em distúrbios quando encontrou um grupo de opositores ao presidente.

A polícia local teve que intervir para apaziguar os ânimos e deteve pelo menos duas pessoas, de acordo com a Efe. Já a TV local KTLA afirma que três pessoas foram detidas.

Uma jornailsta do “Los Angeles Times” postou no Twitter um vídeo que mostra uma das brigas; assista abaixo:

A passeata nesta cidade ao sul de Los Angeles foi uma das várias realizadas neste sábado em diversas cidades do país, nas quais os apoiadores de Trump saíram às ruas para expressar seu respaldo, um dia depois que sua proposta de lei para substituir a reforma da saúde promulgada em 2010 não prosperou por falta de acordo dentro do Partido Republicano.

Leia Também:  Apoio do BNDES permitiu à Fiocruz avançar na produção do IFA nacional

“Ainda estamos percebendo que Donald Trump está na presidência, o que queremos dizer às pessoas é que têm que respeitar o chamado de Deus, porque ele permitiu que Trump fosse eleito”, disse à Efe Mary Velasquez, uma latina que marchou na rica Huntington Beach.

Manifestantes marcham em apoio a Donald Trump neste sábado (25) em Huntington Beach, na Califórnia (Foto: Mark RALSTON / AFP)

Manifestantes marcham em apoio a Donald Trump neste sábado (25) em Huntington Beach, na Califórnia (Foto: Mark RALSTON / AFP)

Os eleitores de Trump não qualificaram como fracasso o fato de os republicanos não terem alcançado nesta sexta-feira o consenso necessário para levar adiante o projeto de lei de saúde com o qual queriam substituir a reforma da saúde impulsionada pelo ex-presidente Barack Obama, conhecida como “Obamacare”.

“Não perdemos nada, só não se chegou a um acordo. Estamos pedindo unidade em torno do presidente e seu gabinete”, destacou María Quintanilla, outra hispânica presente na passeata.

Apoio em outras cidades

As manifestações a favor de Trump ocorreram também em estados como Rhode Island, onde os apoiadores do presidente chegaram até o município de Providence e se enfrentaram verbalmente com opositores, em meio à forte presencial policial.

Leia Também:  Suspeito de traficar drogas e usuário são detidos no bairro João Bosco Pinheiro, na Capital
Apoiadores de Trump se concentraram diante da estrela dedicada a ele na Calçada da Fama em Hollywood (Foto: Mark RALSTON / AFP)

Apoiadores de Trump se concentraram diante da estrela dedicada a ele na Calçada da Fama em Hollywood (Foto: Mark RALSTON / AFP)

Em cidades como Seaside Heights (Nova Jersey) e Filadélfia (Pensilvânia), as demonstrações de respaldo foram dirigidas também ao vice-presidente Mike Pence e às forças armadas.

Em Hollywood, cerca de 50 apoiadores do presidente se concentraram diante da estrela dedicada a Donald Trump na Calçada da Fama, enquanto na capital do estado, Sacramento, se repetiram as manifestações de apoio ao presidente.

Pelo Twitter, o presidente agradeceu o apoio nas manifestações. “Obrigado por toas as passeatas Trump de hoje. Apoio incrível. Nós todos vamos fazer a América grande de novo”, postou.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Mundo

Brasil e Grécia firmam cooperação em defesa, serviços aéreos e turismo

Publicados

em

O aprofundamento das relações entre Brasil e Grécia marcou a primeira visita oficial ao Brasil de um chanceler grego, em um século de relacionamento diplomático entre os dois países.

Em encontro de trabalho, no Palácio do Itamaraty, nesta segunda-feira (6), o ministro das Relações Exteriores, embaixador Mauro Vieira, e o ministro dos Negócios Estrangeiros da Grécia, Nikolaos Dendias, assinaram um memorando de entendimento sobre cooperação em turismo para facilitar a troca de informações nas áreas de ecoturismo, turismo cultural e gastronômico.

Os dois países firmaram acordo também no segmento de serviços aéreos, com o objetivo de dar impulso ao fluxo de negócios entre as duas nações.

Por fim, os representantes firmaram o Acordo-Quadro de Cooperação em Defesa. Sobre o tema, o ministro Mauro Vieira destacou que a iniciativa “alçará a troca de experiência e intercâmbio econômico-comercial a outro patamar.

Assinatura de Acordo de Cooperaçao entre o Brasil e Grécia,,Mauro Vieira. Assinatura de Acordo de Cooperaçao entre o Brasil e Grécia,,Mauro Vieira.

Acordos levarão troca de experiências e intercâmbio a outro patamar, diz o ministro Mauro Vieira – Antonio Cruz/Agência Brasil

Segundo Vieira, o governo brasileiro tem interesse em continuar a desenvolver a cooperação no campo da defesa com a Grécia, favorecida por uma “visão do mundo compatível entre os dois países”. O ministro brasileiro mencionou ainda a parceria na compra das aeronaves C-390, que representou um marco no relacionamento bilateral.

Os dois países discutiram também perspectivas do acordo entre Mercosul e União Europeia. “O Brasil está interessado na conclusão do acordo, mas estamos, atualmente, avaliando os termos negociados entre ambos os blocos, para assegurar que o acordo seja equilibrado e com perspectiva de ganhos reais para ambas as partes”, afirmou Vieira.

Leia Também:  Índia: com recordes de mortes por covid-19, corpos flutuam no Ganges

No aspecto ambiental, os chanceleres trataram dos impactos da mudança do clima. Vieira marcou a posição do Brasil pelo fim do desmatamento ilegal e o cumprimento das metas voluntariamente assumidas pelo país no âmbito do Acordo de Paris, adotado em 2015. Mauro Vieira recordou a proposição de candidatura da cidade de Belém para sediar a 30ª Conferência do Clima da Organização das Nações Unidas (COP-30), em 2025.

No encontro desta manhã, Vieira revelou ao colega grego as prioridades do Brasil no biênio 2022/2023, quando o país voltou a participar pela 13ª vez, nas Nações Unidas, de debates e decisões sobre segurança e manutenção da paz.

Sobre o conflito entre Rússia e Ucrânia, que neste mês completa um ano, houve reforço da posição brasileira sobre a Ucrânia. Segundo Vieira, deve ser observada “a importância de uma solução negociada em que as preocupações entre os atores envolvidos sejam levadas em consideração, bem como a necessidade de preservação da integridade territorial e independência da Ucrânia”, com o relevante papel das Nações Unidas, “como instrumento crítico para fomentar o diálogo e a resolução pacífica de disputas”.

Leia Também:  Com apoio da Fiel mais uma vez, Corinthians vence River-PI e assegura vaga para segunda fase da Copinha

O ministro destacou que é prioridade o estabelecimento de um cessar-fogo sem condições prévias para pôr fim à guerra”, visto que o Brasil tem grande preocupação com a perda de vidas humanas, danos materiais, sanções e consequências às regiões mais vulneráveis.

Os dois chanceleres ainda conversaram sobre apoio mútuo a candidaturas a organismos multilaterais, como o de assento no Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU), como faz agora o Brasil, em apoio à intenção da Grécia em integrar o grupo, no biênio 2025/2026.

O ministro Nikolaos Dendias revelou que o Brasil é a primeira parada em sua viagem à América Latina neste ano, e que, com a assinatura do memorando de entendimento, representa a inauguração de uma nova era nas relações bilaterais. Para Dendias, este foi o momento de discutir formas de aumentar a cooperação econômica e cultural e também em organizações internacionais.

“Concordamos que temos que retomar as nossas consultas bilaterais de forma mais ampla, mais costumeira, aumentando as nossas relações econômicas e diplomáticas com o Brasil, que é a maior economia desta região e é uma das prioridades econômicas do nosso governo”, finalizou o chanceler grego.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, a corrente comercial Brasil-Grécia registrou aumento de 27,3% em 2022, alcançando o volume de US$ 406,1 milhões.

Edição: Nádia Franco

Fonte: EBC Internacional

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA