VÁRZEA GRANDE

Mundo

Haiti nomeia novo primeiro-ministro após assassinato de presidente

Publicado em

Mundo


 O governo do Haiti nomeou formalmente nesta terça-feira (20) Ariel Henry como seu novo primeiro-ministro, quase duas semanas após o presidente Jovenel Moise ser assassinado em uma trama que provavelmente se estende para além das fronteiras do país caribenho.

Henry assumiu o papel de líder de fato do país mais pobre do Hemisfério Ocidental em uma cerimônia na capital Porto Príncipe, onde começou seu discurso de posse com um minuto de silêncio pelo presidente assassinado.

O Haiti tem tido dificuldades para controlar o momento de desordem abastecido por gangues violentas e Henry disse que quer criar condições para que o maior número de pessoas consiga votar nas eleições marcadas para o mês de setembro.

“É um momento para união e estabilidade”, disse Henry.

O antecessor, agora ex-primeiro-ministro Claude Joseph, afirmou que a indicação de Henry tem a intenção de facilitar as eleições, que foram realizadas pela última vez em 2016. Ele também alertou para a difícil tarefa adiante.

“Você está herdando uma situação de exceção, caracterizada pela ausência de um presidente para servir como seu escudo, uma crise política sem precedentes na história do país, a insegurança galopante, e uma situação econômica precária e morosa”, disse Joseph.

Leia Também:  Benefícios de vacina da AstraZeneca superam riscos, diz OMS

Tanto Henry quanto Joseph ressaltaram que o governo precisa restaurar a ordem e a segurança, assim como fortalecer a economia debilitada pelo crime e pela pandemia de coronavírus.

A cerimônia desta terça-feira coincidiu o início da cerimônia fúnebre para Moise, que foi morto no dia 7 de julho no meio da noite em sua residência particular em Porto Príncipe por um grupo de mais de 20 pessoas, a maioria delas mercenários colombianos.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Mundo

Meteoro ilumina os céus da Noruega; parte pode ter caído perto de Oslo

Publicados

em


Um “meteoro anormalmente grande” iluminou brevemente o céu no sul da Noruega neste domingo (25), causando um som espetacular e um feixe de luz. Uma parte dele pode ter atingido a Terra, possivelmente não muito longe da capital Oslo, disseram especialistas. Não há relatos imediatos de ferimentos ou danos. 

Relatos de avistamentos do meteoro começaram a chegar por volta da 1h da manhã, com o fenômeno sendo visto até em Trondheim, cidade mais ao norte do país nórdico.

Uma câmera em Holmestrand, ao sul de Oslo, capturou uma bola de fogo caindo do céu e explodindo em um flash brilhante iluminando uma marina.

A rede norueguesa Meteor segue analisando imagens de vídeo e outros dados para tentar localizar a origem e o destino do meteoro.

Dados preliminares sugerem que um meteorito pode ter atingido a Terra em uma grande área arborizada, chamada Finnemarka, apenas a 60km a oeste da capital Oslo, segundo a rede.

“Isso foi uma loucura”, disse Morten Bilet, da Meteor. Ele viu e ouviu o meteoro.

Leia Também:  Wuhan relata primeiro foco de coronavírus desde fim do isolamento

“O que tivemos na noite passada foi uma grande rocha viajando provavelmente entre Marte e Júpiter, que é nosso cinturão de asteróides. E quando isso acontece, cria um estrondo, luz e muita empolgação entre nós (especialistas) e talvez algum medo entre outros”, disse Bilet.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA