VÁRZEA GRANDE

Mundo

Fortes terremotos sacodem o sul do Irã

Publicado em

Mundo

Dois fortes terremotos neste sábado (23) atingiram a província de Hormozgan, no sul do Irã, no Golfo, levando as autoridades a enviar equipes de busca e resgate para as áreas afetadas, disse uma autoridade.

“Ainda não recebemos nenhum relato de danos graves. Mas grandes áreas foram atingidas por esses terremotos e o trabalho de avaliação continua”, disse Mokhtar Salahshour, chefe do Crescente Vermelho da província de Hormozgan, à TV estatal.

A mídia estatal iraniana disse que os terremotos tiveram magnitudes de 5,7 e 5,8. O Centro Sismológico Europeu-Mediterrâneo (EMSC) disse que um terremoto teve uma magnitude de 5,5.

No início de julho, pelo menos cinco pessoas morreram e 49 ficaram feridas por um terremoto de magnitude 6,1 que atingiu uma área perto do epicentro do terremoto de sábado.

Fonte: EBC Internacional

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Kalil: "Várzea Grande demonstra que somos fortes contra esse vírus"
Propaganda

Mundo

Rússia anuncia anexação de quatro regiões ucranianas

Publicados

em

 O presidente Vladimir Putin anunciou hoje (30) que a Rússia tem “quatro novas regiões”. Em discurso no Kremlin, ele disse que as áreas ucranianas foram tomadas parcialmente pelas forças de Moscou durante o conflito que já dura sete meses. 

A Rússia declarou as anexações depois de realizar o que chamou de referendos em áreas ocupadas da Ucrânia. Governos ocidentais e Kiev disseram que as votações violaram a lei internacional, foram coercitivas e não representativas.

Para o Kremlin, ataques contra qualquer parte da faixa da Ucrânia, que o presidente Vladimir Putin anexou, serão considerados agressões contra a própria Rússia. O país lutará para tomar a totalidade da região de Donbass, no leste ucraniano, acrescentou.

Na cerimônia, Moscou declarou que as regiões ucranianas de Donetsk, Luhansk, Kherson e Zaporizhzhia, em grande parte ou parcialmente ocupadas ou apoiadas pela Rússia, fazem parte do país.

Questionado por repórteres se um ataque da Ucrânia aos territórios que a Rússia reivindica como sua terra seria considerado ataque à Rússia, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse: “Não seria outra coisa”.

Leia Também:  Google transforma smartphones Android em sensores de terremotos

Putin afirmou, na semana passada, que estava disposto a usar armas nucleares para defender a “integridade territorial” da Rússia.

*Com informações da Reuters

Fonte: EBC Internacional

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA