VÁRZEA GRANDE

Esporte

Verdão faz uma hora e meia de atividades técnicas e táticas visando Choque-Rei

Publicado em

Esporte


O primeiro trabalho foi utilizando uma metade do campo e com o elenco dividido em dois. Enquanto um time tinha como objetivo trocar passes e marcar gol em uma meta com goleiro, o outro tinha de alcançar uma das quatro estacas dispostas na linha de fundo. Foram exigidos movimentações, balanços, velocidade de raciocínio, marcação etc.

Na sequência, mais uma vez em dois grupos, a comissão técnica enfatizou mais a parte tática. Em um lado, os atletas aperfeiçoaram jogadas partindo da linha de fundo até o arremate dos atacantes depois de cruzamentos. Do outro, as transições começaram da área central até culminar na área, onde havia disputas entre atacantes e zagueiros. Ao todo, o treino durou uma hora e 30 minutos.

  Palmeiras se reapresenta na Academia de Futebol após vitória sobre Ferroviária

Leia Também:  Atlético MG duela visando a liderança na Copa Libertadores

O lateral-esquerdo Jorge e o atacante Borja cumpriram cronograma com a preparação física do Núcleo de Saúde e Performance junto dos atacantes Luiz Adriano e Rony tanto na parte interna do centro de excelência quanto no gramado. O Verdão treina novamente nesta sexta (30), às 16h.

Os jogadores Rony, Alan, Luiz Adriano, Borja e Jorge (da esquerda para a direita) durante treinamento na Academia de Futebol (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

A uma vitória do recorde

Os comandados de Abel Ferreira vêm de sete vitórias seguidas no Brasileirão (Bahia, Internacional, Sport-PE, Grêmio, Santos, Atlético-GO e Fluminense). Em caso de novo triunfo, chegarão à oitava vitória consecutiva e, assim, igualarão o recorde do clube em toda a história da competição, registrado em 1993. Também seria, portanto, a primeira vez que o Verdão atingiria esta marca na era dos pontos corridos do Brasileiro, iniciada em 2003 – desde então, o máximo foi de sete vitórias, na série atual e em 2019.

Somando todas as competições, o Palmeiras pode chegar à 10ª vitória seguida na temporada, alcançando o recorde do clube no século 21 ao lado das sequências de 2008 e 2019. Em toda a história, o recorde alviverde é de 23 vitórias consecutivas, obtido em 1996.

  Palmeiras larga na frente por vaga nas quartas ao vencer Universidad Católica-CHI pela Libertadores

Leia Também:  Programa capacita empreendedoras com atividades afetadas pela pandemia

A equipe de Abel Ferreira pode igualar o recorde de vitórias do clube no Brasileiro (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Fonte: https://www.palmeiras.com.br/pt-br/noticias/verdao-faz-uma-hora-e-meia-de-atividades-tecnicas-e-taticas-visando-choque-rei/

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esporte

Vasco empata com o Cruzeiro pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro

Publicados

em


Em jogo polêmico por conta da arbitragem, o Vasco da Gama empatou o Cruzeiro por 1 a 1, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol vascaíno foi marcado pelo camisa 77, Nenê. Com esse resultado, o Gigante da Colina chegou aos 34 pontos e assumiu a 9ª posição, de maneira provisória. O próximo compromisso do Gigante da Colina será diante do Brusque, na próxima sexta-feira (24/09), às 21h30, no Estádio Augusto Bauer.

Nenê comemora seu primeiro gol desde seu retorno junto a torcida (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O JOGO

O Vasco começou a partida tentando implementar uma pressão inicial e buscando descer em velocidade ao ataque. A primeira investida vascaína veio aos 13 minutos, Morato fez boa jogada pela direita, avançou até o limite da linha de fundo, invadiu a área e cruzou rasteiro na direção da pequena área. German Cano chegava pelo meio e quase conseguiu a finalização. Porém a defesa adversária conseguiu afastar. Aos 21, Nenê dominou pela esquerda e mandou um cruzamento na medida para Morato. O camisa 10 subiu no meio da zaga adversária e cabeceou firme. A bola acabou indo no meio do gol e o goleiro Fábio fez boa defesa.

Aos 30 minutos, Léo Matos acionou Morato dentro da área. O atacante vascaíno girou para cima da marcação e finalizou firme. O goleiro Fábio se esticou inteiro e evitou o que seria o primeiro gol vascaíno. Aos 44, Morato fez ótima jogada pela direita, invadiu a área e cruzou para o meio da área. German Cano chegou completando e a bola explodiu na trave adversária. Na sobra, Nenê completou para o gol aberto e balançou as redes pela primeira vez desde seu retorno: VASCO 1 a 0.

  Guarani goleia o Confiança-SE e entra no G-4 da Série B do Brasileirão

Leia Também:  André e George faturam 1ª etapa do Circuito Nacional de Vôlei de Praia

O Vasco voltou para a segunda etapa buscando manter a posse de bola e incomodar a defesa adversária. O primeiro ataque vascaíno veio aos 23 minutos, Léo Matos recebeu pela direita e cruzo na área. A bola foi na direção do gol adversário e o goleiro Fábio afastou mal. German Cano pegou a sobra dentro da área, arriscou a finalização e a bola explodiu na defesa. No minuto seguinte, Andrey acionou Marquinhos Gabriel pelo meio e o camisa 31 avançou. O meia  percebeu o espaço, arriscou a finalização e por pouco não ampliou, a bola saiu raspando a trave adversária.

Aos 30, Nenê cobrou falta para dentro da área e mandou na cabeça do capitão Leandro Castan. O camisa 5 chegou cabeceando firme e acabou parando na boa defesa do goleiro Fábio. Aos 34 minutos, Andrey avançou pelo meio, invadiu a área e acabou perdendo a bola para a defesa. German Cano pegou a sobra dentro da área, arriscou a finalização e mandou a bola na rede pelo lado de fora. Aos 47, Gabriel Pec recuperou a bola no campo de ataque, pela esquerda e acionou Daniel Amorim na entrada da área. O atacante vascaíno dominou, limpou a marcação e finalizou com categoria para ampliar o placar. Porém a arbitragem anulou o segundo gol vascaíno. No minuto seguinte, após cobrança de escanteio o zagueiro Ramon pegou a sobra na pequena área e empatou o jogo: 1 a 1.

  Paraná perde para o Botafogo – SP e desperdiça a oportunidade de liderar o grupo

Leia Também:  Emanuel Pinheiro mantém suspensa todas as atividades em espaços comuns de condomínios residenciais

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 1 CRUZEIRO

Campeonato Brasileiro – 25ª rodada

Local: São Januário (RJ)

Data: Domingo, 19/09/2021

Horário: 16h (Brasília)

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Assistentes: Grazianni Maciel Rocha (GO) e Hugo Savio Xavier Correa (GO)

VAR: Rodolpho Toski Marques (PR)

Cartões Amarelos: Andrey, German Cano (Vasco) / Marcelo Moreno, Eduardo Brock,  (Cruzeiro)

Gols: Nenê 44’/1T; Daniel Amorim 47’/2T; Ramon 48’/2T

VASCO DA GAMA: Vanderlei, Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castan e Riquelme (Walber); Andrey, Marquinhos Gabriel e Nenê (Bruno Gomes); Léo Jabá, Morato (Gabriel Pec) e German Cano (Daniel Amorim) – Técnico: Fernando Diniz

CRUZEIRO: Fábio, Romulo, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira (Dudu); Adriano, Marco Antônio (Flávio) e Giovanni (Rafael Sóbis); Wellington Nem (Felipe Augusto), Thiago e Marcelo Moreno (Claudinho) – Técnico: Juliano Belletti

fonte: https://vasco.com.br/vasco-empata-com-o-cruzeiro-pela-25a-rodada-do-campeonato-brasileiro/

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA