VÁRZEA GRANDE

Esporte

São Paulo conquista vantagem sobre o Ceará no Morumbi com golaço de Nikão

Publicado em

Esporte

O São Paulo fez o básico para conseguir sair do Morumbi com vantagem na disputa de um mata-mata. Desta vez foi contra o Ceará, na noite desta quarta-feira (03.08), vencido pelo Tricolor por 1 a 0 no duelo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana.

A vantagem poderia ter sido maior, visto que o VAR apontou e a arbitragem marcou um pênalti na reta final do segundo tempo, perdido por Calleri.

Menos mal para o Tricolor que Nikão, que entrada na etapa final, havia aberto o placar instantes antes em um belo chute de fora da área.

Resultado magro, mas suficiente para fazer com que o time paulista tenha a possibilidade de jogar por um empate no jogo de volta do duelo, semana que vem, no Castelão. Mesma situação vivida na Copa do Brasil, onde o adversário é o América-MG.

Placar também serviu para manter o tabu são-paulino em sua casa nos jogos de mata-mata. O clube alcançou nove vitórias seguidas no Morumbi em partidas eliminatórias, um feito inédito em sua história. Para quem aposta nas copas para festejar um título, é um alento ao torcedor ante o futebol pragmático apresentado.

Leia Também:  Anvisa alerta sobre casos raros de Guillain-Barré após vacinação

O JOGO

São Paulo e Ceará fizeram um primeiro tempo de muita intensidade e disputa, mas de pouco futebol objetivo, de criação de jogadas claras de gol.

Era um Tricolor de muita intensidade, muita busca nas jogadas de profundidade pelas laterais do campo, mas de pouca efetividade ofensiva. Parte por precariedade na construção das jogadas, parte pela esquema defensivo muito bem armado pelo visitante alvinegro.

E o que esperar de um jogo assim? Muito pouco. Salve chances medíocres de rebote no desvio da bola por parte dos cearenses, como aos 14′, quando Igor Gomes chutou e conseguiu um escanteio, nada de proveitoso na construção são-paulina.

Mas os paulistas não jogaram sozinhos. Do outro lado havia um adversário que parecia bem preparado para o que ia enfrentar. E aí passou a jogar no erro tricolor. Deu certo.

Aos 17′, Fernando Sobral indiciou o caminho ao roubar a bola de Miranda, exposto a maior parte do tempo. Mas chutou por cima do travessão.

Aos 29′, na melhor chance da etapa inicial, Nino Paraíba até calibrou o pé, mas faltou sorte. Ele roubou a bola de Léo pelo lado esquerdo, arrancou livre, invadiu a área e acertou a trave na finalização.

Leia Também:  Em Porto Alegre, Ceará perde para o Grêmio por 2 a 0

Foram duas finalizações são-paulinas durante todo os 45 minutos. Já relatamos um, o outro foi de Gabriel Neves, aos 36′, nas mesmas circunstâncias. Pouco, muito pouco. E do outro lado o Ceará continuou a jogar no erro dos mandantes. E continuou assustando.

Aos 42′ Miranda se atrapalhou ao tentar deixar a bola para Felipe Alves, Mendoza tomou a frente e desviou, mas o goleiro tricolor conseguiu se recuperar e abafar de barriga o novo chute.

Para não dizer que não falamos das flores, o São Paulo, enfim, arrancou um suspiro do seu torcedor aos 45′. Igor Gomes desviou a bola pelo alto após cobrança de escanteio e Léo finalizou à queima-roupa para a defesa de João Ricardo.

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esporte

Corinthians empata com o Juventude e se mantém no G4 do Brasileirão

Publicados

em

O Corinthians voltou a campo na noite desta terça-feira (04.10) em jogo contra o Juventude, em Caxias do Sul (RS), pelo Brasileirão 2022. O resultado foi o empate pelo placar de 2 a 2 com a equipe gaúcha. Os gols do Coringão foram marcados por Giuliano e Yuri Alberto. 

Com o empate fora de casa, o Timão somou mais um ponto na competição nacional, chegando a 51 e mantendo a quarta colocação na tabela. O próximo jogo ocorre no próximo sábado (8), contra o Athletico-PR, na Neo Química Arena.

Primeiro tempo

Nos primeiros minutos de jogo, a equipe gaúcha tentou propor mais o jogo. A bola ficou nos primeiros oito minutos mais perto da área do Corinthians, mas nenhuma jogada de perigo aconteceu. A primeira jogada perigosa aconteceu aos nove: Rafinha pegou a bola na entrada da área e chutou, buscando o canto de Cássio, a bola foi pra fora.

O Alvinegro chegou ao ataque pela primeira vez aos 12 minutos: Renato Augusto cruzou e Yuri Alberto chegou para concluir, mas a bola também foi pra fora. 

Gol do Corinthians! Aos 23 minutos, Fábio Santos fez o cruzamento, a bola bateu em Gustavo Silva e sobrou para Giuliano, que chutou para dentro do gol, 1 a 0. 

O Timão só foi voltar a atacar aos 40 minutos: Renato Augusto pegou a bola e de muito longe chutou para o gol. A bola ficou nas mãos do goleiro da equipe de Caxias do Sul. 

Um minuto depois, em contra-ataque, o Juventude levou muito perigo: novamente Rafinha, de fora da área, fez o chute e bola explodiu na trave esquerda do Timão.

Leia Também:  Corinthians firma parceria inédita com Grupo Taunsa e traz Paulinho de volta para os braços da Fiel

O árbitro deu um minuto de acréscimo e o primeiro tempo foi encerrado após este tempo extra.

Segundo tempo

O Corinthians iniciou o segundo tempo com duas mudanças: saíram Renato Augusto e Róger Guedes e entraram Cantillo e Mateus Vital. 

Gol do Juventude! Antes de completar o primeiro minuto da segunda etapa, o time gaúcho chegou no contra-ataque e a bola sobrou para Óscar Ruiz, que tinha acabado de entrar para finalizar para o gol, 1 a 1. 

Aos três, a equipe da casa teve outro contra-ataque e no bate e rebate a bola foi para escanteio.

Gol do Corinthians! Aos nove minutos, Mateus Vital roubou a bola e ela sobrou para Yuri Alberto. O camisa 9 do Timão chutou de fora da área e recolocou o Timão na frente, 2 a 1.

Aos 16, o Juventude empatou o jogo novamente. Gustavo Silva saiu jogando errado, Óscar Ruiz roubou a bola e tocou para Pitta, que não desperdiçou a chance, 2 a 2. 

O Timão voltou ao ataque aos 25 minutos: Du Queiroz arriscou de fora da área e a bola ficou nas mãos do goleiro. Aos 26, mudança dupla no Timão: saíram Bruno Méndez e Du Queiroz e entraram Fagner e Adson. 

Quase gol do Timão! Aos 29, Gustavo Silva cruzou e Fábio Santos cabeceou para o gol. O goleiro fez uma excelente defesa, salvando o time de Caxias do Sul. 

Leia Também:  Cuiabá busca título inédito do Brasileirão de Aspirantes

Aos 35 minutos, a bola bateu na mão do zagueiro do Juventude e a arbitragem marcou pênalti. Porém, após a revisão no VAR, o pênalti foi anulado, pois o zagueiro Gil, que participou do lance, estava impedido. 

Na trave! Aos 38, Gustavo Silva recebeu e chutou cruzado, a bola explodiu na trave e foi pra fora. 

O árbitro deu quatro minutos de acréscimo. Fim de jogo no Estádio Alfredo Jaconi. 

FICHA TÉCNICA 

JUVENTUDE 2 x 2 CORINTHIANS 

Competição: Campeonato Brasileiro, 30ª rodada 

Data e horário: 4 de outubro de 2022 (terça-feira), às 21h30 (de Brasília) Local: estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS) 

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (Fifa/RJ) 

Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Thiago Rosa de Oliveira (RJ) 

VAR: Wagner Reway (PB) 

Cartões amarelos: Ruan (JUV); Gil e Adson (COR) 

Gols: Giuliano (COR), aos 23’/1ºT (0-1), Óscar Ruíz (JUV), ao 1’/2ºT (1-1), Yuri Alberto (COR), aos 8’/2ºT (1-2), Pitta (JUV), aos 16’/2ºT (2-2) 

JUVENTUDE: César; Rodrigo Soares (Paulo Henrique), Thalisson Kelven, Paulo Miranda e Moraes; Elton (Jean Irmer), Jadson (Gabriel Tota) e Chico; Rafinha (Óscar Ruíz), Pitta e Capixaba (Ruan). Técnico: Lucas Zanella (interino) 

CORINTHIANS: Cássio; Bruno Méndez (Fagner), Gil, Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz (Adson), Giuliano e Renato Augusto (Cantillo); Gustavo Mosquito, Yuri Alberto e Róger Guedes (Mateus Vital). Técnico: Vítor Pereira

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA