VÁRZEA GRANDE

Esporte

Furacão abre vantagem com dois de Terans

Publicado em

Esporte


Foi um grande jogo no Caldeirão!

O Athletico teve que superar um ótimo adversário, as defesas de um goleiro em tarde inspirada… Mas prevaleceram a qualidade do toque de bola rubro-negro e a vocação artilheira de David Terans.

Com dois gols do craque uruguaio, o Furacão venceu o Atlético Goianiense por 2 a 1, nesta quarta-feira (28, e está em vantagem no confronto pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O jogo de volta acontece daqui a uma semana (4/8), em Goiânia.

Um empate basta para o Furacão prosseguir em uma das quatro frentes de batalha da temporada. Antes, precisa se voltar para outra. No domingo (1º), tem duelo contra o Atlético Mineiro, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro.

O Jogo

No primeiro tempo, a partida foi um duelo tático de muita marcação. Os dois times buscavam o ataque, mas os sistemas defensivos prevaleciam. Mesmo assim, o Furacão conseguiu criar as melhores chances de gol.

A primeira aconteceu aos 22′. Nicolas fez um belo lançamento para Nikão. Dentro da área, ele dominou no peito com categoria, escapou da marcação e rolou para Renato Kayzer. O centroavante chegou batendo, mas a bola desviou na defesa e saiu, muito perto da trave.

O adversário levou perigo aos 42′, em um chute de primeira de Arthur Gomes. O Furacão respondeu aos 45′. Nikão bateu escanteio pela esquerda. Renato Kayzer subiu sozinho e cabeceou com força. Mas o goleiro Fernando Miguel voou para fazer uma grande defesa.

Se faltaram lances de emoção na primeira etapa, não precisou nem um minuto para eles começarem a acontecer na etapa final. E começou logo com um golaço do Furacão!

  Ceará se prepara em treino visando o confronto diante do Santos na Copa do Brasil

Leia Também:  Grêmio abre vantagem sobre Caxias e fica próximo do tri do Gauchão

Christian recebeu pelo meio, tocou para David Terans, que abriu para Nikão na direita. Marcinho fez a ultrapassagem pelas costas do camisa 11, recebeu na linha de fundo e cruzou. Terans subiu mais que o zagueiro e cabeceou para a rede!

O Athletico seguiu no ataque. Kayzer ficou cara a cara com Fernando Miguel, que fez outra ótima defesa. E Nikão foi empurrado dentro da área por Oliveira. O árbitro Anderson Daronco não marcou e o VAR também deixou passar o pênalti claro a favor do Furacão.

Ainda antes dos 15′, o Rubro-Negro teve mais duas oportunidades claras. Em cruzamento de Nicolas, Kayzer cabeceou com muito perigo. Nikão também finalizou, dando mais trabalho para Fernando Miguel.

Mas o Dragão não estava morto. Aos 15′, André Luís chutou forte da entrada da área e acertou a trave. O Athletico respondeu com mais uma ótima troca de passes que terminou com chute de Terans e outra defesa de Fernando Miguel.

Só que aos 25′, uma boa jogada construída pelo ataque adversário terminou no gol de empate. Natanael recebeu na direita e cruzou. Zé Roberto bateu de esquerda e mandou para a rede: 1 a 1.

O resultado não era bom para o Furacão. Com muita raça e apostando na troca de passes com velocidade, o time athleticano partiu com tudo para recuperar a vantagem.

Aos 27′, Christian arriscou de fora da área e a bola raspou a trave. Aos 29′, a bola sobrou para Nikão, que encheu o pé e mandou para fora. E aos 36′, Fernando Miguel apareceu de novo, espalmando o chute de esquerda de Terans.

O Athletico merecia a vitória. E ela veio com mais uma jogadaça do ataque rubro-negro, aos 39′. Vitinho recebeu na direita, viu Nikão subindo livre pela outra ponta e inverteu com um passe perfeito. O camisa 11 recebeu já dentro da área e rolou para trás. Marcinho chegou batendo e Terans fez o desvio, consciente e preciso. Golaço!

  Em Salvador, Athletico fez primeiro treino visando o desafio contra o Flamengo

Leia Também:  Ligas nacionais de vôlei podem retornar a partir de 1º de junho

Uma importante vantagem para o Furacão no caminho para as quartas de final!

Ficha técnica: Athletico Paranaense 2×1 Atlético Goianiense
Copa do Brasil 2021: Oitavas de final – Jogo de ida
Data: 28/07/2021
Horário: 16h30
Local: Estádio Joaquim Américo

Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
Quarto árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)
Árbitro de vídeo: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

Athletico Paranaense: Bento; Marcinho (Khellven, aos 41′ do 2º tempo), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Richard (Erick, aos 17′ do 2º tempo), Léo Cittadini (Christian, no intervalo) e David Terans (José Ivaldo, aos 41′ do 2º tempo); Nikão, Renato Kayzer (Carlos Eduardo, aos 41′ do 2º tempo) e Vitinho
Técnico: António Oliveira
Gols: David Terans, a 1′ e aos 39′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Christian e Vitinho

Atlético Goianiense: Fernando Miguel; Dudu, Oliveira, Éder e Natanael; Willian Maranhão, Gabriel Baralhas e Arthur Gomes (Lucão, aos 40′ do 2º tempo); Ronald (Toró, aos 6′ do 2º tempo), Zé Roberto (Arnaldo, aos 40′ do 2º tempo) e Janderson (André Luiz, aos 6′ do 2º tempo)
Técnico: Eduardo Barroca
Gol: Zé Roberto, aos 25′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Arthur Gomes e Willian Maranhão

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

fonte: https://www.athletico.com.br/resumo_do_jogo/furacao-abre-vantagem-com-dois-de-terans/

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esporte

Vasco empata com o Cruzeiro pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro

Publicados

em


Em jogo polêmico por conta da arbitragem, o Vasco da Gama empatou o Cruzeiro por 1 a 1, em partida válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol vascaíno foi marcado pelo camisa 77, Nenê. Com esse resultado, o Gigante da Colina chegou aos 34 pontos e assumiu a 9ª posição, de maneira provisória. O próximo compromisso do Gigante da Colina será diante do Brusque, na próxima sexta-feira (24/09), às 21h30, no Estádio Augusto Bauer.

Nenê comemora seu primeiro gol desde seu retorno junto a torcida (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

O JOGO

O Vasco começou a partida tentando implementar uma pressão inicial e buscando descer em velocidade ao ataque. A primeira investida vascaína veio aos 13 minutos, Morato fez boa jogada pela direita, avançou até o limite da linha de fundo, invadiu a área e cruzou rasteiro na direção da pequena área. German Cano chegava pelo meio e quase conseguiu a finalização. Porém a defesa adversária conseguiu afastar. Aos 21, Nenê dominou pela esquerda e mandou um cruzamento na medida para Morato. O camisa 10 subiu no meio da zaga adversária e cabeceou firme. A bola acabou indo no meio do gol e o goleiro Fábio fez boa defesa.

Aos 30 minutos, Léo Matos acionou Morato dentro da área. O atacante vascaíno girou para cima da marcação e finalizou firme. O goleiro Fábio se esticou inteiro e evitou o que seria o primeiro gol vascaíno. Aos 44, Morato fez ótima jogada pela direita, invadiu a área e cruzou para o meio da área. German Cano chegou completando e a bola explodiu na trave adversária. Na sobra, Nenê completou para o gol aberto e balançou as redes pela primeira vez desde seu retorno: VASCO 1 a 0.

  Guarani goleia o Confiança-SE e entra no G-4 da Série B do Brasileirão

Leia Também:  Furacão Genevieve aproxima-se de balneário mexicano

O Vasco voltou para a segunda etapa buscando manter a posse de bola e incomodar a defesa adversária. O primeiro ataque vascaíno veio aos 23 minutos, Léo Matos recebeu pela direita e cruzo na área. A bola foi na direção do gol adversário e o goleiro Fábio afastou mal. German Cano pegou a sobra dentro da área, arriscou a finalização e a bola explodiu na defesa. No minuto seguinte, Andrey acionou Marquinhos Gabriel pelo meio e o camisa 31 avançou. O meia  percebeu o espaço, arriscou a finalização e por pouco não ampliou, a bola saiu raspando a trave adversária.

Aos 30, Nenê cobrou falta para dentro da área e mandou na cabeça do capitão Leandro Castan. O camisa 5 chegou cabeceando firme e acabou parando na boa defesa do goleiro Fábio. Aos 34 minutos, Andrey avançou pelo meio, invadiu a área e acabou perdendo a bola para a defesa. German Cano pegou a sobra dentro da área, arriscou a finalização e mandou a bola na rede pelo lado de fora. Aos 47, Gabriel Pec recuperou a bola no campo de ataque, pela esquerda e acionou Daniel Amorim na entrada da área. O atacante vascaíno dominou, limpou a marcação e finalizou com categoria para ampliar o placar. Porém a arbitragem anulou o segundo gol vascaíno. No minuto seguinte, após cobrança de escanteio o zagueiro Ramon pegou a sobra na pequena área e empatou o jogo: 1 a 1.

  Paraná perde para o Botafogo – SP e desperdiça a oportunidade de liderar o grupo

Leia Também:  CRB vence o ABC pela Copa do Nordeste

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 1 CRUZEIRO

Campeonato Brasileiro – 25ª rodada

Local: São Januário (RJ)

Data: Domingo, 19/09/2021

Horário: 16h (Brasília)

Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Assistentes: Grazianni Maciel Rocha (GO) e Hugo Savio Xavier Correa (GO)

VAR: Rodolpho Toski Marques (PR)

Cartões Amarelos: Andrey, German Cano (Vasco) / Marcelo Moreno, Eduardo Brock,  (Cruzeiro)

Gols: Nenê 44’/1T; Daniel Amorim 47’/2T; Ramon 48’/2T

VASCO DA GAMA: Vanderlei, Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castan e Riquelme (Walber); Andrey, Marquinhos Gabriel e Nenê (Bruno Gomes); Léo Jabá, Morato (Gabriel Pec) e German Cano (Daniel Amorim) – Técnico: Fernando Diniz

CRUZEIRO: Fábio, Romulo, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira (Dudu); Adriano, Marco Antônio (Flávio) e Giovanni (Rafael Sóbis); Wellington Nem (Felipe Augusto), Thiago e Marcelo Moreno (Claudinho) – Técnico: Juliano Belletti

fonte: https://vasco.com.br/vasco-empata-com-o-cruzeiro-pela-25a-rodada-do-campeonato-brasileiro/

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA