VÁRZEA GRANDE

Esporte

Corinthians vence Atlético-GO no finalzinho do jogo e volta ao G4 do Brasileirão

Publicado em

Esporte

O Corinthians voltou a campo na noite desta quarta-feira (28.09) para enfrentar a equipe do Atlético-GO, na Neo Química Arena, pela 28º rodada do Brasileirão 2022. Nem o frio de 13°C e a chuva espantaram os mais de 32 mil torcedores que estiveram na Casa do Povo para ver a vitória do Timão por 2 a 1, com gols de Róger Guedes e Yuri Alberto.

Com a vitória, o Alvinegro somou 47 pontos e subiu para a quarta colocação na competição nacional. O próximo jogo do Coringão será já neste próximo sábado (1º), às 21h, na Neo Química Arena, também pelo Brasileirão 2022. 

Primeiro tempo

No primeiro lance do jogo, ainda no primeiro minuto, o Atlético-GO foi para o ataque após uma saída errada do Timão. O atacante da equipe goiana chutou, mas a bola foi pra fora. 

Aos oito, o Corinthians chegou ao ataque pela primeira vez: após cruzamento de Fábio Santos, ninguém cabeceou a tempo e a bola foi pra escanteio. Um minuto depois, o Atlético chegou mais uma vez: Airton fez a jogada, chutou para o gol, mas parou nas mãos de Cássio. 

Gol do Corinthians! Aos 11 minutos, Yuri Alberto recebeu de Gustavo Silva, chutou para o gol, o goleiro rebateu e a bola sobrou nos pés de Róger Guedes, que colocou no fundo das redes, 1 a 0.

Aos 14 minutos, em um lance de cabeça com cabeça com o adversário, Róger Guedes levou a pior e ficou com um “galo” na testa. O camisa 10 recebeu atendimento médico e voltou para campo. 

Gol do Atlético. Aos 16 minutos, Wellington Rato recebeu a bola e chutou para o gol, 1 a 1. 

Mais uma chegada com perigo do Timão: aos 23, Róger Guedes cruzou para Yuri Alberto, o camisa 9 cabeceou com perigo e a bola foi pra fora. O Corinthians teve mais uma oportunidade aos 37 minutos: Fausto pegou a rebatida do goleiro, dominou e chutou de longe, mas a bola foi pra fora. 

Leia Também:  Atlético-MG anuncia o retorno do lateral Mariano, ex-Galatasaray

Aos 40, Róger Guedes cruzou e a bola sobrou para Renato Augusto, o camisa 8 não pegou com muita força e a bola ficou fácil pro goleiro. Aos 44, Yuri Alberto faz um grande passe para Róger Guedes, o camisa 10 driblou o goleiro, mas na hora de chutar ficou sem ângulo e chutou para fora. 

O árbitro deu dois minutos de acréscimo, e a primeira etapa acabou em 1 a 1.

Segundo tempo

A segunda etapa foi iniciada sem mudanças para o Timão. 

Já aos três minutos, Cássio fez outra grande defesa: após o chute de Baralhas, o GIGANTE ficou com ela. 

O Coringão teve a primeira oportunidade aos sete da segunda etapa: Yuri Alberto tomou a bola do adversário, avançou e chutou de fora da área, o goleiro fez uma grande defesa. 

Aos 10 minutos, o Corinthians mexeu pela primeira vez: saíram Gustavo Silva e Fábio Santos e entraram Lucas Piton e Adson.

Mais uma vez o Timão teve uma jogada de perigo: aos 22 minutos, Du Queiroz fez um lindo lançamento para Róger Guedes, o camisa 10 avançou pela esquerda e chutou para o gol, mas a bola ficou nas mãos do goleiro. Du Queiroz teve mais uma chance, três minutos depois. Ele recebeu pela direita e chutou cruzado, a bola também foi pra fora.

O Alvinegro mexeu mais uma vez, aos 26: saiu Fausto e entrou Giuliano.

Aos 30 minutos, Fagner fez um cruzamento para a área, na cabeça de Róger Guedes; o camisa 10 cabeceou e o goleiro adversário fez uma grande defesa, salvando o Atlético. 

Leia Também:  Na Arena Independência, América vence o Cuiabá

Aos 40 minutos, mais uma mexida do Timão: entrou Mateus Vital e saiu Renato Augusto. 

Gol do Corinthians!! Aos 42 minutos, Róger Guedes chutou de fora da área, o goleiro rebateu nos pés de Yuri Alberto, que chutou no fundo das redes, 2 a 1. 

O árbitro deu quatro minutos de acréscimo. Fim de jogo na Neo Química Arena.

Próximo jogo

O Corinthians volta a campo já neste sábado (1º), também na Neo Química Arena, para enfrentar o Cuiabá pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida começa às 21h (horário de Brasília).

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 x 1 ATLÉTICO-GO 

Competição: Campeonato Brasileiro, 28ª rodada 

Data e horário: 28 de setembro de 2022 (quarta-feira), às 19h (de Brasília) Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP) 

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS) 

Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Tiago Augusto Kappes Diel (RS) 

VAR: Wagner Reway (PB) 

Cartões amarelos: Luiz Fernando, Airton e Churín (ACG) 

Gols: Róger Guedes (COR), aos 11’/1ºT (1-0), Wellington Rato (ACG), aos 16’/1ºT (1-1) e Yuri Alberto (COR), aos 42’/2ºT (2-1) 

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos (Lucas Piton); Fausto Vera (Giuliano), Du Queiroz e Renato Augusto (Mateus Vital); Gustavo Mosquito (Adson), Yuri Alberto e Róger Guedes. Técnico: Vítor Pereira. 

ATLÉTICO-GO: Renan; Dudu, Wanderson, Lucas Gazal e Arthur Henrique (Jefferson); Willian Maranhão, Baralhas (Marlon Freitas) e Wellington Rato; Airton (Léo Pereira), Churín e Luiz Fernando (Edson Fernando). Técnico: Eduardo Baptista.

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esporte

Portugal goleia a Suíça e enfrenta Marrocos nas quartas de final da Copa no Catar

Publicados

em

Com três gols de Gonçalo Ramos, portugueses fazem 5 a 1 na Suíça e pegarão Marrocos nas quartas.

  • Escalado na vaga de Ronaldo, Gonçalo Ramos marcou três vezes

  • Vitória portuguesa é o placar mais elástico das oitavas de final

  • Para igualar feitos de 1966 e 2006, portugueses enfrentam Marrocos no sábado

Portugal 6 x 1 Suíça

Gols: Gonçalo Ramos, aos 17 min do 1º tempo, aos 5 min e aos 22 min do 2º tempo, Pepe, aos 32 min do 1º tempo, Raphael Guerreiro, aos 10 min do 2º tempo, e Rafael Leão, aos 47 min do 2º tempo, para Portugal; Manuel Akanji, aos 12 min do 2º tempo, para Suíça.

Portugal surpreendeu três vezes na partida que o classificou para as quartas de final da Copa do Mundo FIFA Qatar-2022.

A primeira vez foi ainda antes do apito inicial, quando a escalação não trouxe o nome de Cristiano Ronaldo. Depois, quando o garoto Gonçalo Ramos, o escolhido para substituir CR7, meteu três gols e estabeleceu o primeiro hat-trick desta edição do torneio. E, por fim, quando construiu a vitória mais elástica dos oito jogos das oitavas.

Leia Também:  Cuiabá encara o Juventude em Caxias do Sul

Com a goleada por 6 a 1 sobre a Suíça, uma adversária famosa por ter sistemas defensivos bem sólidos e que costuma vender caro o resultado quando se depara com adversários da prateleira de cima do futebol mundial, os portugueses se classificaram pela terceira vez na história para as quartas.

Antes do Qatar-2022, os lusos só ficaram entre oito melhores times da Copa na Inglaterra-1966 e na Alemanha-2006 (justamente a primeira disputada por Ronaldo). Nas duas ocasiões, eles foram além e também jogaram as semifinais.

Para manter essa tradição, Portugal terá de desbancar no sábado a seleção de Marrocos, responsável pela eliminação da campeã mundial Espanha. Já a Suíça igualou sua campanha de quatro das últimas cinco participações em Copas (na África do Sul-2010, caiu ainda na primeira fase).

Momento-chave

A torcida portuguesa certamente estava apreensiva e se perguntando se Gonçalo Ramos aguentaria o peso de substituir CR7 em uma partida tão importante. A resposta demorou apenas 17 minutos para ser dada. Em uma jogada que começou em um arremesso lateral, o centroavante do Benfica recebeu a bola de costas para o gol, girou usando o corpo, soltou um míssil no ângulo da meta adversária e abriu caminho para a vitória lusa.

Leia Também:  Palmeiras vence o Santos nos últimos minutos e conquista bi da Libertadores

Número

Com 39 anos e 283 dias, Pepe se transformou nesta terça-feira no segundo jogador a mais velho a balançar as redes em uma partida de Copa. Em toda a história do torneio, o zagueiro só está atrás do camaronês Roger Milla, que marcou aos 42 anos e 39 dias nos Estados Unidos-1994. Em tempo: o português também virou o atleta de maior idade a fazer um gol nos mata-matas decisivos de um Mundial.

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA