VÁRZEA GRANDE

Esporte

Atlético Mineiro vence Santos na Vila Belmiro

Publicado em

Esporte

Em partida disputada na Vila Belmiro, na noite desta quarta-feira (05.10), o Galo venceu o Santos por 2 a 1, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols atleticanos foram marcados por Hulk e Nacho Fernández. Marcos Leonardo descontou para o Peixe.

Com a vitória, o Galo chegou a 46 pontos e permanece na sétima posição, dois pontos atrás do Athletico-PR, sexto colocado. O triunfo atleticano também encerrou um jejum de 13 anos sem vencer na Vila Belmiro.

O próximo compromisso do Alvinegro será no domingo (9), às 18h. Os comandados do técnico Cuca enfrentam o Ceará, no Mineirão, em jogo válido pela 31ª rodada do torneio.

A partida começou em ritmo forte e com muita marcação no meio. A primeira chance clara foi do Santos. Aos quatro minutos, Soteldo levantou na área e Marcos Leonardo apareceu livre para cabecear para fora.

Aos 12 minutos, Hulk avançou pela esquerda e cruzou na área. Ademir cabeceou e João Paulo saiu da baliza para interceptar a bola.

Em mais uma investida do Galo, Pavon avançou pela esquerda, puxou para o meio e bateu colocado. O goleiro João Paulo caiu para o canto esquerdo e desviou a bola pela linha de fundo.

Leia Também:  Vítor Pereira promove treino de posicionamento de olho no Always Ready

Na marca dos 35 minutos, Lucas Braga partiu em velocidade e cruza com força para a área. Bem posicionado, Everson conseguiu evitar o gol da equipe paulista.

A última oportunidade da primeira etapa foi do Santos. Aos 42 minutos, Lucas Braga cruzou na área para Marcos Leonardo. O atacante cabeceou com violência, obrigando Everson a fazer uma grande defesa.

Para a segunda etapa, o técnico Cuca promoveu a entrada de Nacho Fernández no lugar de Ademir.

O Santos levou perigo à meta atleticana aos seis minutos. Ângelo cruzou na medida para Sánchez finalizar de primeira. A bola saiu rente à trave.

As duas equipes subiram a marcação para reduzir os espaços e dificultar a criação de jogadas, deixando a partida mais cadenciada.

A primeira grande chance do Galo na segunda etapa foi aos 26 minutos. Após cruzamento de Nacho, a defesa santista afastou parcialmente. Guga recuperou a bola dentro da área e rolou para Hulk finalizar com categoria. Atlético 1 a 0!

Em mais uma tentativa da equipe paulista, Marcos Leonardo ficou frente a frente com Everson. O atacante finalizou da linha da pequena área e Everson mostrou reflexo apurado para impedir o empate santista.

Leia Também:  Com gols de Rodrigão e Camilo, Ponte vence o Goiás por 2 a 1 e dorme fora do Z4

Aos 41 minutos, o árbitro assinalou pênalti de Junior Alonso em Ângelo. Marcos Leonardo foi para a cobrança e deixou tudo igual.

Três minutos depois, Nacho recebeu lançamento na área e foi derrubado por Nathan. Pênalti para o Alvinegro. O próprio Nacho foi para a batida e converteu a penalidade, dando números finais à partida. Galo 2, Santos 1.

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Esporte

Portugal goleia a Suíça e enfrenta Marrocos nas quartas de final da Copa no Catar

Publicados

em

Com três gols de Gonçalo Ramos, portugueses fazem 5 a 1 na Suíça e pegarão Marrocos nas quartas.

  • Escalado na vaga de Ronaldo, Gonçalo Ramos marcou três vezes

  • Vitória portuguesa é o placar mais elástico das oitavas de final

  • Para igualar feitos de 1966 e 2006, portugueses enfrentam Marrocos no sábado

Portugal 6 x 1 Suíça

Gols: Gonçalo Ramos, aos 17 min do 1º tempo, aos 5 min e aos 22 min do 2º tempo, Pepe, aos 32 min do 1º tempo, Raphael Guerreiro, aos 10 min do 2º tempo, e Rafael Leão, aos 47 min do 2º tempo, para Portugal; Manuel Akanji, aos 12 min do 2º tempo, para Suíça.

Portugal surpreendeu três vezes na partida que o classificou para as quartas de final da Copa do Mundo FIFA Qatar-2022.

A primeira vez foi ainda antes do apito inicial, quando a escalação não trouxe o nome de Cristiano Ronaldo. Depois, quando o garoto Gonçalo Ramos, o escolhido para substituir CR7, meteu três gols e estabeleceu o primeiro hat-trick desta edição do torneio. E, por fim, quando construiu a vitória mais elástica dos oito jogos das oitavas.

Leia Também:  Guardiola assume culpa por dificuldades do City na Liga dos Campeões

Com a goleada por 6 a 1 sobre a Suíça, uma adversária famosa por ter sistemas defensivos bem sólidos e que costuma vender caro o resultado quando se depara com adversários da prateleira de cima do futebol mundial, os portugueses se classificaram pela terceira vez na história para as quartas.

Antes do Qatar-2022, os lusos só ficaram entre oito melhores times da Copa na Inglaterra-1966 e na Alemanha-2006 (justamente a primeira disputada por Ronaldo). Nas duas ocasiões, eles foram além e também jogaram as semifinais.

Para manter essa tradição, Portugal terá de desbancar no sábado a seleção de Marrocos, responsável pela eliminação da campeã mundial Espanha. Já a Suíça igualou sua campanha de quatro das últimas cinco participações em Copas (na África do Sul-2010, caiu ainda na primeira fase).

Momento-chave

A torcida portuguesa certamente estava apreensiva e se perguntando se Gonçalo Ramos aguentaria o peso de substituir CR7 em uma partida tão importante. A resposta demorou apenas 17 minutos para ser dada. Em uma jogada que começou em um arremesso lateral, o centroavante do Benfica recebeu a bola de costas para o gol, girou usando o corpo, soltou um míssil no ângulo da meta adversária e abriu caminho para a vitória lusa.

Leia Também:  Coritiba vence o Toledo por 5 a 1 pela 3ª rodada do Campeonato Paranaense

Número

Com 39 anos e 283 dias, Pepe se transformou nesta terça-feira no segundo jogador a mais velho a balançar as redes em uma partida de Copa. Em toda a história do torneio, o zagueiro só está atrás do camaronês Roger Milla, que marcou aos 42 anos e 39 dias nos Estados Unidos-1994. Em tempo: o português também virou o atleta de maior idade a fazer um gol nos mata-matas decisivos de um Mundial.

Fonte: Agência Esporte

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA