VÁRZEA GRANDE

obra lançada em agosto de 2021

Curta-metragem de ficção de Sorriso é selecionado em três festivais internacionais

“O Minhocão do Pari – a origem da Lenda”

Publicado em

Entretenimento

Foto: Salles Fernandes

A seleção no festival de Kuwait foi divulgada no último domingo (9), e o próprio diretor do curta está esperando informações completas sobre a programação. A organização também aguarda a agenda da mostra da Índia.

O filme ainda participará do festival nacional III Quimerama – Mostra de Cinema Independente de Ficção Científica, Horror e Fantasia, uma mostra nordestina de cinema fantástico. A seleção foi divulgada no último dia 5 e a programação será realizada entre 15 e 30 de janeiro.

A participação nos Estados Unidos será no festival The Lift-Off Global Network, de Nova Iorque e a exibição será on-line, em função da pandemia. O festival abrirá votação para o público e, em seguida, realizará uma segunda avaliação feita por jurados.

O curta-metragem de ficção “O Minhocão do Pari – a origem da Lenda”, do cineasta Salles Fernandes de Sorriso ( cerca de 418km de Cuiabá), é um dos selecionados para participar de três festivais internacionais em janeiro, um dos Estados Unidos, outro do Kuwait e outro da Índia.

O filme aborda uma lenda ainda desconhecida pelo Brasil e muito viva no imaginário mato-grossense de uma criatura gigante que perseguia pescadores e virava barcos às margens do Rio Cuiabá a dar veracidade à trama, a produção construiu cenários e figurinos de época, já que a história se passa no século XIX. O curta conta a história do romance entre o personagem João do Boto e Maria Pari.

“Estamos animados com o potencial do curta que já foi selecionado em dois festivais no final do ano passado. E começar 2022 com a notícia de uma seleção em um festival internacional de cinema mostra que estamos no caminho certo”, comemora Salles.

A obra foi lançada em agosto de 2021, resultado de um projeto aprovado no edital MT Nascentes, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT), com recursos da Lei Aldir Blanc, e conta com apoio da Prefeitura de Sorriso.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Boa ação é doação: Sala da Mulher lança campanha
Propaganda

Entretenimento

Exposição com obras de Adir Sodré está aberta em Cuiabá

O espaço fica aberto de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h e das 14h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h, com entrada gratuita

Publicados

em

Foto: Rede social/ Instagram

Está em exposição na Capital, o acervo composto por obras de colecionadores, com curadoria da Galeria Arto, há telas originais e reproduções assinadas e numeradas, disponíveis para venda. Sodré via tela em toda superfície. Assim, na exposição há também peças adornadas por ele, como garrafas, esculturas, cofre de porquinho, etc.

Adir Sodré é um dos ícones da riqueza das artes visuais de Mato Grosso. Partiu precocemente em agosto de 2020, mas segue eterno por sua obra.

São 50 obras, sendo 45 do artista homenageado e outras cinco dos convidados Pedro Wagner, Elias de Paula, Zeilton Matos, Jaqueline Barroso e Dalva de Barros. Inclusive, a obra de Dalva é bem recente (de 2021) e faz referência aos imortalizados ‘anjos de Sodré’.

O espaço fica aberto de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h e das 14h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h, com entrada gratuita.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Brasil registra 3.451 casos e 143 mortes em 24 horas
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA