VÁRZEA GRANDE

FRIGORÍFICO

Prefeitura de Cuiabá projeta geração de mil empregos dentro de um ano

Oferta de empregos será feita com instalação de frigorífico de aves no Distrito da Guia

Publicado em

Emprego

Foto: Luiz Alves - Secom Cuiabá

O secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Vuolo realizou na última terça-feira (31), visita técnica no Distrito da Guia para conhecer o projeto de instalação de uma nova indústria de processo de aves. De acordo com o gestor, a projeção é chegar a mil novos empregos diretos e indiretos com a implantação do projeto na região. A visita foi acompanhada por técnicos da Pasta, representante da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), produtores locais e do investidor. A ação faz parte do Agro da Gente, projeto integrante do programa Pra Frente Cuiabá da gestão Emanuel Pinheiro, que busca o desenvolvimento econômico, social e industrial da Capital. 

“O sustentáculo da cadeia do frango é a indústria de processamento, não há como a gente trabalhar uma política de ação para fortalecer a pequena propriedade se a gente já não tiver no escopo a chamada venda futura. A comercialização é a chave do processo, porque você produz com qualidade, com apoio técnico, com economia de escala, mas se você já não tiver a venda garantida o risco para o produtor é muito grande por conta do custo da produção de frango, em razão dos investimentos nas matrizes, na ração, além do apoio na questão de vacina e todos os elementos. O processo inicial é o cadastro de 20 unidades de fornecimento, identificando produtores de pequenas propriedades inicialmente da região da Guia, próxima a indústria, por um questão de logística. Estimamos chegar a mil beneficiados diretos e indiretos dentro de um ano, só na cadeia do frango. O mercado das aves já é muito grande no estado e só o município de Cuiabá já é capaz de consumir a produção deste frigorífico”, disse o secretário Vuolo.

Esta é uma das ações do Agro da Gente, que é um dos cinco eixos do programa Pra Frente Cuiabá. O Agro da Gente vai fortalecer a agricultura familiar, promover a qualificação técnica na produção do campo, incentivar as atividade da agroindústria, além de fomentar às cadeias produtivas do leite, peixe, frango e frutas, legumes e verduras.

“A zona rural de Cuiabá tem um grande potência que precisa ser lapidado. A nossa gente do campo precisa de assistência e oportunidade para crescer, se desenvolver, melhorar de vida. Por isso lançamos dentro do Pra Frente Cuiabá o projeto do Agro da Gente, com capacitação, orientação técnica e incentivo para que o produtor rural, o agricultor familiar encontre estímulo para continuar no campo e ter qualidade de vida à medida que contribui também para o desenvolvimento econômico da nossa cidade. É investindo no nosso capital humano que vamos juntos projetar a Cuiabá sustentável do futuro”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro. 

Há cerca de 40 km do asfalto da Estrada da Guia fica a Fazenda Ipê Roxo. A árvore que dá nome a propriedade é a primeira a ser vista quando se transpassa a porteira, bem a direita. Seguindo pela estrada de terra já se avista a casa sede. O investidor da indústria de processamento de aves aguarda a equipe da Prefeitura de Cuiabá para apresentação do local de instalação e projeto. 

“Primeiro concurso que eu fiz foi da Empaer, fui abrir um escritório deles em Matupá, tenho formação em técnico agropecuário e hoje estou com a Empaer aqui para me auxiliar a abrir o meu próprio negócio, porque a técnica evolui muito, como se criava um frango em 1986 quando fiz meu técnico não tem mais nada igual a hoje. Meu objetivo é fomentar essa região de pequenos produtores e que estão sem muita opção do que fazer com a terra. Se eu conseguir fomentar uma região, gerar renda e mudar uma realidade, já estou satisfeito”, disse o advogado e investidor da indústria de processamento de aves, Caio Nunes de Figueiredo.

A Prefeitura de Cuiabá, por meio do Agro da Gente incentiva neste primeiro momento o investimento por parte da iniciativa privada e articula a integração com o produtor rural local, acompanhando todo o processo de interação entre eles, de instalação dos investimentos e também o acompanhando técnico ao produtor em parceria com as entidades que atuam no setor, como Empaer, Senar, Sindicato Rural, Sebrae que orienta no aspecto financeiro e de aplicação dos recursos de forma correta, para que o produtor de pequena propriedade saiba fazer a gestão correta dos recursos investidos por ele no seu negócio e, automaticamente, se integre a cadeia produtiva, da produção até a venda. O papel do município de Cuiabá é fazer a engrenagem toda funcionar. 

“Eu quero crescer com esse projeto que é muito bacana e com isso contratar mais funcionários e fomentar o emprego na região do Pai Joaquim. Meu sonho é aumentar a granja com a chegada do frigorífico e fazer um sítio autossustentável, desde a cultivação, ao manejo e descarte de resíduos que é uma grande preocupação para mim, estamos reflorestando uma parte também. Eu acredito que o futuro é viver da terra”, disse o criador de aves há 6 anos, Gleidson Celies, de 38 anos. 

Programa de desenvolvimento

No Pra Frente Cuiabá, a proposta é organizar a cidade em polos e promover o desenvolvimento de forma linear e integrada, estimulando as capacidades de cada setor, se articulando também com a iniciativa privada e terceiro setor. Ações de infraestrutura, mobilidade urbana, fomento na geração de empregos, na produção do campo, resgate do turismo e valorização da cultura cuiabana se interseccionam para construir uma cidade cada vez mais sustentável, tecnológica, planejada e que proporcione qualidade de vida aos seus habitantes. O programa abarca cinco principais ações, já em execução: Sine da Gente, Enem Digital 5.0, Qualifica Cuiabá, Cuiabanco e Agro da Gente.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Famílias atingidas por incêndio no Morro de São Gerônimo são atendidas
Propaganda

Emprego

VG: Prefeitura terá dois pontos de seleção

Os interessados devem se apresentar munidos de documentos pessoais (RG, CPF, Carteira de Trabalho e Reservista)

Publicados

em

Foto: Secom VG

O impacto provocado pela pandemia da Covid-19 no mercado de trabalho, ainda contribui para a alta no desemprego, porém ações de incentivo a contratações de pessoas – a exemplo do programa ‘Emprego Solidário’ – têm ofertado vagas para profissionais de diversos segmentos, que estão tendo a oportunidade de ter o salário todos os meses, além de outros benefícios. Em parceria com empresas privadas, o programa municipal ‘Emprego Solidário’ tem por objetivo incluir de forma produtiva trabalhadores que residem em Várzea Grande, bem como dar oportunidade a imigrantes residentes no município.

Nesta quarta-feira (15), a Prefeitura Municipal de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Assistência Social realiza a seleção para a contratação de profissionais para o setor de repositor de loja, promotor de carnes, operador de caixas, auxiliar de prevenção e auxiliar de perecíveis. As vagas estão sendo oferecidas pelo Grupo Pereira Fort Atacadista e Supermercado Comper. Para essa seleção os profissionais interessados devem procurar o Centro de Assistência Social – CRAS – do bairro Santa Maria. Já na quinta-feira (16) a seleção, para as mesmas funções, será feita no Centro de Assistência Social – CRAS – do bairro Cristo Rei, a partir das 8h30.

A titular da pasta, Ana Cristina Vieira lembra que os interessados devem se apresentar munidos de documentos pessoais (RG, CPF e Carteira de Trabalho e Reservista). “É necessário que todos estejam com a documentação legível e em dia para que possa facilitar a inscrição do documento para a seleção. Em algumas situações é importante que o interessado tenha experiência no setor, porque esse é um dos requisitos que facilitam na hora da seleção”, orientou.

A secretária disse ainda que várias empresas têm procurado a secretaria de Assistência Social para firmar  parceria, oferecendo as vagas existentes em suas empresas, haja visto que a nossa equipe está preparada para fazer o atendimento nos pontos de seleção. “Temos espaço físico que comporta um número grande de pessoas e toda a estrutura necessária para a seleção dos profissionais. Nossa equipe está desempenhando um bom trabalho e essa dinâmica realizada nos Cras tem sido fundamental para o sucesso alcançado pelo programa Emprego Solidário”.

Já a coordenadora do programa de Atenção Básica, Bernadete Miranda disse que várias empresas estão procurando a secretaria para oferecer as vagas existentes, empresas que já são parceiras e empresas que pretendem fazer a parceria. “Nos próximos dias estaremos nos reunindo com a direção de futuras empresas parceiras e assim que tivermos uma resposta positiva estaremos abrindo novas oportunidades de emprego”, comemorou.

O projeto ‘Emprego Solidário’ é fruto das parcerias firmadas com o Sistema S, Câmara de Dirigentes Lojistas de Várzea Grande (CDL/VG), a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio/MT) e empresas privadas.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Competições esportivas escolares são retomadas em MT
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA