VÁRZEA GRANDE

Escola em Tempo Ampliado - ETA

Oficinas de empreendedorismo e inovação serão ofertadas para alunos

O objetivo do programa é criar um espaço onde o jovem possa conhecer e exercitar atitudes empreendedoras, com temas relacionados ao mundo profissional inovador e sustentável

Publicado em

Educação

Foto: Secom-VG

A Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Smecel) vai implantar na rede municipal de ensino, o programa que vai trabalhar com alunos do Escola em Tempo Ampliado (ETA) as questões sobre empreendedorismo e inovação. Trata-se do programa Jovem Inova+, que será desenvolvido em parceria com a InovaMT – Rede de Inovação Mato Grosso.

O objetivo do programa é criar um espaço onde o jovem possa conhecer e exercitar atitudes empreendedoras, com temas relacionados ao mundo profissional inovador e sustentável, de modo a potencializar o desenvolvimento de competências na construção do futuro. “Serão oficinas baseadas em atividades vivenciais, principalmente para que os alunos desenvolvam competências e comportamentos, pois tanto o empreendedorismo quanto a inovação dependem do comportamento e da atitude da pessoa”, ressalta Patrícia Seixas, técnica responsável pelo programa INOVA+.

O secretário Silvio Fidelis explica que, este ano, o programa será implantado em uma escola piloto para trabalhar com alunos do 5º ao 9º ano, mas a ideia é levar para outras unidades do ETA a partir do ano que vem. “Este é um programa que vai trabalhar as habilidades, competências e criatividade das crianças e adolescentes, ou seja, uma preparação para o futuro. O programa vem ao encontro do que já é trabalhado com o ETA”.

A presidente da InovaMT, Lecticia de Figueiredo Oliveira, que também é superintendente de Desenvolvimento Científico, Tecnológico e de Inovação da Secretaria de Estado de Ciências, Tecnologia e Inovação (Seciteci), explica que o programa vai funcionar de forma presencial e não presencial com carga horária total de 25 horas. “Ele será organizado em quatro encontros em formato de oficinas com atividades práticas e exposição dialogada. O programa será finalizado com apresentações dos projetos e resultados”, enfatiza.

O tema do primeiro encontro será “Ambiente de negócios e trabalho”. Nele serão apresentadas, por meio de palestras, as principais transformações ocorridas nos ambientes de negócio e trabalho e novas habilidades profissionais exigidas – soft skill.

O segundo encontro será “Descobrindo e reconhecendo competências estratégicas para o futuro”. Nesse encontro, que será presencial com atividades vivenciais e exposição dialogada, será realizado um autodiagnóstico das novas competências, identificação de pontos de melhoria e planejamento do desenvolvimento de competências.

O terceiro encontro terá como tema “Redescobrir a criatividade e descobrir a inovação”. A finalidade desse encontro será resgatar a criatividade de cada participante, entendendo que ela é a base para a inovação; destacar soft skills envolvidas nos processos criativos; e desmistificar o conceito de inovação e compreender o processo de geração de inovação. Nesse encontro, a temática será apresentada em uma sessão de cinema, com o filme “O menino que descobriu o vento”.

O quarto e último encontro terá o tema “Design de futuro”. Aqui os alunos vão participar de atividades em grupo, ampliando as ferramentas de design thinking (pensamento crítico e criativo) com a construção de projetos de solução para desafios da comunidade escolar ou de seu entorno.

A ideia é mostrar que com a realidade de cada um e no ambiente em que está é possível criar inovação. “A partir da experiência e da realidade de cada um, a gente vai propor a eles que construam um projeto de inovação para a sua comunidade ou para a escola. Com isso faremos a culminância deste projeto com exposição e workshop para comunidade escolar”, destaca Lecticia de Figueiredo.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  MEC suspende ofício que ameaçava punir atos políticos em universidades
Propaganda

Educação

Escola Nacional do Consumidor oferece inscrições

No total, são oferecidos 20 cursos gratuitos sobre a defesa do consumidor e educação financeira, por exemplo

Publicados

em

Fonte: Agência Brasil/EBC

As inscrições estão abertas para 20 cursos online promovidos pela Secretaria de Nacional do Consumidor (Senacon), em parceria com a Escola Nacional de Defesa do Consumidor (ENDC), até dia 27 de setembro. As capacitações tratam de assuntos como educação financeira, elaboração de projetos, uso da plataforma de reclamações, entre outros. O objetivo é aprofundar o conhecimento de consumidores e servidores do país.

Ao todo, as capacitações possuem carga horária variando de 20 à 60 horas-aula, e podem ser realizadas tanto pelo público em geral quanto por servidores que atuam no Sistema Nacional de Defesa do Consumidor. Após a conclusão, a Universidade de Brasília (UnB) irá emitir certificados digitais e encaminhar para os que forem aprovados nos cursos em que se inscreveram.

Entre os cursos disponibilizados, destaca-se o “É da sua conta” com carga horária de 50 horas, destinado a consumidores e agentes que lidam com o sistema financeiro, com a finalidade de fornecer a base necessária para compreender o funcionamento do Sistema Financeiro Nacional e seus produtos. Há ainda outro curso complementar a esse, dessa vez indicado especificamente para os agentes e que traz uma base mais completa envolvendo o consumidor e finanças, com um prazo de inscrição maior, até 11 de outubro.

Também estão disponíveis capacitações direcionadas ao público em geral sobre finanças domésticas, como por exemplo “A Educação Financeira para Consumidores”, com o objetivo de ensinar ao aluno como compreender seus direitos, se planejar financeiramente e fazer um orçamento doméstico.

Para a realizar as inscrições nos cursos disponíveis na Escola Nacional do Consumidor, o interessado deve ter mais de 16 anos e computador com acesso a internet. Para saber mais, acesse: https://www.defesadoconsumidor.gov.br/escolanacional/cursos/cursos-endc

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  VG: Educação lança cartilha sobre a pandemia para início das aulas
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA