VÁRZEA GRANDE

NORMALIZAÇÃO

Cuiabá retomará atividades presenciais na rede pública no dia 27 de setembro

Acordo quanto à data da retomada das atividades presenciais foi obtido na tarde de hoje (13) e vai garantir o completo esquema vacinal aos profissionais da educação

Publicado em

Educação

Foto: Secom-Cuiabá

A Secretaria Municipal de Educação e a Procuradoria Geral do Município participaram na tarde desta segunda-feira (13) de uma audiência de conciliação com a juíza da Vara da Infância e Juventude de Cuiabá , Gleide Bispo dos Santos. Na audiência foi acordado o retorno presencial, no formato híbrido, das atividades na rede pública municipal de ensino para o próximo dia 27 de setembro.

A primeira medida nesse sentido será uma reunião – ainda hoje (13)  – visando comunicar aos gestores Educacionais o resultado da audiência.

A rede pública municipal de ensino de Cuiabá possui 167 unidades educacionais e atende a 54.535 estudantes da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos.

O acordo quanto a data da retomada das atividades presenciais foi obtido na tarde de hoje (13) e vai garantir o completo esquema vacinal  (aplicação das duas doses de vacina e observação do período de 15 dias) aos profissionais da área. O entendimento foi firmado durante audiência de justificação que contou com a presença do Ministério Público de Mato Grosso, da procuradora-geral do Município, Juliete Migueis e da secretária municipal de Educação, Edilene Machado.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mais de mil alunos realizam segundo simuladão do MT Enem 2017
Propaganda

Educação

Escola Nacional do Consumidor oferece inscrições

No total, são oferecidos 20 cursos gratuitos sobre a defesa do consumidor e educação financeira, por exemplo

Publicados

em

Fonte: Agência Brasil/EBC

As inscrições estão abertas para 20 cursos online promovidos pela Secretaria de Nacional do Consumidor (Senacon), em parceria com a Escola Nacional de Defesa do Consumidor (ENDC), até dia 27 de setembro. As capacitações tratam de assuntos como educação financeira, elaboração de projetos, uso da plataforma de reclamações, entre outros. O objetivo é aprofundar o conhecimento de consumidores e servidores do país.

Ao todo, as capacitações possuem carga horária variando de 20 à 60 horas-aula, e podem ser realizadas tanto pelo público em geral quanto por servidores que atuam no Sistema Nacional de Defesa do Consumidor. Após a conclusão, a Universidade de Brasília (UnB) irá emitir certificados digitais e encaminhar para os que forem aprovados nos cursos em que se inscreveram.

Entre os cursos disponibilizados, destaca-se o “É da sua conta” com carga horária de 50 horas, destinado a consumidores e agentes que lidam com o sistema financeiro, com a finalidade de fornecer a base necessária para compreender o funcionamento do Sistema Financeiro Nacional e seus produtos. Há ainda outro curso complementar a esse, dessa vez indicado especificamente para os agentes e que traz uma base mais completa envolvendo o consumidor e finanças, com um prazo de inscrição maior, até 11 de outubro.

Também estão disponíveis capacitações direcionadas ao público em geral sobre finanças domésticas, como por exemplo “A Educação Financeira para Consumidores”, com o objetivo de ensinar ao aluno como compreender seus direitos, se planejar financeiramente e fazer um orçamento doméstico.

Para a realizar as inscrições nos cursos disponíveis na Escola Nacional do Consumidor, o interessado deve ter mais de 16 anos e computador com acesso a internet. Para saber mais, acesse: https://www.defesadoconsumidor.gov.br/escolanacional/cursos/cursos-endc

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Inscrições do Enem começam hoje; o que os candidatos devem saber
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA