VÁRZEA GRANDE

"Prioridade"

Com participação do presidente Bolsonaro, Pinheiro reforça compromisso pela educação

Durante a transmissão, o presidente destacou que “em mil dias, sendo 600 de pandemia causada pelo novo coronavírus, o Brasil recebeu inúmeros investimentos”.

Publicado em

Educação

O presidente da República, Jair Bolsonaro, participou online na manhã de sexta-feira (1), da solenidade de entrega oficial da Escola Cívico-Militar Cuiabana Professora Maria Dimpina.  Na capital, o ato de entrega foi realizado pelo prefeito Emanuel Pinheiro, e também pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro.  A unidade escolar foi completamente reformada pela Prefeitura de Cuiabá e entregue à população em junho deste ano.

Durante a transmissão, o presidente destacou que “em mil dias, sendo 600 de pandemia causada pelo novo coronavírus, o Brasil recebeu inúmeros investimentos”.

 “Nós temos mania de educação, sob todos os aspectos e respeitando os nossos profissionais e nossos alunos. Quando assumi o meu primeiro mandato eram 50 mil (alunos) e já para o próximo ano serão 54,5 alunos. Parte veio da rede privada, atraídos pela qualidade e pela alta capacidade dos nossos profissionais.  Em nossa capital, organizados pela secretaria de Educação, Edilene, e com uma equipe de profissionais da educação do mais alto gabarito, nós estamos superando a realidade com  os nossos índices do IDEB, com o investimento na qualidade profissional. Aqui, em nome do municipalismo, aqui agradeço a presença do prefeito Marcelo, de  General Carneiro e destaco a força do municipalismo.  Cada vez que o presidente Bolsonaro diz “mais Brasil a o menos Brasília e eu vejo que saímos da retórica e passamos mais à prática”’, destacou.  

Há trinta e dois anos atuando pela educação, a secretária municipal de Educação, Edilene Machado, ponderou que Cuiabá vem desenvolvendo uma educação de qualidade. “Nosso esforço é conjunto, e temos a consciência de que  ninguém faz nada sozinho. A nossa equipe é maravilhosa.  Ao contrário do que se diz, não mantemos escolas militares. Mantemos escolas cívico militares.  Nesse modelo, a criança faz atividades do currículo normal e no contraturno desenvolve outras habilidades. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, mantém uma visão holística, no todo e por isso entendemos que é necessário ofertar possibilidades. E assim fizemos, tanto é que em, três minutos, esgotaram-se as mais de 500 matrículas”.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, agradeceu autoridades, diretores, professores e aos jovens alunos da escola civil militar e relembrou ter sido aluno da rede pública. “Estou aqui em nome do senhor presidente Jair Bolsonaro, que me  deu liberdade para montar uma equipe técnica. Nós vamos usar a escola para instruir, quem educa princípios e valores são os pais e não a escola, ou professor “A” ou “B”.  finalizou.

Presentes na solenidade, o senador, Wellington Fagundes, Marcelo Aquino prefeito de General Carneiro e vice presidente da Associação Matogrossense dos Municípios (AMM), deputado Elizeu Nascimento, presidente do Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação, Marcelo Lopes Pontes (FNDE), Gilson Passos diretor de políticas para escolas cívico militares, Luiz Robério de Souza Tavares, diretor de Supervisão da Educação Superior (DISUP/MEC), o ex-deputado federal, Vitório Galli, entre outras autoridades.

 

Leia Também:  Estudantes de Cuiabá participam de movimento pela importância de brincar

Foto: Luiz Alves/ Secom-CBA

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Educação

Várzea Grande será sede da XVIII Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECITECI) dará início nesta terça-feira (19.10) a XVIII Semana Nacional da Ciência e Tecnologia (SNCT). A abertura será realizada às 8h, no Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG), e segue até o próximo dia 21 de outubro, podendo ser acompanhada de forma presencial ou também pelo endereço – www.tecmt.com.br.

O evento é realizado em parceria com o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Com o tema “A transversalidade da Ciência, Tecnologia e Inovações para o Planeta”, a Semana tem como foco principal a popularização das áreas junto à sociedade. 

A abertura contará com a presença do secretário da SECITECI, Nilton Borgato, da coordenadora-geral de Popularização do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCTI), Silvana Copceski, como também a presença de reitores, professores, alunos, empresas, gestores municipais, secretários, pesquisadores, entre outros participantes.

Na parceria, cada estado assume a coordenação local do evento, articulando estratégias eficientes para a aproximação do público alvo, instituições de ensino, alunos, gestores públicos e outros setores com potencial para agregar e difundir a ciência. O espaço também é utilizado para a divulgação cientifica de novos projetos, com linguagem acessível e o estimulo necessário para que toda a sociedade desperte o interesse pela ciência, reconhecendo inclusive, no cotidiano, a aplicação prática de soluções geradas para atender a população.

Outro ponto estratégico é a divulgação da contribuição dada pela ciência e tecnologia na redução das desigualdades sociais, no combate à pandemia da COVID-19, e sobre o impacto das novas tecnologias na promoção da qualidade de vida da população.  

O evento também contará com atividades simultâneas, como o “Circuito Itinerante da Ciência de Mato Grosso – MT Ciências” (Carreta da Ciência), Maratona Teen, Hackathon SECITECI, Show de Ciência, Palestras, Jogos, Desafios, Oficinas, Vídeos Científicos, Exposição de Projetos selecionados da XIII Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, além de vitrines tecnológicas promovidas pelas instituições parceiras.

A XVIII Semana Nacional é uma realização do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECITECI), e a participação de parceiros como a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Escolas Técnicas Estaduais, Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), a Secretaria de Estado de Educação (SEDUC), Secretaria de Estado de Esporte, Cultura e Lazer (SECEL), Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (FIEMT), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), Secretarias Municipais de Educação, Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (FAPEMAT) e Instituto FARMUN.

Foto: SECITECI/MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  MEC cria grupo de trabalho para atualização do Enem e do Encceja
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA