VÁRZEA GRANDE

PODA EM CUIABÁ

Setor de poda de árvores da Limpurb com média mensal de mil procedimentos

O trabalho é executado por meio de quatro equipes que, diariamente, são distribuídas pelas regiões da cidade

Publicado em

DESTAQUE

Foto: Luiz Alves - Secom-MT

A Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) finalizou o ano de 2022 como uma média mensal de mil procedimentos de poda e corte responsável de árvores realizados em espaços públicos da Capital. O trabalho é executado por meio de quatro equipes especializadas que, diariamente, são distribuídas pelas regiões da cidade.

“Fazemos a remoção de galhos enfermos, redução de copa, além do corte. São priorizadas árvores que representam risco de causar danos humanos ou materiais. Quando há interferência na rede elétrica, acionamos a concessionária e, em situações de urgência, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil”, explica o diretor-geral da Limpurb, Júnior Leite.

Considerado fundamental para conservação e melhoria da paisagem urbana, os serviços são feitos, minimizando os riscos parciais ou integrais de árvores e galhos. No caso da poda, a ação consiste na retirada de galhos, em função de fatores como a própria saúde da árvore e desobstrução de sinalização viária.

Já o corte trata-se de um procedimento de remoção completa da árvore, por meio do uso de motosserra e equipamentos similares. Essa atividade somente é executada após vistoria de engenheiros ambientais, comprovando tecnicamente que a árvore está condenada ou com possibilidade de gerar riscos à população.

Leia Também:  Confira seu signo através dos astros

O coordenador técnico de Limpeza Urbana, Valmir Molina, enfatiza ainda que tanto a poda como o corte são feitos seguindo as determinações da Lei Complementar 004/92 e do Decreto Municipal 5.144/2012. Ele destaca ainda que a atuação da Limpurb ocorre exclusivamente em vias e logradouros públicos.

“Esse trabalho feito corretamente contribui para o desenvolvimento saudável das árvores e com melhoria da arborização da cidade. É importante lembrar que, conforme a legislação, a Limpurb é responsável pela arborização pública. Na frente de imóveis particulares, por exemplo, cabe ao proprietário adotar as medidas necessárias”, pontua Molina.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

DESTAQUE

Coordenadora da Defesa Civil de Várzea Grande é condecorada

A honraria da Defesa Civil Estadual é destinada a agraciar integrantes do Sistema de Proteção e Defesa Civil do Estado de Mato Grosso que prestam notáveis serviços à instituição

Publicados

em

Foto: SECOM VG

A Defesa Civil de Várzea Grande, por meio de sua coordenadora Cristiane Lima Prado, foi agraciada com a Medalha do Mérito “Engenheiro Domingos Iglesias Valério”, pelos relevantes serviços prestados ao sistema estadual de proteção e defesa civil. A honraria foi entregue na última terça-feira (24), pelo secretário-adjunto de Proteção e Defesa Civil do Estado, coronel bombeiro militar César Viana de Brum, e foi publicada como Decreto nº 1.550, de 29 de novembro de 2022, assinado pelo governador Mauro Mendes.

“Fiquei muito honrada e estou muito satisfeita e orgulhosa por poder representar o Município de Várzea Grande. Eu estou na Defesa Civil desde 2019 e a gente vem em parceria com a Defesa Civil do Estado e sempre em contato com os municípios próximos para poder fazer o nosso trabalho”, afirma Cristiane Prado.

A medalha de honra ao mérito da Defesa Civil Estadual é destinada a agraciar os integrantes do Sistema de Proteção e Defesa Civil do Estado de Mato Grosso que prestam notáveis serviços à instituição. Em Várzea Grande, a Defesa Civil é regulamentada pela Lei Municipal nº 4.098/2015, que determina que compete a ela, dentre outras atribuições, “adotar medidas de planejamento e execução das operações, especialmente nas situações que impliquem desastres, estados de emergência e calamidade pública, com a possibilidade de ocorrência de sinistros que importem em danos a bens pessoais, estabelecendo parcerias e convênios com outros entes estaduais e federais visando a prevenção e controle de desastres”.

Leia Também:  Homem é preso com 33 porções de cocaína em Várzea Grande

“Nós fazemos o trabalho preventivo, mas, a nossa maior demanda são as questões dos sinistros que ocorrem, normalmente, quando tem muita chuva, vendaval, intempéries da natureza, em que estamos sempre disponíveis 24 horas por dia para fazer o atendimento”, explica a coordenadora.

O secretário municipal de Defesa Social, Alessandro Ferreira, parabenizou Cristiane Prado e demais servidores da Defesa Civil municipal pela distinção. “É importante porque reconhece o trabalho que vem sendo desenvolvido por parte da Defesa Civil municipal, que é muito conclamada pela população por conta das características do município, que tem muitas áreas de preservação permanente, muitas áreas de risco. E a nossa Defesa Civil é linkada com as Defesas Civis do Estado e Nacional”, afirma.

Fonte: SECOM VG

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA