VÁRZEA GRANDE

DESTAQUE

Prefeitura de Várzea Grande abre concurso para 146 vagas no DAE

Publicado em

DESTAQUE

Inscrições podem ser feitas 19/06 a 13/07. Salários variam de R$ 1.315,47 até R$ 2.640,00

 

Da Redação

 

Cumprindo determinação da prefeita Lucimar Sacre de Campos para melhora no atendimento a população e respeitando a recomendação do Ministério Público do Trabalho e do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso, o Departamento de Água e Esgoto de Várzea Grande, DAE/VG, publicou edital abrindo concurso público para o preenchimento de 146 vagas.

A Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT, uma das instituições de ensino mais respeitadas do Brasil foi a escolhida para a realização do referido concurso público.

“Precisamos melhorar o atendimento a população para que o serviço prestado realmente surta os efeitos e nada melhor do que termos pessoas capacitadas e prontas para o serviço”.

Os cargos são para os níveis fundamental, médio e superior, e a remuneração varia de R$ 1.315,47 até 2.640,00. As inscrições podem ser feitas a partir do dia 19 de junho até o dia 13 de julho, pelo endereço eletrônico www.ufmt.br/concursos, no período compreendido entre 8 horas do dia 19 de junho de 2017 e 23 horas e 59 minutos do dia 13 de julho de 2017.

O edital prevê 10 vagas de ensino superior, 18 vagas para o ensino fundamental completo, 118 vagas de nível médio. Os cargos/perfis, os requisitos básicos e as vagas, inclusive as reservas para às pessoas portadoras de deficiência (PcD), constam no Edital publicado na data de hoje (8), no Diário Eletrônico Oficial dos Municípios de Mato Grosso.

Leia Também:  Servidor furta pneus de prefeitura em MT e compra carro de luxo

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por intermédio da Secretaria de Articulação e Relações Institucionais/Gerência de Exames e Concursos (SARI/GEC), quem vai realizar as provas e executar o concurso.

A relação definitiva dos candidatos regularmente inscritos, contendo nome, número do documento de identidade e data de nascimento do candidato, nome do cargo/perfil pretendido, estará disponível, em lista aberta, a partir do dia 8 de agosto de 2017, na internet, no endereço eletrônico www.ufmt.br/concursos e também no Jornal Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso.

A prova objetiva para todos os cargos/perfis será aplicada no dia 20 de agosto de 2017, na cidade de Várzea Grande. Só será aplicada em Cuiabá caso o número de inscritos exceda a capacidade de alocação no município. A prova terá duração de 4 horas.

Isenção do pagamento da taxa de inscrições acontecerá entre os dias 19 de junho à 25 de junho de 2017.

               

INSCRIÇÕES

  

As inscrições podem ser realizadas a partir de 19 de junho e encerram em 13 de julho de 2017, pelo endereço eletrônico: www.ufmt.br/concursos.

São nove vagas para nível superior, sendo que com salário de R$ 2.360,96: advogado (02), analista Ambiental (01), contador (01), engenheiro Civil (01), engenheiro Eletricista (02), engenheiro Sanitarista (01) e com salário de R$ 2.640,00: controlador interno (01).

Para o nível médio completo, com salário de R$ 1.315,47, são 118 vagas, sendo que: agente Administrativo (06), assistente de Saneamento (03), atendente Comercial (07), cadastrador (10), eletricista (02), eletromecânico (02), encarregado de Equipe de Corte (05), encarregado de Equipe de Manutenção (07), operador de Estação de Tratamento de Água e ou Esgoto (63), técnico de Laboratório (02), técnico de Segurança do Trabalho (01), técnico Hidrometrista (10).

Leia Também:  Médica veterinária é presa por tráfico de drogas durante operação

Já para nível fundamental completo, com salário de R$ 1.176,79, são 18 vagas para o cargo de manutenção de Rede de Água/Esgoto.

O valor da taxa de inscrição está fixado em: R$ 100,00 para os cargos/perfis de nível superior; R$ 80,00 para os cargos/perfis de nível médio; e R$ 60,00 para o cargo/perfil de nível fundamental.

O candidato que se encontrar desempregado ou que perceber até um salário mínimo e meio ou ainda aquele que for doador regular de sangue, poderá usufruir o benefício da isenção de pagamento da taxa de inscrição.

Para fazer jus à isenção do pagamento da taxa de inscrição, deverá obrigatoriamente, no período compreendido entre 8 horas do dia 19 de junho de 2017 e 23 horas e 59 minutos do dia 25 de junho de 2017, requerer sua inscrição no endereço eletrônico www.ufmt.br/concursos, e ainda, após a inscrição, deverá entregar, sem ônus, até o dia 26 de junho de 2017, os documentos relacionados no subitem 5.4 do edital.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

DESTAQUE

Invasores de lotes no entorno do Contorno Leste em Cuiabá implantam terror

Um dos chacareiros mais prejudicados é o português João Antônio Pinto, informa, já com grande parte de suas terras invadidas.

Publicados

em

Fotos: Arquivo Pessoal

Muitas propriedades na região do Contorno Leste, em Cuiabá-MT, nas imediações do condomínio Belvedere, foram invadidas recentemente por grupos motorizados, fato amplamente noticiado na mídia estadual. No entanto, os invasores – que utilizam métodos violentos, genuinamente no estilo viking, segundo descrevem as vítimas -, continuam agindo impunemente na área. Todos os terrenos no entorno do Contorno Leste estão na mira dos criminosos, alertam.

“Basta ir lá para ver a movimentação intensa deles, mais parecendo cobras querendo dar o bote nas pessoas”, diz um geólogo que adquiriu um terreno no lugar, aquisição registrada em cartório.

“Eu nem saio do carro, pois temo ser agredido. A coisa está assim: invadem e expulsam o dono da propriedade. Ele nem pode retornar ao local”.

Foto: Arquivo Pessoal

Temendo pela sua segurança pessoal e da família, ele pediu para não postar fotos suas, apenas do BO. A esperança é de que alguma resolução judicial garanta a retomada de posse das áreas invadidas.

“Eu fui um dos primeiros a denunciar essa tropa infame. São abusados, querem tomar tudo que construímos à força, que suamos tanto para pagar. E o pior é que estão conseguindo, como fosse direito deles. Em resumo: quem tem terreno por ali (Contorno Leste) não tem mais qualquer segurança: de um dia pra outro pode perder sua propriedade. E ainda levar baita surra dos brutamontes que integram os grupos”.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre 10 mandados contra autores de roubos a comércios e residências de Várzea Grande

Ainda que tenha sido um dos primeiros a registrar BO, frisando na Polícia que os proprietários das chácaras próximas ao Contorno Leste estão sendo prejudicados, ameaçados e até agredidos, o chacareiro lamenta que nada tenha sido feito ainda em prol de proteger pessoas e propriedades.

“Esses invasores chegam em quantidade sempre maior, e continuam de prontidão, atentos ao menor descuido de algum sitiante para se apoderar de suas terras. Têm agido mesmo com violência, segundo muita gente já confirmou. Pelo menos no meu caso isso ainda não aconteceu, pois não estava lá quando invadiram minha chácara”, disse.

João Pinto teve área invadida Foto: Arquivo Pessoal

Um dos chacareiros mais prejudicados é o português João Antônio Pinto, informa, já com grande parte de suas terras invadidas. Na sua propriedade, João Pinto cria gado, tem pista, hangar, e é onde guarda seu avião, um monomotor modelo Super Hélio Courier.

“Não sei se os vikings, como estão sendo denominados esses invasores, já chegaram ao centro da propriedade do vizinho João Pinto, também se apoderando de tudo que se encontra por lá. Porém, nos arredores, fincaram bandeira de posse ilegal”.

Leia Também:  PRF em Campo Verde/MT apreende 17quilos de cocaína em caminhão

O chacareiro conta ter ficado sabendo que um dos filhos de João Pinto foi agredido ao tentar barrar a derrubada de cerca, operação feita por tratores.

“As autoridades precisam tomar providências urgentes! Estamos mesmo vivenciando, em Cuiabá, as barbaridades protagonizadas pelos vikings há séculos, quando invadiam terras e trucidavam pessoas. E isso  é movimento orquestrado por quadrilha especializada: dispõem de maquinário pesado, carros de luxo e recursos para bancar proteção de leões de chácara. Como um simples chacareiro vai enfrentar esses brutamontes? É um caso de Polícia!”

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA