VÁRZEA GRANDE

DESTAQUE

Lucimar vistoria unidades e anuncia novas obras

Publicado em

DESTAQUE

Da Redação 

Mantendo a rotina de trabalho em prol de Várzea Grande e sua população, a prefeita Lucimar Sacre de Campos esteve vistoriando unidades de saúde acompanhando o atendimento e obras que estão em andamento e que fazem parte das medidas colocadas em prática para melhorar a área de saúde que entre janeiro e maio deste ano no Hospital e Pronto Socorro e na UPA IPASE atenderam 110.878 mil pessoas.

“Estamos avançando em todas as áreas da administração municipal e a saúde pública vem recebendo recursos e ações que melhoram o atendimento prestado a população que necessita do Sistema Único de Saúde – SUS”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos assegurando que ainda neste ano de 2017 o Hospital e Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande estará 100% reformado, ampliado e reequipado.

Além da reforma geral do Hospital e Pronto Socorro, Lucimar Campos anunciou também a reforma geral da Policlínica do Jardim Glória, a única de cinco unidades que ainda não recebeu obras. “As policlínicas do Cristo Rei, Parque do Lago, Marajoara e 24 de Dezembro já foram reformadas, melhoradas e entregues a população e agora será a vez da quinta unidade, a do Jardim Glória ser reformada para melhor atender a população”, disse Lucimar Sacre de Campos.

As unidades de saúde fiscalizadas pela prefeita Lucimar Sacre de Campos e pelo secretário de Saúde, Diógenes Marcondes, foram à Unidade Básica de Saúde do bairro Água Limpa, o Centro de Atenção Psicossocial Infantil (CAPS), à Unidade Básica de Saúde do bairro Nossa Senhora da Guia, a policlínica do Jardim Glória, ‘Dr. Moacyr De Lannes’ e o Hospital Municipal e Pronto-Socorro.

Toda essa semana foi reservada para vistoria in loco de obras, de escolas, de bairros, e, especialmente a locais que prestam serviço direto à população. Como frisa a prefeita, esses encontros possibilitam conhecer a realidade e a rotina dos equipamentos públicos.

“Como hoje priorizamos as unidades de saúde, pudemos conferir e comprovar o atendimento humanizado que preconizamos em Várzea Grande e que envolve atitude dos gestores e profissionais de saúde na corresponsabilidade na obtenção de um bom resultado. O usuário do SUS tem que ter atendimento de excelência e humanizado”, disse a prefeita.

Leia Também:  Caixa anuncia novas condições para uso rotativo do cartão de crédito

Mais adiante Lucimar relatou que nas visitas certificou o atendimento prestado, se os insumos necessários estão dentro da ordem e o comprometimento dos servidores, ressaltando que “o atendimento humanizado requer bons profissionais, mas também estrutura digna de trabalho, insumos e assiduidade”.

A prefeita demonstrou contentamento ao ver que nas unidades visitadas todas as farmácias estão abastecidas e com capacidade de atendimento a demanda. 

As visitas são feitas sem aviso prévio e juntamente com equipe técnica. Nas visitas são avaliados a estrutura dos locais, limpeza, assiduidade dos servidores, conversas com os pacientes e conferência a funcionalidade das farmácias.

No Pronto-Socorro, unidade que está passando por uma reforma completa, a prefeita e equipe avaliaram o atendimento nas alas já reformadas e entregues, vistoriaram as obras em execução do Centro Cirúrgico e da UTI Adulto e Rede Cegonha.

A prefeita reforçou que até o final do ano o Pronto-Socorro estará 100% reformado e entregue com mobiliário e equipamentos novos. Cerca de R$ 5 milhões estão estimados para a conclusão, recursos que estão sendo partilhados entre próprios, estadual e federal, bem como com repasse de emendas parlamentares.

Na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Água Limpa, a prefeita conheceu parte do atendimento que é diariamente prestado, nas áreas de clínico geral, pediatria, ginecologia, odontologia e ainda vacinação. A dentista Rita de Cássia dos Santos divide o atendimento com outro profissional, que atende à tarde, e ela optou por atender crianças, ofertando odontopediatria. “Estou há 25 anos trabalhando no Município e há seis anos aqui nesta unidade e desde que a prefeita assumiu não falta material e há valorização dos servidores”.

In loco, a prefeita presenciou a oferta de repelentes que a Rede SUS oferta para gestantes, o que minimiza o risco de contrair dengue, zika vírus e a febre chikungunya.

A diretora da unidade, Celina Bernardes, contou que a UBS é referência em vacinação na região central da cidade e chega a contabilizar cerca de 400 doses ao mês.

Leia Também:  "PLC que isenta aposentados é importante vitória do Parlamento", diz Max Russi

Já no Centro de Atenção Psicossocial – CAPS Infantil, localizado no Jardim Imperador, o gerente da unidade, Lucio Magalhães, conduziu a visita e explicou que a maior parte dos atendimentos prestados é para crianças de zero até 18 anos (em alguns casos) com transtornos mentais e usuários de droga e ou álcool. “Todo o atendimento realizado é multidisciplinar com psiquiatra, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e psicólogo”, explicou o gerente.   

Na Unidade Básica de Saúde do bairro Nossa Senhora da Guia, a prefeita conversou com a médica ginecologista Candice Castro, que quer ampliar o atendimento de sua especialidade trazendo universitários para estagiar na unidade. Nessa unidade também são ofertados tratamentos odontológicos, ginecológico, clinico geral, psicólogo e psiquiatra. A prefeita também elogiou a condução dos serviços na unidade, gerida por Abimael Elias Junior, bem como a oferta e a organização dos medicamentos da farmácia.

Na policlínica ‘Dr. Moacyr De Lannes’, no Jardim Glória, o gerente Marcos Vinicius Galante, contou que ao dia são atendidas cerca de 90 pessoas nas especialidades de odontologia, ginecologia, clinico geral, psicologia e psiquiatria.

O secretário municipal de Saúde, Diógenes Marcondes, disse que esses encontros proporcionam uma maior aproximação da gestão com o servidor e traz como resultado uma grande troca de ideias, experiências e conhecimentos. “No caso da saúde, podemos ouvir nossos servidores que de fato estão na ponta do atendimento, e não apenas os gerentes, e o principal, receber a avaliação direta da população do usuário do Sistema Único de Saúde (SUS)”.

“O que queremos com essas visitas é extrair boas ideias e iniciativas que fazem de uma unidade de saúde ou de uma escola exceção e referência na comunidade e assim, ao conhecer realidades diferentes, poder compartilhar com as demais unidades para atingir um nível de excelência na prestação de serviços essenciais ao várzeagrandense, porém de forma humanizada e de excelência”, pontuou a prefeita. 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

DESTAQUE

Invasores de lotes no entorno do Contorno Leste em Cuiabá implantam terror

Um dos chacareiros mais prejudicados é o português João Antônio Pinto, informa, já com grande parte de suas terras invadidas.

Publicados

em

Fotos: Arquivo Pessoal

Muitas propriedades na região do Contorno Leste, em Cuiabá-MT, nas imediações do condomínio Belvedere, foram invadidas recentemente por grupos motorizados, fato amplamente noticiado na mídia estadual. No entanto, os invasores – que utilizam métodos violentos, genuinamente no estilo viking, segundo descrevem as vítimas -, continuam agindo impunemente na área. Todos os terrenos no entorno do Contorno Leste estão na mira dos criminosos, alertam.

“Basta ir lá para ver a movimentação intensa deles, mais parecendo cobras querendo dar o bote nas pessoas”, diz um geólogo que adquiriu um terreno no lugar, aquisição registrada em cartório.

“Eu nem saio do carro, pois temo ser agredido. A coisa está assim: invadem e expulsam o dono da propriedade. Ele nem pode retornar ao local”.

Foto: Arquivo Pessoal

Temendo pela sua segurança pessoal e da família, ele pediu para não postar fotos suas, apenas do BO. A esperança é de que alguma resolução judicial garanta a retomada de posse das áreas invadidas.

“Eu fui um dos primeiros a denunciar essa tropa infame. São abusados, querem tomar tudo que construímos à força, que suamos tanto para pagar. E o pior é que estão conseguindo, como fosse direito deles. Em resumo: quem tem terreno por ali (Contorno Leste) não tem mais qualquer segurança: de um dia pra outro pode perder sua propriedade. E ainda levar baita surra dos brutamontes que integram os grupos”.

Leia Também:  São Paulo anuncia calendário de vacinação para adolescentes

Ainda que tenha sido um dos primeiros a registrar BO, frisando na Polícia que os proprietários das chácaras próximas ao Contorno Leste estão sendo prejudicados, ameaçados e até agredidos, o chacareiro lamenta que nada tenha sido feito ainda em prol de proteger pessoas e propriedades.

“Esses invasores chegam em quantidade sempre maior, e continuam de prontidão, atentos ao menor descuido de algum sitiante para se apoderar de suas terras. Têm agido mesmo com violência, segundo muita gente já confirmou. Pelo menos no meu caso isso ainda não aconteceu, pois não estava lá quando invadiram minha chácara”, disse.

João Pinto teve área invadida Foto: Arquivo Pessoal

Um dos chacareiros mais prejudicados é o português João Antônio Pinto, informa, já com grande parte de suas terras invadidas. Na sua propriedade, João Pinto cria gado, tem pista, hangar, e é onde guarda seu avião, um monomotor modelo Super Hélio Courier.

“Não sei se os vikings, como estão sendo denominados esses invasores, já chegaram ao centro da propriedade do vizinho João Pinto, também se apoderando de tudo que se encontra por lá. Porém, nos arredores, fincaram bandeira de posse ilegal”.

Leia Também:  "PLC que isenta aposentados é importante vitória do Parlamento", diz Max Russi

O chacareiro conta ter ficado sabendo que um dos filhos de João Pinto foi agredido ao tentar barrar a derrubada de cerca, operação feita por tratores.

“As autoridades precisam tomar providências urgentes! Estamos mesmo vivenciando, em Cuiabá, as barbaridades protagonizadas pelos vikings há séculos, quando invadiam terras e trucidavam pessoas. E isso  é movimento orquestrado por quadrilha especializada: dispõem de maquinário pesado, carros de luxo e recursos para bancar proteção de leões de chácara. Como um simples chacareiro vai enfrentar esses brutamontes? É um caso de Polícia!”

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA