VÁRZEA GRANDE

DESTAQUE

Demostrando ser um bom ator; Ex diretor do hospital de Sorriso chorou e mais de três milhões de forma ilegal do Estado ele faturou.

Publicado em

DESTAQUE

O médico é um dos sócios da empresa Roberto Satoshi Yoshida & Cia Ltda, que atua em atividades de atendimento em pronto-socorro, e faturou milhões em contrato com o Governo.

Da Redação

 

Documentos obtidos pelo site Reporter MT, no fim da tarde desta quinta-feira (25), denunciam que o ex-diretor técnico do Hospital Regional de Sorriso (a 420 km ao Norte de Cuiabá), Roberto Satoshi, que chorou na última segunda-feira (22), ao denunciar a falta de alimentos para servir aos pacientes, devido a atrasos nos repasses por parte do Governo do Estado, embolsou, nos últimos dois anos e três meses, pouco mais de R$ 3,2 milhões em contratos com poder público de forma ilegal. Os números estão no Sistema de Integrado de Planejamento, Contabilidade e Finanças (Fiplan).

Segundo os dados, mesmo exercendo função pública, o ex-diretor é um dos sócios da empresa Roberto Satoshi Yoshida & Cia Ltda – ME, que atua em atividades de atendimento em pronto-socorro e unidades hospitalares, para atendimento à urgência em unidades de saúde. 

Leia Também:  Sorriso terá uma semana dedicada à prevenção de incêndios florestais

A empresa presta serviços ao Hospital de Sorriso por meio de um contrato milionário, o que caracteriza conflito de interesse. Os valores foram pagos a Roberto Satoshi por meio do Fundo Estadual de Saúde. 

O contrato social mostra que a empresa é administrada por Rodrigo Francisco e Pintel Cruz, além dos sócios Roberto Satoshi Yoshida, Iuri dos Santos Barros Viana, Pedro Ivo Calegari, Tulio Emanuel Orathes Ponte Silva e fica localizada na Rua Santos Dumont, 250, Apt 03, no bairro Bela Vista, em Sorriso. O capital especificado no contrato social é bem inferior ao recebido do Governo, cerca de R$ 20 mil. 

Roberto Satoshi ganhou as capas dos principais sites de notícia do estado e manchetes de TV no início da semana depois de chorar anunciar a situação precária da unidade, que segundo o diretor, não havia sequer alimentos. As dívidas da unidade podem alcançar os R$ 874 mil. 

Outro lado

Até a publicação desta reportagem, não conseguimos contato com o diretor Roberto Satoshi.

Leia Também:  No limite da ignorância: enfermeira é espancada por pais de paciente dentro da UPA de Sorriso

Veja documentos abaixo:

[Best_Wordpress_Gallery id=”13″ gal_title=”Doc Hospital de Sinop”]

 

Fonte: Reporter MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

DESTAQUE

Leonardo e Bruno e Marrone lançam a cerveja Cabaré em live-show nesta quarta

Os sertanejos são amigos há 36 anos, apresentarão uma bagagem de hits e sucessos que fazem parte da memória dos fãs

Publicados

em

Foto: Marcos Lopes

Nesta quarta-feira (16), O Grupo Petrópolis lança a cerveja Cabaré e, para celebrar, o cantor Leonardo fará um show exclusivo transmitido para todo o Brasil pelo próprio canal do Youtube, com a parceria com a dupla Bruno & Marrone. O artista é o embaixador da cerveja. A live será às 19h (horário de Cuiabá) e já é possível acionar o lembrete neste link.

A live-show terá um cenário grandioso, painéis de LED e romantismo. Os sertanejos são amigos há 36 anos, apresentarão uma bagagem de hits e sucessos que fazem parte da memória dos fãs.

A Cabaré é uma cerveja puro malte dourada, com lúpulos alemães, no estilo American Lager e de baixa fermentação. O rótulo foi criado a partir da parceria entre o Engenho Dom Tapparo e a empresa, que produz outras marcas, como a Itaipava, a Black Princess, a Petra e a Weltenburger.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Coronavírus ameaça economia de Mato Grosso que perde cerca de R$ 2 bi em menos de 30 dias de quarentena
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA