VÁRZEA GRANDE

DESTAQUE

Delação de Nadaf arrasta TCE para o centro da tormenta; seria o Apocalipse?

Publicado em

DESTAQUE

Da Redação

 

Ainda não é oficial – por enquanto, mas é simplesmente aterrador. Um advogado com transito nos tribunais superiores confessa ter tido calafrios ao tomar conhecimento dos termos da delação do ex-secretário de estado, Pedro Nadaf – segundo homem mais importante na longa cadeia de crimes praticados pelo capo Silval Barbosa.

Nadaf não se limita aos tempos de promiscuidade e de libertinagem que marcaram o governo Silval Barbosa. Há uma retroação deliberada ao período de domínio dos “Senhores da Botina” para resgate de fatos marcantes típicos de organizações criminosas.

Em sua assombrosa delação, Nadaf não poupa ninguém. Tem boa memória, diz ter documentos e anotações o bastante para abalar os alicerces da política, do judiciário e, principalmente do Tribunal de Contas do Estado.

De acordo com o causídico com quem conversei, Conselheiros foram nominados e a história da mega malandragem envolvendo os “Senhores da Corte” não começa e nem termina com o regular pagamento de propina de R$ 50 milhões. Na delação, já homologada pelo ministro Luiz Fux, do STF, contam relatos de igual ou maior intensidade.

Leia Também:  Secretário-geral da ONU pede rota de fuga de "apocalipse" em Mariupol

Empresários habituados aos rapapés ou salamaleques das colunas sociais, deputados estaduais – em quantidade o bastante para formar uma expressiva base parlamentar na cadeia, deputados federais e gente graúda do senado são arrastados como folhas verdes para o centro do formigueiro.

Novas operações policiais serão deflagradas. Novos personagens entrarão em cena. Novas histórias serão contadas. Nadaf se transmuta de simples depoente para testemunha. Sua palavra ganha peso e credibilidade.  É o apocalipse!

 

 

 

Fonte: A Bronca Polpular

Por: Edesio Adorno

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

DESTAQUE

Lançamento oficial do ‘Carnaval 2023’ será na segunda-feira (6)

A criançada poderá se divertir com apresentações Patrulha Canina (Tia Hanna). Haverá ainda a participação de Charanga do Mestre Cachaço, uma iniciativa que reúne artistas cuiabanos que exaltam a música popular brasileira.

Publicados

em

Foto: Davi Valle - Secom-Cuiabá

O secretário municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Aluízio Leite, convida para o lançamento oficial do Carnaval 2023, em Cuiabá. Os detalhes serão divulgados na segunda-feira (6), na sede da Pasta, instalada na rua Barão de Melgaço, 3677, Centro, a partir das 15h.

Neste ano, a Prefeitura de Cuiabá irá promover a ‘Folia de Momo’ em três pontos da capital: a Praça da Mandioca, Praça 8 de Abril e no Calçadão Ricardo Franco. Serão seis dias da tradicional festa carnavalesca, e o primeiro ‘esquenta’ vai acontecer no próximo dia 12.

“Escolhemos esses locais por serem os que mais representam a nossa querida e amada Cuiabá. Com muita segurança e de forma gratuita, os foliões irão desfrutar de dias de muita alegria e tradição”, explicou.

O famoso “esquenta” será no próximo domingo (12), na Praça 8 de Abril. Nesse dia haverá premiação para os bichinhos que apresentarem as fantasias mais criativas. A programação incluirá ainda um desfile dos bichinhos e muitas marchinhas de carnaval com a banda Canoa de Prata.

A criançada poderá se divertir com apresentações Patrulha Canina (Tia Hanna). Haverá ainda a participação de Charanga do Mestre Cachaço, uma iniciativa que reúne artistas cuiabanos que exaltam a música popular brasileira.

Leia Também:  Ucrânia diz que prevalecerá enquanto batalha ao leste se arrasta

“Não podemos deixar de agradecer nossos parceiros e colaborares que estão sempre juntos com a Prefeitura de Cuiabá, ajudando manter a nossa cultura. A gestão Emanuel Pinheiro preza exatamente isso. Promover eventos que valorizem os nossos artistas locais”, finalizou o secretário.

Fonte: SECOM CUIABÁ

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA