VÁRZEA GRANDE

DESTAQUE

Corpo de vítima de latrocínio, que estava desaparecida, é localizado em área de mata

Publicado em

DESTAQUE

Da Redação

A Polícia Civil de Sapezal (480 km a noroeste de Cuiabá) localizou na manhã de quinta-feira (04.02) o corpo de Valdinei Aparecido Soares, 35 anos, que desapareceu no dia 22 de janeiro após sair da fazenda em que trabalhava e seguir até a cidade para fazer um reparo em seu veículo.

O corpo foi encontrado pela equipe da Delegacia de Sapezal em uma mata às margens de uma estrada vicinal, próxima a uma plantação de soja, a aproximadamente 50 quilômetros da cidade.

De acordo com o delegado Heberth Hugo Montenegro, o corpo já apresentava estágio avançado de decomposição, contudo, os objetos encontrados no local e as roupas batem com as características apuradas na investigação. O corpo estava com as mãos amarradas e uma corda em volta do pescoço, o que indica que a vítima, possivelmente, tenha sido estrangulada. Havia ainda um lençol ao lado do corpo, com as mesmas características ao desaparecido da casa onde a vítima foi visto pela última vez.

O delegado explicou que mesmo com a prisão de um rapaz de 28 anos na semana passada, identificado como o autor do latrocínio da vítima, as investigações não cessaram e as equipes continuaram as diligências para localizar o corpo de Valdinei.

A Perícia Técnica Oficial seguiu até o local e coletou material para realização do exame de necropsia e confirmação oficial da vítima.

Investigação

Valdinei Soares desapareceu na noite de 22 de janeiro, quando saiu de uma fazenda no município onde trabalhava e foi até Sapezal para fazer um reparo em seu veículo e não deu mais notícias. A partir da comunicação do desaparecimento da vítima, registrada no dia 24 de janeiro, a equipe da Delegacia de Sapezal iniciou buscas e diligências para apurar os locais em que Valdinei poderia ter estado.

A vítima foi vista pela última vez por volta das 0h na cidade e a última visualização no aplicativo de mensagens WhatsApp foi às 00h58 do dia 23. Após isto, as ligações caíam apenas na caixa de mensagem.

A partir de outros dados levantados, a equipe de investigação apurou que a vítima manteve contato com o suspeito. Em diligências na residência do suspeito, os policiais encontraram estacionado na casa o veículo de Valdinei, um modelo Chevrolet Ônix branco.

O investigado alegou aos policiais que a vítima teria deixado o veículo com ele e teria viajado para a cidade de Barra do Bugres para resolver um problema e na volta pegaria o carro. Foi então solicitado que o suspeito entrasse em contato com a vítima, quando então ele alegou que não tinha o número do telefone de Valdinei.

A investigação constatou ainda que o suspeito tentou vender o veículo da vítima a outra pessoa, que confirmou a informação à Polícia Civil. Em buscas no carro, os policiais encontram vestígios de sangue no porta-malas.

Diante das evidências coletadas na investigação, o delegado Heberth Montenegro representou pela prisão temporária do suspeito. As informações e indícios coletados apontaram que o homem investigado se aproximou da vítima e a matou, depois subtraiu o veículo e em seguida ocultou o corpo. Depois, ele tentou se desfazer do carro, ao tentar vender o veículo, mas acabou sendo preso em flagrante pela Polícia Civil de Sapezal.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Vítima tem moto levada depois de anunciar em site de venda e policiais recuperam veículo
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

DESTAQUE

Governo de Mato Grosso avança no ranking de oferta de serviços públicos digitais

Índices satisfatórios em relação aos serviços públicos digitais decorrem do trabalho do governador Mauro Mendes em estruturar o Estado em todos os polos

Publicados

em

Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT

Mato Grosso é o terceiro estado que mais avançou no ranking de oferta de serviços públicos digitais em relação a 2020. É o que aponta o Índice de Oferta de Serviços Públicos Digitais dos Governos Estaduais e Distrital. O levantamento, organizado pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (ABEP-TIC), contou com o apoio da Secretaria de Governo Digital, do Ministério da Economia.

O índice mensura os principais serviços públicos oferecidos pelos Governos Estaduais e Distrital disponibilizados por meios digitais, verificando se estão em conformidade com as Leis Federais 13.460/2017 (Código de Defesa do Usuário do Serviço Público), 13.726/2018 (Desburocratização e Simplificação) e 14.129/2021 (Governo Digital e Eficiência Pública).

O estudo analisou três dimensões: Capacidades para a oferta digital de serviços, Oferta de serviços digitais e Regulamentação sobre modernização para a oferta de serviços públicos.

No ranking geral, Mato Grosso subiu 12 posições desde o último levantamento, realizado no ano passado, passando a ocupar a 12ª colocação. De 0 a 100, o Estado alcançou 55,50 pontos. O Rio Grande do Sul é apontado como o estado com a melhor oferta de serviços públicos digitais.

“Com organização, comprometimento e estratégia, o governo de Mato Grosso tem trabalhado para fortalecer o atendimento digital ao cidadão e aos empreendedores em geral e, com isso, simplificar procedimentos e facilitar o acesso aos serviços públicos. Os projetos em andamento proporcionarão uma revolução na maneira de atender a todos que precisam dos serviços públicos do Estado”, disse o titular da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), Basílio Bezerra, ao acrescentar que o crescimento do Estado neste índice reflete o novo posicionamento do governo com relação ao assunto.

Vista da capital mato-grossense do  Mirante do Parque Mãe Bonifácia. Créditos: omatogrosso

De 0 a 100, Mato Grosso alcançou 55,50 pontos e subiu 12 posições desde o último levantamento, realizado no ano passado. Fonte: Reprodução ABEP-TIC.

De acordo com o secretário adjunto de Planejamento e Gestão de Políticas Públicas da Seplag, Sandro Brandão, a meta é elevar para 95% o índice do Estado com relação à oferta de serviços públicos digitais até o próximo levantamento da ABEP-TIC, que deve ocorrer no início de 2022.

Entre os serviços que ajudaram o governo de Mato Grosso a alavancar a posição no ranking, Brandão lista o registro digital de abertura e fechamento de empresas pela Junta Comercial do Estado de Mato Grosso (Jucemat), o Siga-DOC como o sistema integrado de gestão documental na administração pública, as estratégias estabelecidas pelo programa Mais MT e a criação do Sistema de Governança Digital, grupo coordenado pela Seplag e pela Secretaria de Fazenda (Sefaz) e que conta com o apoio técnico da Empresa Mato-Grossense de Tecnologia da Informação (MTI).

A “Carta de Serviços ao Usuário” é um exemplo dos projetos em execução que estão no escopo do grupo.  Assim que concluído, o material deverá informar ao cidadão, de forma clara e precisa, quais são os serviços públicos disponibilizados pelo Estado, bem como a forma de acessá-los e os padrões de qualidade e de atendimento que o público deve esperar, tudo em um único local.

“Mais importante que o ranking é a evolução da maturidade digital do Estado de Mato Grosso. O programa Mais MT é uma estratégia que fortalece essa visão e que tem como propósito trazer grandes resultados para Mato Grosso e para a vida dos mato-grossenses. Dentre seus 12 eixos, o Simplifica MT e o Eficiência Pública são estruturantes para as ações do Governo Digital e de outros importantes projetos que impactarão positivamente toda a sociedade. É uma grande jornada, pois proporcionar valor público com as ações digitais é nossa constância de propósito”, salientou Brandão.

SECOM MT

O estudo analisou três dimensões: Capacidades para a oferta digital de serviços, Oferta de serviços digitais e Regulamentação sobre modernização para a oferta de serviços públicos. Fonte: Reprodução ABEP-TIC.

Serviços públicos digitais

Nesse processo de transformação digital de Mato Grosso, a MTI é responsável pelo desenvolvimento e gerenciamento de toda parte tecnológica. Desde tecnologias envolvidas em processos e serviços governamentais até a estrutura tecnológica dos serviços. 

O Diretor-presidente da MTI, Antônio Marcos de Oliveira, ressaltou o trabalho desenvolvido pela empresa na modernização e melhoria dos serviços digitais no Estado. “Evoluímos muito na capacidade de ofertas de serviços digitais e na visão de um governo digital voltado cada vez mais para o cidadão. Nos concentramos em 30 índices principais que vão de desburocratização à dimensão de serviços públicos, como no caso do login único e portal de serviços ao cidadão”.

Conforme o presidente, o trabalho desenvolvido ao longo do último ano superou todas as metas estabelecidas pelo governo estadual. “O ranking é um dos norteadores para as ações desenvolvidas no âmbito da transformação digital. Graças ao trabalho desenvolvido, conseguimos superar esta meta e evoluir 12 posições. Ainda há espaço para melhorias e a nossa expectativa é evoluir ainda mais para o próximo ciclo, visando nos tornar referência nacional”, concluiu.

Para o secretário de Fazenda, Rogério Gallo, Mato Grosso avançou significativamente no último ano no que diz respeito à modernização dos serviços públicos ofertados, “inserindo o Estado no mundo digital”. “Vamos facilitar o dia a dia do cidadão que, por meio do governo digital, poderá acessar todos os serviços públicos que ele precisar pelo celular ou computador”, afirmou ao ressaltar que a pasta fazendária, desde 2019, disponibiliza um atendimento online aos contribuintes – o chamado Sefaz para Você.

Gallo destacou, ainda, que estão em desenvolvimento projetos com foco na simplificação, na redução de custos da máquina pública, no fomento da eficiência pública e no combate à sonegação. Além do projeto Sem Parar, que vai dinamizar a fiscalização fazendária, de trânsito e do Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (IPEM/MT).

Confira aqui a íntegra do levantamento feito pela ABEP-TIC.

Com informações das assessorias de comunicação da MTI e Sefaz.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Mulher é morta a tiros na madrugada e polícia suspeita de latrocínio
Continue lendo

POLÍTICA

POLÍCIA

ESPORTE

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA