DESTAQUE (3) Politica

Centro de Detenção Provisória ganha ala para trabalhadores e alojamento dos servidores

Da Redação

Foram inauguradas, nesta quinta-feira (17.10), no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Lucas do Rio Verde (334 km ao Norte de Cuiabá), a ala dos reeducandos trabalhadores, com 72 vagas, e o alojamento de servidores. Os espaços foram viabilizados pela parceria entre a Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária (SAAP) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT), Prefeitura Municipal e Conselho da Comunidade.

O objetivo é propiciar melhores condições de descanso aos 41 reeducandos que trabalham, sendo 36 em regime extramuros e cinco intramuros, em espaço separado dos demais que ainda não estão inseridos nos projetos de trabalho. O trabalho externo é realizado na fábrica de artefatos de concreto, em um terreno ao lado da unidade penitenciária, com a parceria da Prefeitura e de uma empresa privada. Os materiais feitos por eles são utilizados em obras de órgãos públicos da cidade.

De acordo com o diretor do Centro de Detenção, José Ronaldo Frutuoso, esta era uma demanda antiga dos recuperandos. “Eles são extremamente motivados e têm realmente o desejo de mudar, não tivemos nenhuma tentativa de fuga, porque eles entendem a importância do trabalho para voltarem ao convívio social e demonstraram merecimento”.

Há três anos e meio participando do trabalho na fábrica, G.R. ressaltou que nem todos possuem índole criminosa e que o projeto representa uma transformação de vida para ele. “Quero trabalhar não só pela remuneração, mas também pela dignidade que o ofício oferece, tenho quatro filhos e eles estão orgulhosos de mim”, afirmou ele, que tem 46 anos de idade. “Eu restaurei minha família quando abracei esta oportunidade e passei a me dedicar”.

A unidade possui atualmente 247 reeducandos, sendo 174 condenados e 73 provisórios. O secretário adjunto de Administração Penitenciária, Emanoel Flores, ressaltou que a ressocialização é o caminho para evitar reincidência no sistema penal. “Precisamos oferecer uma nova chance para que estas pessoas possam retomar suas vidas de forma digna e com perspectiva financeira, evitando que retornem para o mundo do crime”.

A construção do alojamento dos servidores também atendeu a um anseio dos agentes penitenciários.

Visita do GMF

As inaugurações coincidiram com a visita do Grupo de Monitoramento e Fiscalização (GMF) do Sistema Penitenciário, que está percorrendo unidades penais da região Norte de Mato Grosso esta semana. Em conversa com os reeducandos que trabalham, o supervisor do Grupo, desembargador Orlando Perri, frisou que eles possuem uma grande responsabilidade ao adquirir o direito de atuar em atividades extramuros.

“São condições, como remição de pena, remuneração, convívio social e possibilidade de dormir em celas melhores, que devem ser valorizados. Nesta unidade vemos que isto está ocorrendo, o que é extremamente importante para incentivar outros reeducandos que ainda não aderiram ao trabalho e também para que a oportunidade continue sendo dada, pois uma conduta errada pode comprometer todo o projeto”, acrescentou Perri.

A parceria da Prefeitura de Lucas do Rio Verde foi destacada pelo secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante. “O prefeito e sua equipe não têm se furtado de contribuir com a área de segurança de uma forma geral, e é assim que conseguimos melhorar as condições de vida da população, incluindo aqueles que estão privados de liberdade também”.

O prefeito do município, Flori Luiz Binotti, enalteceu a preocupação dos Poderes Judiciário e Executivo Estaduais com a ressocialização. “É louvável ouvirmos do desembargador e do secretário de Segurança esta conscientização para que os reeducandos saiam melhores do que entraram no Sistema Penitenciário e a Prefeitura de Lucas está imbuída neste propósito também”.

Na avaliação do juiz da 4ª Vara Criminal, Hugo José Freitas da Silva, um alojamento separado para os reeducandos que exercem atividades laborais está em consonância com o comportamento que eles têm demonstrado na fábrica. “Com certeza, será um incentivo a mais para eles continuarem dedicados ao trabalho”.

Fonte: Governo de Mato Grosso / Fotos: Christiano Antonucci – Secom/MT

Related Posts