Rondonópolis: Polícia Civil pede prisão preventiva de motorista que atropelou mulher de 45 anos

Da Redação

A Polícia Judiciária Civil representou pela prisão preventiva do motorista que atropelou uma mulher de 45 anos na cidade de Rondonópolis (212 km ao Sul). O condutor do automóvel Audi branco, Rodrigo Schurmann, se apresentou na 1ª Delegacia de Polícia, na segunda-feira (15), na companhia de um advogado. Ele foi ouvido e liberado, em conformidade com a legislação. Mas nesta terça-feira (16), a Polícia Civil representou pela prisão dele.

O condutor foi interrogado e será indiciado em crime de racha com resultado morte, previsto no artigo 308, do Código de Trânsito Brasileiro, com pena de reclusão de 5 a 10 anos. Ele negou que estava participando de racha com uma caminhonete S10, que ainda não foi localizada. 

O motorista também apresentou o veiculo e o celular dele, que serão periciados. Em seu celular foi identificada uma passagem comprada para São Paulo, fato que não tinha sido comunicada pelo motorista.

O acidente

A vítima Francineide Alves de Oliveira, 45 anos, foi atropelada no domingo (14), por volta das 18 horas. Ela descia da calçada no momento em que foi atropelada por dois veículos em alta velocidade (um veículo Audi de cor branca e uma caminhonete não identificada) que estavam disputando um racha.

As equipes do Polícia Judiciária Civil, Samu e Politec estiveram no local do acidente, constatando o óbito da vítima, sendo realizados todos os procedimentos necessários de remoção do corpo.