PM prende seis e tira de circulação armas e munições

Da Redação

Seis pessoas foram presas de sexta-feira até a madrugada desta segunda-feira (22 a 25.03), em Cuiabá, Rondonópolis, Aripuanã e Alto Taquari, por porte ilegal de arma de fogo. As prisões e apreensões foram durante ocorrências de abordagem ou denúncias.

Em Rondonópolis foram presos F.R.M.R., (23) e H.M.G.O., (22), depois que o proprietário de uma conveniência acionou a PM porque suspeitos haviam efetuado disparos em direção ao estabelecimento comercial. No momento, vários clientes estavam no local.

Com as informações das características dos envolvidos, os policiais saíram em ronda quando observaram que um dos suspeitos tentou dispensar um revólver calibre 38, com cinco munições intactas e uma deflagrada, e um coldre. Na abordagem foi encontrado no outro suspeito com uma munição no bolso, intacta. Ambos foram encaminhados para delegacia para as devidas providências.

Em Cuiabá, na Avenida da Prainha, foi preso R.A.B.S., (31), sob acusação de porte ilegal de arma de fogo, ameaça e direção perigosa. A guarnição realizava ronda quando um veículo C4 Pallas freou bruscamente e parou no pátio de um posto de combustível. Na abordagem, o suspeito estava visivelmente alcoolizado e foi agressivo com os agentes. Na vistoria foi encontrado uma pistola calibre 380 que, junto com o suspeito, foi encaminhada à delegacia.

Ainda em Cuiabá, no bairro Pedra 90, os policiais foram acionados para atender uma ocorrência de violência doméstica. No local prenderam W.A.P., (32), com um revólver calibre 32. Antes de ser abordado, ele tentou dispensar a arma. O suspeito foi encaminhado à central de flagrantes para as devidas providências.

Em Aripuanã, foi preso A.N.P., (59), com uma pistola calibre 635, com oito munições intactas. Ele foi abordado durante patrulhamento em uma estrada que dá acesso a uma área de garimpo ilegal. Em depoimento, o suspeito disse que um desconhecido o abordou e pediu para cuidar da arma.

Em Alto Taquari, foi encontrado com M.B., (72), com um revólver calibre 38, com cinco munições intactas e numeração raspada. Em depoimento, disse que anda armado para própria segurança. Ele foi encaminhado à delegacia da cidade.